Bolsonaro ‘tosa’ R$ 300 bi da reforma. Começa mal a barganha

Jair Bolsonaro faz “um abatimento” no “Show do Trilhão” com que Paulo Guedes vem defendendo a reforma que, segundo o “Posto Ipiranga”, economizartia R$ 1,1 trilhão  em dez anos.

Diz ao Valor que  a reforma “precisa representar a economia de pelo menos R$ 800 bilhões em dez anos, valor mínimo para produzir uma inflexão na economia do país” e atribui a autoria destes números a Paulo Guedes.

R$ 300 milhões são mais de um quarto do valor proposto.

É como que vai vender um apartamento e começa a negociação, de cara, aceitando baixar o preço de R$ 400 mil para algo como R$ 290 mil.

Não vai levar os R$ 800 bi e o mercado já avalia que se saírem R$ 500 bi devem “lamber os beiços”, como se dizia no passado. E, no curto prazo, os primeiros três anos, uma ninharia, dada a escala dos gastos: menos de R$ 30 bi.

Faz pior ainda o Presidente: diz que “a bola, agora, está com Rodrigo Maia”.

Que ontem, na Globonews, já deu um “comigo, não, violão” nesta ideia.

Rodrigo que ser o “solucionador de impasses” e não o criador de pressões.

Não vai brigar a briga que o governo não quer brigar e, quando tenta, não sabe fazer.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

5 respostas

  1. Deve ter alguma coisa errada , dizem os noticiários que ele nomeou o presidente e relator da nova fase da PEC da previdência . O que o ” BOTAFOGO ” disse na globo news é tão verdadeiro como os comentários dos analistas de lá .Acredintem se quiser .

  2. A proposta da DEFORMA (não reforma) da Previdência supostamente economizaria 100 bilhões de reais por ano, ou seja, 4 vezes menos do que o país perde pela sonegação de impostos. E que sonega impostos, hein??

    1. Precisamos falar disso para o povo.
      Desenhado, batido, rebatido.

      Argumentos rasos e complexos.

      Memetizado, zuado e tudo mais.

      Vai sair do nosso lombo DE NOVO.

      E com a anuência dessa desgraça desse povo.

  3. Esse Rodrigo Maia é pior que Bozo. Pois o segundo carece de inteligência, percepção e estratégia. Já Maia, possui o que falta em Bozo, o extrapola na cretinice e covardia e vence de qualquer outra na dissimulação. Maia vai aprovar a Reforma da melhor forma possível para o Mercado. Essas falas soltas dele, que destoam da ação, é pura e simplesmente para diminuir Bozo e se vangloriar.

  4. Devemos comemorar?
    Agora roubarão só oitocentos bilhões dos pobres e desamparados? Antes diziam mais de um trilhão.
    “Só” roubarão oitocentos bilhões!
    É um privilégio para poucos. Serão roubados só em oitocentos bilhões.
    Comemoremos????

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.