Bolsonaro não tem cura

A cena patética de Jair Bolsonaro exibindo a seus fanáticos uma caixa de cloroquina é uma das maiores humilhações que este país já teve.

Ainda que fosse cerimônia religiosa, seria da mais torpe idolatria.

O bezerro de ouro de Aarão é “fichinha” perto do Messias cloroquínico.

Mas é também um retrato do que gente que não é como o cento de imbecis que se uniram para o culto ao charlatanismo, mas que é cúmplice dele.

É preciso nominá-los.

Esta cena bizarra só ocorre porque a direção do Conselho Federal de Medicina, politicamente servil ao nosso Jim Jones, para agradá-lo, emitiu uma declaração dúbia e covarde em que legitima a prescrição de algo que não tem nenhuma indicação científica de resultados.

Também só acontece porque o Exército Brasileiro concordou em que um dos seus oficiais-generais usurpasse o Ministério da Saúde e, como primeira providência, mandasse baixar uma portaria recomendando, com o subterfúgio de fingir estar “divulgando”, o seu uso nos hospitais públicos.

A inacreditável cena, da mesma forma, deveria servir como o enésimo aviso de que Jair Bolsonaro é um homem que não se pode levar à razão ou ao diálogo.

Jair Bolsonaro, mesmo diante de todas as evidências, não recua. Se dá um passo atrás, isso não é um arrependimento, isso é um bote.

 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

23 respostas

  1. Idolatria é um mal. Qualquer uma, de qualquer natureza, Mas quando a Idolatria é no campo Político, o mal é coletivo.

  2. A elite do atraso deve estar satisfeita com suas escolhas. O capitão do mato moderno chicoteia com suas palavras de ódio e ações sociopatas e é aplaudido pelos seus seguidores ávidos por um milagre do charlatão e suas drogas milagrosas. A vergonha maior é da parte do CFM que aplaude o charlatanismo em típico crime de falsidade ideológica. Se eu fosse médico teria vergonha dos que deveriam defender a nobreza da profissão mas, ao que parece, estão fascinados com o charlatanismo e isso abre precedente para que outros o façam. Vide o ministro Lorenzoni hoje cedo. O Brasil está doente e a doença chama-se falta de carater. Um reportagem investigativa idônea se faz necessária: o que está por traz de tanta força para esse medicamento contra o covid 19, fato que envolveu até as FFAA?

    1. Não se trata de fascínio com o charlatanismo, é troca de favores à moda mafiosa. Infelizmente, há coerência entre Lorenzzoni e o CFM. Ambos são atores políticos.

  3. A cena me lembrou o do filme do Rei Leão… em que o macaco eleva o filhote Simba e apresenta-o para a floresta inteira… A semelhança para por aí…
    Acima a HIENA apresenta a cloroquina para o gado fanático e só temos burros a aclamar… e começa-se a música: o ciclo sem fim da burrice …

  4. Independente da propaganda, da política, do marketing pessoal, independente de qualquer outra análise: Bolsonaro é um doente mental. E quem votou nele ficará na história como exemplo de uma sociedade imbecilizada.

  5. Independente da propaganda, da política, do marketing pessoal, independente de qualquer outra análise: Bolsonaro é um doente mental. E quem votou nele ficará na história como exemplo de uma sociedade imbecilizada.

  6. Mais um ministro faz publicidade da cloroquina, azitromicina e anitta: Ônix Lorenzonni. E assim, Guedes aprofunda nosso poço de miséria.

  7. A cloroquina tem patente de uma indústria americana na qual o Trump tem a maioria das ações. As forças armadas compraram toneladas dos sais para fabricá-la de uma filial desta empresa na Índia e fabricou com dinheiro de nossos impostos milhões de comprimidos. Entendem porque tem um general especializado em almoxarifado de quartel como ministro da saúde e este demitiu os médicos do ministério para dar uma boquinha confiável a outros militares? Governo e ffaa agora precisam desovar esta merda que tem estoque para décadas sendo que sua validade é de apenas poucos anos. Poderão ser processados por isso e pegar cadeia por este crime, se este país não fosse o Brasil e não tivesse o judiciário que tem. Eis a razão de tanto empenho para que todo mundo tome este veneno.

    1. Desculpe mas a cloroquina não tem mais patente, já expirou há décadas. O que você diz se refere ao medicamento mais conhecido, como é vendida.

  8. Donos do capital, donos dos meios de produção, profissionais de todos as áreas , crentes ou não apoiam, ou até “semana passada”, apoiavam o Amebão. Essa é a realidade. Enquanto puxamos o país prá fora do buraco, milhões empurram para ele…
    Voltamos a ser colônia, pois nos ensinaram e aceitamos a ser somente uma colônia.
    Pensava que quem estudou em escolas, ditas, “boas”, nos libertaria. Ao contrário!
    Estudando em livros com princípios gringos e indo estudar nas gringolândias voltam repetindo o que dizem… Os gringos!
    E isso acontece também com os militares. Vergonha!
    Somos, mesmo, o Porto Rico do Sul.

  9. Pois é, não tem cura mesmo.
    Muita gente,entre elas jornalistas, vinha propalando por aí que o presidente Jair Bolsonaro havia mudado. Ledo engano. Os motivos que levaram a estes ingênuos, foram as denúncias que pairaram sobre os filhos do presidente, as quais o deixaram momentaneamente atônito, e a covid-19 que ele contraiu. As pessoas se iludem com facilidade e acreditam piamente no impossível. Bolsonaro não mudou, e nunca vai mudar, e certamente voltará com mais gás para destilar seus impropérios contra os seus inimigos.Portanto esqueçam isso.

  10. O CFM só serve pra perseguir as ações da esquerda pra o povo como fez com o Pt e os médicos cubanos. Lá só tem fdp.

  11. Boa Tarde! Tenho me posicionado aki mas infelizmente acho que ninguem le ou ninguem quer partilhar e dar uma opinião Juridica sobre o assunto. Mesmo assim volto a me colocar: Diante de tantos possiveis crimes praticados pelo presidente da republica e, a omissão dos presidentes da camara, senado e procurador geral da república, pergunto: Os presidentes da camara, senado e o procurador geral da republica podem ser denunciados por “OMISSÃO”, assim como foi o presidente, ao tribunal internacional por “GENOCÍDIO”??
    Os ministérios publicos federais e estaduais, por omissão em não tomar medidas contra os conselhos federal e estaduais de medicina, em função dos mesmos não se posicionarem cientificamente contra medicamentos não indicados pelas autoridades mundiais??

  12. Quem joga com o conteúdo simbólico de coisas aparentemente insignificantes e que no entanto possuem incomensurável potencial, sabe o valor que pode a elas ser agregado para construir situações concretas de loucura e caos a partir do nada. Um símbolo como esse pode até manter um potentado em seu trono. O poder de fetiche que a tal de cloroquina adquiriu em mãos do consagrado Mito transformou-a em totem sagrado. E para reforçá-lo, alguém decidiu mandar acrescentar o vermífugo Annita, como pajem do impávido ídolo. Parece coisa do Olavo.

  13. Só, ou nem, Cecil B. de Mille para uma cena grandiosamente patética em Amplavision. Nosso poço não tem fundo.

  14. Soltou o Queiroz, aí Bolsonaro voltou com força total. Faz só e do jeito q quer. Nem racista presidindo a fundação Palmares conseguimos tirar, imaginem se seria diferente nos outros comandos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *