Congresso dos Engenheiros: soberania nacional está ameaçada

fisenge

Trecho da Carta da Engenharia Brasileira, aprovada no final de semana, no 11º Congresso Nacional de Sindicatos de Engenheiros, realizado em Curitiba:

Com a consolidação do golpe ao mandato da presidenta Dilma Rousseff, a engenharia brasileira sofre um inaceitável processo de criminalização, com empresas nacionais fechadas, obras paralisadas e milhares de profissionais demitidos. Estas são consequências intoleráveis, frutos da crise política capitaneada pela Operação Lava Jato. Repudiamos a corrupção e exigimos a responsabilização de todas as pessoas envolvidas em desvios de conduta, sem a penalização das empresas nacionais.

A engenharia é o motor da economia de todo país, uma vez que amplia a capacidade produtiva e de investimentos. A desnacionalização da economia, em curso no Brasil, aprofunda o desmonte da engenharia brasileira, a subordinação ao capital estrangeiro, as desigualdades sociais e ameaça a soberania nacional. Repudiamos, ainda, a entrega do território brasileiro e também a privatização da Eletrobras, dos Correios, da Casa da Moeda. Reivindicamos a defesa da Petrobras pública e estatal como elemento estratégico para o desenvolvimento social. É imperativo o investimento em ciência e tecnologia, impedindo a chamada “fuga de cérebros”. Um país sem ciência e sem tecnologia é um país sem soberania nacional. A engenharia brasileira possui acúmulo tecnológico para pensar, formular, construir, projetar e inovar soluções de melhoria de condições de vida para a população.

Os delegados de sindicatos de engenheiros prometeram assumir “a tarefa histórica de resistir e lutar em defesa da engenharia, da democracia e da soberania nacional”.

contrib1

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

26 respostas

    1. Nem adianta rebobinar, a opinião de muitos aqui combina com os fascistas em todos os pontos. Escolhas seletivas onde só o que eles escolhem é “política”. O que estiver fora disso não conta como prioritário. Viseira de esquerda dominada pela direita.

  1. O dígito verificador da conta corrente escrito no quadro amarelo está errado (é X e não 0). Sugiro correção para evitar desistência na hora do depósito.

  2. Defesa da soberania nacional, evitar privatizações p/tapar rombos, defender a Petrobrás e as estatais, bem como meios de evitar que sejam cabides de emprego e custeadoras de campanhas eleitorais como foi do PT/PMDB e provedoras de contas secretas na Suiça, Panamá, Ilhas Cayman, etc, tudo bem! Vamos preservar inclusive as grandes empreiteiras, deixando-as trabalhar, mas sem soltar seus líderes que tanto prejuízo deram ao país. E lembrem-se, o Temer está propondo um grande estrago sim, mas quem afundou pra valer a Petrobrás foi o PT e seus mandatários (PMDB, PP, etc). Afinal, nos governos de Lula e Dilma, quem nomeava os Diretores das estatais que hoje devolvem milhões ?(é claro que ainda preservam valores iguais ou maiores em outras contas). A Lava jato prendeu pessoas, não prendeu empresas. E para que elas voltem às concorrências públicas devem ser passadas a limpo. Não é para isto os acordos de leniência? Querem simplesmente acabar com a Lava Jato e deixar a corrupção solta com as empresas superfaturando obras? Será que é isto que estão propondo?

    j

    1. Você vai se dar muito mal na vida. Sabe por que? Porque seu raciocínio é típico do sujeito que vende o carro pra comprar gasolina, ou vende a televisão pra comprar videogame. Mas, enfim, você só está escrevendo aquilo que lhe mandaram escrever.

