Desemprego dispara nos EUA: 3,3 mi pedidos de auxílio em uma semana

Deu na CNN norte-americana: os pedidos de auxílio desemprego nos Estados Unidos, na semana encerrada no domingo passado, dispararam para 3,28 milhões.

É quase cinco vezes o número recorde, de outubro de 1982 e o da eclosão da crise mundial de 2008, como você vê no gráfico.

Recorde-se que, em alguns poucos estados norte-americano foi decretado o fechamento de atividades não essenciais.

Não adianta dizer, como diz Donald Trump, que a economia não pode parar.

Ela está parando e vai parar, porque as pessoas – exceto alguns governantes e empresários – não estão dispostas a um morticínio.

Hoje, o número de casos nos EUA vai superar, no total, os registrados na Itália.

Com poucos dias e com o agravamento da situação dos pacientes, as mortes, que já acumulam mais de mil por lá, subirão para perto deste número por dia.

Só aqui, na imaginação do psicopata que está na Presidência, vai ser uma “gripezinha” que se cura no culto evangélico.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

32 respostas

  1. Crise catastrófica mesmo, vai ser quando explodir a montanha de dólares falsos que os EUA imprimem a cada crise. Aí sim a economia mundial vai capotar.

    1. Uma observação: a imagem da polícia batendo no cidadão é de uma greve de professores por melhores salários. Já vimos esse filme aqui no Brasil…

      1. Em seriados juvenis de empresas cujos controladores sao democratas como Disney e ViacomCBS os professores sao frequentemente ridicularizados.

    2. E depois os comunistas é que são ideologizados! Um miserável desses tem a bandeira americana na tenda de campanha, quando esse país nada lhe dá apenas aproveita a sua força de trabalho, quando o faz.. Aqui no Brasil vemos a mesma coisa, pobres enrolados na bandeira do Brasil, e com a camisola da selecção, gente completamente desprezada pelo poder, a quem pagam impostos, mas que nada recebem. Como alguém pode ser tão idiota? O meu país é aquele que me trata, e me ama, não o que me despreza, e me deixa morrer na valeta.

  2. Parece que os governadores estão propondo através de uma Carta de Reivindicações o pagamento da renda cidadã (já aprovada desde 2005) para todos os brasileiros. Acho que se for aprovada, o Brasil vai sair dessa crise do coronavírus maior e mais forte. A imensa maioria dos brasileiros precisa e vai injetar na economia todo esse dinheiro, mesmo estando em isolamento, através dos mecanismos de entrega existentes, cuja segurança será aos poucos aprimorada. Os que não precisam desse dinheiro e vão deixá-lo no banco são tão poucos, que não fará diferença. Será mais fácil controlar dando para todos, pois permitirá usar os controles existentes (ex. CPF) e dificultara os tradicionais deesvios.

    1. Você está falando de Trump ou de Bolsonaro?
      Se está falando de Bolsonaro, acho que vai mesmo tentar dar um golpe. Mas, como disse um outro comentarista, não vai funcionar, A maior parte do exército não vai aderir e as milícias só têm muito poder em algumas regiões do Rio. O povo não vai aderir. Mesmo o terço da população que ainda apoia ele (maioria de evangélicos) não vai encarar uma luta armada para mantê-lo no poder, mesmo que o pastor mandar. Mas como milicianos e bolsominiuns são gente muito ruim, provavelmente vão sair por ai matando quem os enfrentar, 30 mil ou mais, principalmente jovens. Talvez seja esse o fim de bolsonaro e seu clã. Mas vão deixar muitos mortos, para os golpistas, os antipetistas, os piores políticos e os jornalistas e bloguistas mercenários terem que encarar para o resto das suas vidas o preço que pagaram para tirar o PT do poder espalhando fake news absurdas.

      1. No dia que os bolsominions tiverem que dar o corpo ao manifesto, acredito que 90% desapareçam. Não passam de um bando de covardes, alguns bombados que se julgam, mas que no dia que azedar, vão fugir com o rabo entra as pernas.
        O que dá coragem a um exército, é saberem que a razão está com eles, não são as ordens dos pretensos comandantes. Um exército que não acredita por aquilo que combate, não ganha uma única batalha, e no exército do bozo, os únicos que o apoiam sem restrições, são os que se estão a aproveitar da mamata, mas daí a arriscar a vida vai um grande passo.

