Contagem regressiva para a desmoralização dos militares

As vantagens que se anunciam aos militares para que aceitem ser incluídos na reforma previdenciária, como o vergonhoso “auxílio-pijama” que O Globo  anuncia hoje, em reportagem da bem informada Geralda Doca, colocam as Forças Armadas do terreno da defesa de seus interesses corporativos – o que sempre aconteceu – para colocá-las  no perigoso chão da “venda de proteção” a este governo.

Oferecer a “dobra” do bônus em dinheiro, cash, aos militares que passam à reserva – um tenente-coronel receberia R$ 91,6 mil – além de um reajuste nas gratificações que compensaria, com folga, os maiores descontos previdenciários da tropa e da oficialidade – significa isso: comprar o apoio das Forças Armadas – e apoio de força armada, armado é –  às crueldades que se fará aos idosos e aos trabalhadores em geral.

Onde é que isso se diferencia do que fazem máfias, milícias e correlatos ao venderem proteção?

Mesmo com a “armação” de mandar, em separado, “castigo” e “benefício”, como se isso fosse impedir as pessoas de compará-los, será inevitável a impressão de que foi feito um negócio em que os militares recebem em dinheiro por seu apoio a este governo.

Faltam seis dias para que se apresente a proposta de reforma militar. É contagem regressiva para um baque irrecuperável na imagem do Exército, que é quem tem arrastado as outras forças neste processo, ppelo seu poder e tamanho.

Se alguém estava achando “birra” o fato de que os deputados estejam exigindo a apresentação do projeto dos militares antes de dar andamento à reforma da Previdência civil, aí está a razão.

Ou melhor, a vergonha.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

14 respostas

  1. Parece que essa reforma se tornará um Frankenstein, para que possa ser aprovada. Um monstro que só será medonho para com o povo. Aliás este sempre foi o único objetivo.

  2. Isso é o melhor que essa “equipe técnica escolhida a dedo” e esse governo “sem ideologia” podem fazer? Se continuar assim, o estrago será tão grande que levaremos, no mínimo, 50 anos para reverter todo o dano feito ao nosso país.

  3. E o Trump? O maluco reservou uma “infinidade” de 20 minutos com o outro (o nosso) para discutir vários assuntos de interesse nacional – deles! Vai ser na base do “eu mando e tu obedece”. Ainda bem que deve sobrar uns 2 segundos para que possa falar “talquei!”

  4. Quanto ganho um soldado de qualquer uma das armas ou das PMs e polícias civis? São eles que de fato fazem o serviço, que trabalham, que ficam cara a cara com os inimigos e bandidos. Será que eles, que são o povo, cujas familias são iguais a todas as outras familias brasileiras, não percebem que são usados como “bucha de canhão”? Que são fudidos e mal pagos? É por aí que qualquer ação que corrija estes absurdos de privilégios, que chegam a ser maiores que os dados ao judiciário, deve começar qualquer ação reparadora.

  5. Que é que esta turma produz??nada
    São baratos? não ,quem nada produz e recebe por isso ,já é caro,se somamos os pornográficos salários e vantagens ,deixa de ser caro para virar um marajá com o dinheiro dos contribuintes de um país de miseráveis como o nosso..
    São úteis? quem nos invadiría ,Bolivia? ou alguma potência ? no segundo caso não teríam utilidade nenhuma.
    Então ?
    O sonho do militar nacionalista é mais uma utopía da esquerda.

  6. AS IMPRODUTIVAS,ONEROSAS E ANTI PATRIÓTICAS FARDAS PODRES SÃO CÚMPLICES DE UM PSICOPATA MILICIANO,FORAM AVALISTAS DE UM GOLPE DE ESTADO E FAZEM CHANTAGEM CONTRA A TOGA COVARDE.

  7. Em que pese haver parcela expressiva de miliares integrantes das FFAA que sejam pessoas corretas e nacionalistas, é inegável que o mercenarismo, o carreirismo, o corporativismo, o capanguismo, o vira-latismo e o entreguismo estão no comando e dominam as FF, sobretudo o exército. o portal GGN publicou anteontem, 12 de março de 2019, excelente reportagem mostrando que mais de 3.600 militares, de diferentes patentes, de diferentes FFAA e PMs foram perseguidos e muitos deles barbaramente torturados pelo regime imposto pelo golpe militar-empresarial de 1964. Isso representa cerca de 25% das pessoas perseguidas, torturadas ou assassinadas pela ditadura. O link para a matéria é https://jornalggn.com.br/direitos-humanos/os-militares-que-a-ditadura-brasileira-tentou-apagar/.

    É muito importante observar que TODOS os golpes de Estado aplicados no Brasil tiveram a participação direta dos militares. Portanto o mercenarismo, o carreirismo e a canalhice, revelados nessa postagem do Tijolaço, não me surpreendem.

  8. Por falar em desmoralização dos militares eu achei uma desonestidade muito grande o general Mourão justificar a tragédia de Suzano com os videogames para fugir da responsabilidade política do governo Bolsonaro pela glamourização das armas. Ora, há quanto tempo existem videogames e esse tipo de coisa não acontecia no brasil? É muito triste viver num país eivado de desonestidade governamental.

  9. E não se esqueçam: as ideias brotam da cabeça (ou da bunda) do BOSTANARO. Ele que, muito patriótico, entrou para a reserva aos 33 anos, depois de ter contribuído durante 15 anos, para a previdência militar (o salário/soldo atual é de cerca de R$ 10.000,00). Essa “reserva moral” que se aposentou aos 33 anos, quer que os funcionários públicos e o pessoal da CLT e da roça trabalhe até os 65 anos….. E ainda tem gente estúpida que apoia esse imbecil (se bem que talvez não seja apoie, talvez seja se veja refletida – povo imbecil vota em imbecil-).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.