    2. Sobre a Petrorás: “O presidente da Petrobras, José Sergio Gabrielli, disse à Folha que o modelo de gestão da empresa no governo tucano (1995-2002) reduzia a exploração petrolífera, desmembrava a área de refino, inibia investimentos e deixava o custo para a empresa e o lucro para o setor privado. Há inclusive documento no Fundo Monetário Internacional que comprova a tentativa do governo tucano de privatizar a estatal. A receita da Petrobras, no ano de 2002, era de R$ 69,2 bilhões. Em 2012, saltou para R$ 281,3 bilhões.” http://fatosedados.blogspetrobras.com.br/2009/11/10/em-oito-anos-a-petrobras-cresce-1350-em-valor-de-mercado/

      1. Vende a casa para pagar dívida no cheque especial ou cartão de crédito, vende a empresa pra pagar fornecedor, vende a mãe pra pagar dívida de jogo… O tal rombo arrombou-se de vez para que o “chefe do governo e amigos” que os coxinhas e trolls defendem não sejam presos. Então, vende uma das maiores empresas de petróleo do mundo para comprar apoio.

    3. Eu estive presente nesse Congresso. A responsabilidade de debatermos a soberania nacional, com investimentos na infraestrutura, para o desenvolvimento social e econômico, encontrando soluções que beneficiem a sociedade e o cidadão brasileiro, vai muito além do minimalismo desse joguete de estabelecer uma relação PT-PMDB. Inclusive porque o que está destruindo o país é justamente a falta de um projeto popular, que era realizado pelo PT e foi destruído por essa quadrilha entreguista. Estamos nas mãos dos ratos do PMDB em perfeita harmonia com vermes do PSDB, DEM, PSC, MBL, CIA, et caterva.

  3. Por que será que essa categoria importantíssima do Brasil não começou a se manifestar desse modo desde 2014 quando a Farsa Jato surgiu para ser cabo eleitoral de Aécio Neves?

    Outra coisa:será que Garotinho teria sido preso pela Polícia Federal se ele estivesse no ar pela rádio Globo?

    A rádio Tupi,segundo pesquisas,tem mais audiência no Rj que a rádio Sérgio Globo.

  4. A Soberania Nacional começou a morrer ao som dos golpes nas panelas de madame, desfiles com camisas da seleção brasileira, por pura pirraça de Aécio.
    O escript foi dado pela Globo e executado por “uma Câmara de bandidos presidida por um bandido”.
    Cai uma presidente honesta, legitimamente eleita, e botam no colo de Trump esse boneco de ventrículo. E as panelas do povo estão ficando vazias. No fim, a gente paga o pato.

  5. Como engenheiro, posso afirmar o seguinte sobre minha classe: não passam de um bando de coxinhas hipócritas.

    Tanto no meio acadêmico quanto no profissional, é difícil encontrar pessoal mais fanático pela ideologia fascista. Afirmo sem dúvidas: engenheiros, em sua esmagadora maioria, odeiam pobres, odeiam minorias e adoram uma farda. É triste, mas é verdade. Posso apostar que os mesmos que agora falam de soberania nacional ensinam seus alunos de graduação que o Brasil não vale nada e estaríamos melhor lambendo as botas do Tio Sam. Essa preocupação fingida é porque perceberam que o Golpe vai atacar seus empregos.

    Assim, como médicos e advogados, não tenho a menor simpatia pela minha classe, porque sei como pensam. Que se fodam, de verde e amarelo.

  6. AGORA?!… Eu que não sou engenheiro e vendo tudo que essa farsa-jato fez e faz já sabia que esta é uma operação lesa-patria e que, tirar Dilma e inabilitar Lula era condição para que o interesse dos EUA – através da CIA – se consolidasse, como só agora estes senhores dizem isso?

    Por que só agora petistas de alto calibre denunciam a farsa-jato e o cafajeste de primeira instância?

    Por que só hoje – e dia de semana !!! – marcam de fazer ato em frente a globo?

    Há quanto tempo não sabem que a Matrix, a “mão que balança o berço” é a globo?

    Não percebem que ao detonar a ALCA, proporcionar a criação dos BRICS, fortalecer o MERCOSUL e tentar criar um mundo multipolar integrando também a África, Lula comprou uma briga com os terroristas do norte?

    Não percebem que Lula foi percebido como grande liderança mundial e que isto é péssimo para o controle econômico e político dos EUA? Nunca perceberam?