      2. Estes idiotas Bolsonaristas tem que observar algo muito mais poderoso que FA, que é a economia. Um país com economia destroçada como está ficando o Brasil de nada adiantará matar cem, duzentos, pois atrás destes haverá milhões. Para esta turma de idiotas bolsomerda fica aquela conselho: É a economia suas bestas

  3. Brito, não estou te entendendo.
    O golpistas, globo, judiciário, generais de palácio e empresários golpistas, colocaram no governo este pobre e ignorante senhor. Temos agora uma crise gravíssima e o “escolhido” deles é a última pessoa em que pode esperar alguma atitude razoável (secundado por este horrendo guedes, moro e heleno, vejam bem). O idiota nem sabe o que faz no governo. Mas alguma coisa terá que ser feita ou vamos mesmo para o buraco. Tem muito a ser feito e nada tem sido feito. Os covarde se escondem e em alguns casos agridem outros covardes, mas isto nada vale.
    Onde e quando as medidas!!!!???? Qual é o papel da globo que agora se serve de atacar quem ela escolheu, sua cria? Onde a auto-crítica da globo e dos golpistas? Qual a ideia? Por mais cretinos que sejam, agora eles têm que agir.
    Os covardes que ali o colocaram continuam covardes para assumir que erraram gravemente e tentar uma reviravolta, etc. Assumirão esta nova desgraça?
    Não estou preocupado com a bolsa, o dolar ou o desemprego nos eua.
    Quero saber o que será feito, antes que nem precise mais.
    Cobremos dos golpistas que, queiramos ou não, estão no poder: façam alguma coisa.
    Cobremos sem descanso.

  4. Acho que é meio fora de hora, mas vou dizer: viram como ficou ainda mais imoral o aumento que deram ao judiciário e aos militares?

  5. O número de desempregados na semana passada nos EUA é o maior da série histórica (nos EUA é por semana o registro). Nesta semana deve piorar muito.

    o dr. Anthony Fauci, que nos EUA é a voz pública da comunidade científica nesta pandemia, deu um direto no queixo de Trump, após este afirmar que a paralização das atividade terminaria na páscoa.

    Dr. Fauci disse que a sucessão de eventos não era determinada por ninguem mas pelo virus (you don’t determine the timeline; the virus determine the timeline). Dr. Fauci é aquele baixinho grisalho, magrinho de óculos, que aparece seguidamente junto com trump nos pronunciamentos oficiais deste sobre a pandemia.

    No video no link a seguir pode-se ver que não há diferenças essenciais entre os dois bozos (nos EUA muita gente chama trump de bozo, também). A diferença essencial é que nos EUA o congresso tem mais poder e as carreiras de estado se impõem sobre as indicações políticas quando questões fundamentais para a vida das pessoas e do país estão em jogo.

    Há um sopro de esperança no Brasil, quando se soube que os técnicos do ministério da saúde afirmam que não acatam decisões vindas de cima se elas contraditarem a ciência. Obviamente há que ter comando político das carreiras públicas, mas estas, em preservando os principios éticos, tem que confrontar a barbárie na política.

    https://www.youtube.com/watch?v=LT8Ssj_wuns

    1. Meu, a crise social e econômica nos EUA vai ser de proporções hecatômbicas. Já tem gente da esquerda lá falando em revolução armada. E lá, os cidadãos têm o direito de portar armas. Se houver um levante popular, vai ser levante armado.

        1. Ha ha ha ha.
          Sonhar ainda não é proibido. Então vamos lá: já pensou se acontecer um levante popular nos EUA e o astrólogo tiver que fugir para a Colômbia ou o México?

          1. Putz, vai levar coronavírus.

            Em tempo, vamos ver até que ponto a “democracia” americana vai reconhecer a legitimidade do levante popular, ou se vai sair prendendo e arrebentando, no melhor estilo totalitário. O deep state manda lembranças.

          2. Ah, meu, certeza que um levante será enfrentado a bala. Só que será bala contra bala. Aqui no Brasil, o MST enfrenta os fuzis dos fazendeiros com pás e enxadas. Lá a coisa é diferente.

          3. Não creio… serão bazucas, tanques, drones e bombardeiros leves contra os fuzis (de quem tiver) e as “pistolim”, os “revolvim” e os bacamartes do séc XIX do Olaveco e dos “white trash”.

          4. Isso é verdade. Mas tem uma coisa: numa guerra, o lado que defende uma posição tem vantagem sobre o lado que precisa avançar. Explico: digamos que os trabalhadores ocuparam uma fábrica. Não é fácil para o exército invadir, pois para isso é preciso se expor. Claro, se houver bombardeio aéreo, aí a coisa muda. Mas nesse caso, haverá uma explosão ainda maior, a Casa Branca se verá cercada por milhões.
            Bom, estamos aqui viajando na imaginação. As próximas semanas e meses nos mostrarão como isso tudo vai se desenvolver.

  6. Prezado Brito,

    sempre afiado no teclado. Desta vez discordo de você! Concordo com o Nassif! Chamar o Bolsonaro de louco não é o caminho, pois loucos podem ser interditados e irem para casa bem feliz (será o caso do Bolsonaro).

    ELE (BOZO) TEM QUE SER CRIMINALIZADO – GENOCIDA e como tal pagar pelos seus crimes!

    Um forte abraço,

    LM

  7. Isto é que dá, aprendiz de feiticeiro, acaba queimando o rabo. O povo americano pouco se importa com o mundo. Primeiro,
    eles depois, e depois eles e depois eles e assim segue. Esta raça acha que vivem numa ilha. Os burros pensam que as coisas degringolarem eles estarão imunes só porque tem uma máquina de imprimir dólares. Mas, isto está perto do fim!!!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.