Começa o julgamento do STF. Assista

O ministro Dias Toffoli acaba de fazer o pregão das três ações declaratórias de constitucionalidade que proíbem a execução antecipada de penas, antes de condenação transitada em julgado.

Votará o relator e falarão os advogados e o julgamento seguirá semana que vem.

Acompanhe, ao vivo, a sessão do Supremo Tribunal Federal:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

11 respostas

  1. Soube que o Carluxo pediu desculpas por ter postado um Twitter ‘sem autorização do pai’ dizendo que o mesmo apóia a prisão em segunda instância.
    Não adianta vir com essa conversa fiada não, rapaz!. É claro que se você digitou seu pai autorizou. Até porque, se assim não for, é você que está sentado na cadeira do presidente e nao recebeu votos para isso. Se for esse o caso, seu pai está terceirizando a presidência da república, o que vai contra a dignidade, a honra e o decoro do cargo.
    Seu pai cometeu mais um crime de responsabilidade sim. Nos termos do art. 4, da lei de impeachment, atentou contra o livre exercício do Poder Judiciário. E se foi você mesmo que emitiu opinião no Twitter, ele cometeu crime de responsabilidade assim mesmo, pois deixou um filho assumir a cadeira presidencial.
    Portanto, não adianta tentar apagar o fogo agora não Carluxo. O crime está cometido e o Twitter é uma prova cabal. C’est fini.

    1. A propósito, senhor Carluxo, quando eu digo que seu pai terceiriza a cadeira presidencial eu falo sério. Afinal, não é você e o Olavo de Carvalho que demitem ministros de governo?

    2. A propósito, menino Carluxo, quando eu digo que seu pai terceiriza a cadeira presidencial eu falo sério. Afinal, não é você e o Olavo de Carvalho que demitem ministros do governo?
      Vem cá. Como é que funciona essa coisa do seu pai deixar que você fale em nome dele, e, consequentemente, fale em nome da presidência da república nas redes sociais? Você sequer trabalha no governo, rapaz. Você não é ministro. Você não é porta voz. Você não é nada no governo moço. Se coloque no seu lugar. Vai trabalhar na Câmara de Vereadores do Rio que você foi eleito e o povo carioca te paga é para isso. Você não é pago e nem tem autorização do povo para exercer a presidência da república no lugar do seu pai não.

  2. O General Vilas Boas assessora diretamente o seu governo capitão. Então, é de se esperar que ele fale em nome do governo quando externa opinião sobre assuntos governamentais, especialmente, os impactantes. Daí, eu tenho direito de achar que o senhor estava ciente e andou endossando as palavras do general tentando coagir o STF. Da outra vez ele nao ocupava cargo em nenhum governo. Agora a situação é diferente. É crime de responsabilidade do presidente da república constranger o livre exercício do Poder Judiciário. Se as palavras do general Vilas Boas tentando coagir o STF a votar a favor da segunda instância e contra a Constituição não têm o seu aval, quando é que ele vai ser demitido, heim?

  3. É muita enrolação. Os caras (que custa nos uma fábula de dinheiro (gastando 2 ou 3 horas) para um voto que daria no máximo em 5 minutos. Vocês viram o caso do Canivete Fachin. Parecem-nos verdadeiros pavões.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.