Bolsonaro precisa de um Mengele

Participar do governo Bolsonaro, como disse ontem ao falar na TVT é como entregar a alma para entrar no Inferno.

Por isso, não supreende nem desperta piedade a demissão do ministro da Saúde, Nélson Teich, menos depois de ter assumido a cadeira do “fritado” Luiz Mandetta.

Não bastava a sua anomia, não chegava o ar lúgubre, não era suficiente a sua covardia tatibitati.

Bolsonaro precisa de um cão, de um completo vagabundo, de um borra-botas que seja seu cúmplice na tarefa de juncar de cadáveres o chão do Brasil.

Ele quer um Mengele.

Alguém tem de soar o alarme: Jair Bolsonaro não é apenas indiferente às mortes aos milhares.

Ele as quer, ele quer a explosão de dor e desespero para pavimentar seu caminho ao poder absoluto, tal como as milícias precisam de corpos no chão para impor seu império de medo e submissão às comunidades.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

13 respostas

  1. Comentário na matéria “A autoanistia de Bolsonaro”, sobre a MP 966, que preparava a convocação de um Mengele, ao criar o excludente de ilicitude para assassinos seguidores do Genocida:

    Pelo jeito, o Genocida, entre outros objetivos criminosos, deve estar preparando o excludente de ilicitude para o corpo médico das forças armadas de ocupação do Brasil (FAOB), permitindo-lhe entupir pacientes civis – principalmente os idosos e já doentes – de cloroquina, desinfetantes e outras receitas do dr. Trump e, se possível, matá-los sem responsabilização de qualquer tipo. Quantos seguidores de Josef Mengele [1] se apresentarão ?

    – – – – – – – – – – – – – –
    [1] Josef Mengele – o médico mais infame que a humanidade já conheceu – foi o chefe do serviço médico do campo de concentração de Auschwitz entre 1943 e 1945,

  2. ALGUMA SUGESTÃO PARA EVITARMOS ,SERMOS AS VÍTIMAS DESTE DESCASO COM A VIDA DOS BRASILEIROS????
    Passamos día após día,lamentando o críme do delinquente genocida ,a espera de qué??
    Do milagre do deserto virar mar ?,essa é para evanjegue,não para quem está prestes a entrar na estatística de uma doença .

    O QUE FAZER PARA TORCER O FUTURO QUE O GENOCIDA DESEJA PARA NÓS????

    Chorar as mâgoas não resolve.É necessário pensar em soluções mais ousadas,frontais,e corajosas

    O RESTO É PERDA DE TEMPO,QUE NÃO SOBRA ,QUANDO SE ESTÁ A CAMINHO DO MATADOURO.

    1. ?????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????
      ???????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????
      ????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????
      alguma sugestão?????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????

      1. Parece que não há solução possível dentro da lei. Por isso sugiro que façamos o que o Eduardo Bolsonaro sugeriu para o STF: com um cabo e um soldado entramos no Palácio do Planalto, e levamos o Bolsonaro preso para a papuda. Alguém será capaz de dar a ele um alvará de soltura? Não creio.

    2. PACIFICAMENTE NÃO CONSEGUIREMOS NADA.
      Só resta uma solução. O problema é que as armas de fogo estão do lado de lá.
      Temos que pensar em uma solução para eliminá-los fisicamente sem combate direto e armado.

  3. Só resta o desespero. O que virá agora? Depois do genocídio a eugenia? Só ficará a Casa-grande? E quem trabalhará se não restar Senzala? Nem a tão adorada “economia nacional” o inepto salvará…

  4. O mengele já vestiu a farda e está respondendo interinamente pelo antigo Ministério da Saúde atual Ministério do Extermínio.
    A intenção do exército brasileiro com a sua população nunca foi tão explícita.

  5. Rumo aos 30 mil mortos! Não faltarão caminhões do nosso glorioso (e desocupado) exército para carregar os mortos na macabra procissão da insensatez! Viva bolsonaro genocida! Morra o povo brasileiro! Até que o Sr. Maia dê entrada no processo de impeachment do presidente COISO!

  6. O alarme soou naquela farsa que depôs a presidente eleita Dilma Roussef, com direito a voto de Bolsonaro, ainda deputado, homenagenando um torturador. Neste Brasil com Alzheimer, o que agora se passa é consequência de nossa omissão.

  7. Você chega na entrada de um quartel é o que encontra?
    Na porta uma barreira para carros com aquela ferragem própria para furar todos os pneus;
    Do lado de dentro, pelo menos uns 10 soldados armados, mas todos sentados e distraídos conversando, um deles vai te acompanhar até onde você deseja ir;
    No caminho você vai ver vários soldados se preparando para a guerra, uns pintando os meio fios de branco, outros pintando árvores, também de branco, deve ser cal para matar pragas, e ainda outros lavando os carros de combate e passando óleo queimado nos pneus, tudo muito lindo.
    Pronto, você fica impressionado como a defesa do nosso país está garantida.
    Depois do período normal os soldados “dão baixa” e voltam para as suas comunidades, agora mais experientes, pois tiveram contato com armas, e estão em plenas condições de servir aos seus futuros patrões, os traficantes.
    Seria muito bom se os quarteis se transformassem em escolas profissionalizantes, onde o soldado iria adquirir uma experiência que o capacitasse para o mercado de trabalho.
    Um quartel ensinaria a ser marceneiro, outro a ser eletricista, outro a ser pedreiro, …. e por aí vai.
    Mas isso dá tanto trabalho, ….., esquece.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *