Cai no STF a portaria que “liberava” trabalho escravo

trabesc

Acaba de ser concedida liminar, pela Ministra Rosa Weber, liminar suspendendo a portaria do Ministério do Trabalho que reduzia drasticamente as regras para identificação de trabalho em condições análogas à escravidão e dava ao Ministro o poder de manter em segredo quem tinha sido punido por isso.

A “prenda” oferecida por Michel Temer aos deputados ruralistas para obter um voto a seu favor, amanhã, no julgamento da denúncia contra ele feita pela Procuradoria Geral da República.

Em suma, Temer vendeu e não entregou. Mas recolheu mais desgaste, o que não importa mais, porque não dá para alcançar mais do que 100% de ruim e péssimo em matéria de imagem.

Como já se tinha registrado aqui, com as informações de Marcelo Auler, em tudo se pareceu com a liberação da mineração na Reserva Nacional de Cobre e Associados (Renca), entre o Pará e o Amapá.

Por mais que se deseje, não é possível caminhar tanto para o passado. O Brasil dos sem-direitos, mesmo que o louvem como sinônimo de “liberdade empresarial” ou que um sujeito como Bolsonaro diga que o brasileiro tenha de escolher entre ter emprego ou ter direitos, ou que microcéfalos achem que um ditadura militar possa ser solução.

Se não quiserem nos deixar para a restauração democrática, com eleições livres, jamais voltaremos a ter um governante.

Teremos o que se tem agora, mascates dos direitos dos brasileiros e das riquezas do Brasil.

 

contrib1

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

7 respostas

  1. Áurea! Áurea! Temos enfim novamente a nossa Isabel no STF. A lei da escravidão do temeroso acabou de ser abolida. Vibrai escravos de todo o Brasil. Vocês foram considerados gente mais uma vez. Chupem ruralistas canalhas!

  2. To esperando a choradeira do Arnesto, pau mandado dos ruralistas aqui no blog.
    Aposto que ele vai dar opinões descartáveis sobre copos descartáveis.

  3. Cadê os fakes coxinhas do MBL pagos com $$ do psdb. Defendam os escravocratas. Falta coragem né?

    1. Falta não. Tem um isquêmico aqui que louvou a portaria. E olha que ele se diz civilizado, seguidor do “intelectual” da sorbonne. Deve tá chamando a Rosa Weber de petralha agora. Claro, ela só prestou quando colocou o “juizim” de cu-ritiba pra condenar o Dirceu.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.