    Nunca viram que a globo é o braço midiático dos EUA e que esta também recebe ordens para destruir Lula porque esses terroristas do norte querem nossas riquezas e destruír nossa soberania?

    Nunca se deram conta que mesmo a globo ganhando dinheiro à rodo durante os anos de prosperidade social nos governos petistas, o patrão do norte manda isso às favas, porque são suas empresas que têm que explorar e expropriar nossas riquezas?

    Dá p´ra entender que o ódio que inocularam em grande parte da população mesquinha, ingrata, canalha e egoísta, não é por conta dos programas sociais apenas, mas, principalmente, porque este gigante tem que ficar deitado, desacordado e pronto para ser saqueado?

    Tá difícil entender que são eles – os EUA – os financiadores do golpe? E que agora os comprados foram não apenas os milicos (cadê eles, os “nacionalistas”) mas o judiciário? O que faz e fez Janot, Moro e Dallagnol nos EUA tantas e tantas vezes?

    E Barroso? Outro cachorro da CIA, participando de um tal think tank ligado aos centros de “inteligência” dos EUA, defendendo as tais “reformas” e atacando as leis trabalhistas, elogiando moro e mostrando que quem manda é o judiciário e a mídia… Claro, mandam como gerentes. O patrão é o Estado estadunidense.

    Fico pasmo em saber que o país acabou e eles – com uma síndrome de barrichello (perdoe-me o piloto) – dizendo aquilo que desde 2013 com as tais jornadas “espontâneas”, já era mais que sabido. Destruiram a popularidade de Dilma, criaram uma operação que não lava nada mas que serviu para golpear nossa frágil e débil democracia, derrubaram avião do Eduardo Campos um dia após ele – na globo – não se apresentar como alternativa ao projeto petista, logo, Dilma venceria fácil no primeiro turno, caso a providenCIA “divina” não colocasse marina, derrubaram o avião do Teori, que serviou ao golpe mas mexeu com moro ao acusar suas práticas de medievais e iria investigar tucanos… e aí, petistas e clube de engenharia vêem dizer que… a soberania está ameaçada!!!!… faz-me rir, companheiros. Tinham que ter feito essa denúncia antes, em 2014. Ficaram melindrados em acusar a farsa-jato e serem chamados de petralhas, de corruptos… pois é… vamos vender pipoca e apertar parafusos. Sem empresas, sem empregos, sem leis trabalhistas, sem soberania, tecnologia… sem alma.

    1. eu fui engenheiro. deixei de ser no desmonte collor/fhc.
      a engenharia brasileira foi desmontada ,da mesma maneira que está sendo, no reinado fhc.
      Lula ressuscitou o cadaver e conseguiu uma engenharia ressuscitada melhor e mais forte que a falecida.
      matar a engenharia de um país é a receita certa para garantir que o país, morto, não ressuscite.

  7. Agora é tarde. Os profissionais certamente pensaram que tudo que estava ocorrendo não os atingiria.
    DORIA ou Bolsonaro representa o mesmo destino.
    Talvez agora aprendam que todo político não é igual.

  8. Nem vem que não tem. Esses engenheiros, assim como a maior parte do resto da burguesia são um bando de paneleiros! Responsáveis diretos pela situação.

  9. Algumas universidades federais estão administrando uma fábula de dinheiro
    em convenio com os famigerados cursos de ensino a distância. Muitas vezes dinheiro jogado no lixo com também fundações obscuras e sem transparência.
    Já houve casos na universidade de Brasília anos atrás. Recentemente ouve um cana na universidade federal do Paraná e agora um possível caso na universidade federal de Santa Catarina.

  10. Nas ultimas feiras de engenharia que eu fui anos atrás nas mais diversas áreas
    tava cheia de empresas estrangeiras e mercadores importadores FDPs que destroem a engenharia brasileira. Há empresas que a duras penas produzem no Brasil.
    Mas há também muitos empresários mercadores safados vivendo as custas de muitos produtos importados que poderiam perfeitamente serem produzidos no pais.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.