Bolsonaro promete baixar luz na ‘canetada’

Na mesma fala em que, ontem, disse chorar escondido no banheiro, Jair Bolsonaro soltou uma promessa de “machão dos machões”, como ele próprio se definiu.

Disse que, a partir do mês que vem vai “determinar que ele [o ministro das Minas e Energia, almirante Bento Albuquerque] volte a bandeira normal a partir do mês que vem”.

Isso porque ““Meu bom Deus nos ajudou agora com chuva”.

Alguém precisa avisar a este senhor que que a chuva nos principais rios para a acumulação no Sudeste e Centro Oeste foi pouca, caindo com mais intensidade no litoral, o que também aliviou o consumo de energia dos últimos dias.

Não houve alta nos reservatórios.

Mas Jair já está lá, com sua canta BIC para furar as represas e dizer: eu abaixei a conta de luz.

Tudo no improviso, como tem sido até agora.

Ainda há alguma sorte em que quase ninguém mais creia em Bolsonaro. Se acreditasse, o setor elétrico amanheceria em polvorosa, com a ameaça de uma intervenção estatal “no grito”, mandando o corpo técnico da Agência de Energia Elétrica para o espaço.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *