É preciso enfrentar os zumbis nazistas

O nazismo não é uma ameaça, é uma presença entre nós.

Não são muitos, mas nos faltam condições de barrá-los nas ruas e nos faltam líderes que os enfrentem com a necessária energia.

Eles não têm a maioria, mas têm o poder no país, como Hitler o tinha na Alemanha para dar cobertura às suas tropas de fanáticos e a um processo de intimidação que se baseia na anulação dos adversários, por medo ou por simples covardia.

Hoje, na manifestação de enfermeiros e enfermeiras por seus colegas mortos no combate à epidemia, dois ou três destes vermes foram insultá-los, sem que a polícia os impedisse de agredir, como zumbis da morte.

“O dia em que os empresários pararem, você não recebe o seu salariozinho”, diz uma bactéria fascista a uma enfermeira, a quem diz que “sente seu cheiro, de quem não toma banho, que não usa um perfumezinho”.

Jair Bolsonaro alimenta-se desta insanidade. Mas também da covardia com que é enfrentado, com uma inexplicável leniência falsamente democrática.

Se estes monstros, como mereciam, fossem tratado a pau, como mereciam, não faltariam mimizentos a defenderem o “direito” de manifestação dos nazistas em favor da morte.

 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

22 respostas

  1. EXATO ! A violência quase sempre tem de ser evitada, mas há um momento em que TEM de ser respondida. Esse momento já chegou há muito tempo. Seja na palavra ou na porrada, como esses infelizes quiserem. E caso estejam armados, eu não vou postar que devem ser respondidos da mesma forma, só por uma questão legal. Infelizmente as polícias estão PROTEGENDO esses excrementos sociais. Eu vi um carro da polícia fazendo escolta pra uma carreata noutro dia.
    O Brasil flerta como nunca, com uma guerra civil.

    1. Em todas as carreatas que passam pela Av. 23 de Maio, em São Paulo, a PM faz escolta, com viaturas ou motocicletas. Eles têm lado, e sabemos qual é. Quanto a possibilidade de uso de armas de fogo, também já ocorreu; em 15 de março último, durante a “manifestação” na Av. Paulista, um cretino “manifestante” atirou em uma moça com quem discutiu, em plena calçada e na frente de todos os que estavam diante de um shopping:

      pic.twitter.com/wVQu8cCwmE

      Conforme postei na ocasião, mais assustador que o evento em si foi a atitude do fascista, que saiu andando como se nada tivesse feito, ainda com a arma na mão. O Brasil já passou do enamoramento com o fascismo, estamos à beira de ver milícias paramilitares “patrulharem” as ruas, para “limparem-nas de indesejáveis”, a exemplo dos camicie neri mussolinianos. Quanto mais acuados estiverem pela circunstância, mais tenderão a usar o único trunfo que têm, a violência. Cujos “profissionais” também têm lado, como nos lembrou o vice-mulo, em um ato falho freudiano.

  2. No momento em que ele ameaçou uma enfermeira……deveria era ter tomado um murro bem no meio da cara……para fdp fascista so ha uma linguagem

    1. Eu teria quebrado todos os dentes dele! Chega de ser republicano. É na chibata!

  3. Nas democracias também se parte para as vias de fato, quando necessário. Essas pessoas pensam que são deuses e podem sair por aí desrespeitando o direito dos outros.

  4. Infelizmente conheço um destes tipos desprezíveis, com esse papinho m&[email protected] de “eu pago seu salário, sou empresário, mimimi whiskas sachê”. Ironicamente era empregado público na mesma estatal em que eu trabalhava até meados do ano passado, quando foi convidado a se retirar de lá. Deve vir daí toda a raiva, inveja, recalque destes tipos, em relação aos servidores públicos que cumprem seu dever com seriedade e diligência.

  5. Sempre achei que eles só nos respeitariam na chibata. Qdo o governo Lula foi acusado de espionar o STF devia ter ido para cima e enfrentado o acusador. Se nada fosse encontrado EXIGIRIA desculpas. Nada foi encontrado e ninguém pediu desculpas. Qdo na campanha eleitoral inventaram o atentado da ” bolinha de papel” na cabeça do vampiro, um tijolo segundo eles, era para ter entrado de sola no PSDB por falsidade ideológica e exigido que a chapa tucana fosse cassada. Nada fizeram. A mesma coisa com o probo Demóstenes. São Paulo teria o mínimo de investimento federal. Teria feito uma varredura nas administrações tucanas e processada toda irregularidade encontrada. Comigo ia ser chibata na PF, MP e Judiciário. Colocaria pessoas probas e sérias no MP, PGR, STF, AGU, TCU e PF. Não aceitaria qualquer coação, e toda reunião seria gravada e aberta. Protesto fascista teria a polícia reprimindo e prendendo, a CF proíbe qualquer manifestação nazista. Faria uma auditoria na dívida interna.Teria revisto toda privataria tucana com auditoria do MP junto com a Receita.Reabriria o caso BANESTADO com o Sr Moro & doleiros ladrões. São medrosos mas estão se achando intocáveis pelo demente que elegeram na onda do ódio disseminado pela imprensa. As mídias seriam tratadas a pão e água, não teriam vida fácil. Nenhuma empresa podia cobrir o pais, apenas 30%, e teria que optar por 2 sistemas nunca por todos. Dinheiro do Estado mínimo possível. Todas dívidas para com o fisco e previdência seriam imediatamente cobradas sem prazos intermináveis. Acabaria com essa esculhambação que é a prescrição, pois se é dinheiro roubado do povo não há prescrição. Ia ser na chibata!

    1. Perfeito, parabéns! Só faria um adendo na parte da mídia: ZERO dinheiro público para eles. Nos contratos de concessão constaria uma cláusula com reserva de tempo na mídia falada e televisionada e de espaço na mídia escrita para veiculação GRATUÍTA de mensagens e informes do governo. Isto acabaria com a prostituição reinante no meio.

      1. Concordo. Ganham bilhões explorando uma concessão pública, com todas regalias que uma empresa privada não têm e o Estado ainda tem que pagar qdo necessita informar ao brasileiro. Ia ser na chibata!

      1. No início sim, havia uma espécie de pacto de não agressão. Mas por silenciar tentaram um golpe subversivo com o tal mensalão, pois o PT era corrupto e “eles,” probos, honestos. Eu teria dado um tempo e (depois de indicado o PGR de minha confiança, essa tal lista tríplice era uma armadilha é o chefe da PF também) entrado de chibata com vazamento ( eles adoram um cano furado) para imprensa de toda bandalheira demotucana. Cadeia ia faltar…

        1. Meu caro,faço essa afirmação faz muito tempo.Não é só na política ,ou na vida em sociedade,a própria física nos ensina isso quando se refere a inercia “um corpo em movimento manterá essa condição enquanto…bla,bla,bla”.
          FALTA CORAGEM,FALTA DECISÃO,FALTAM CULHÕES PARA ENFRENTAR O FASCISMO,por isso eles se mantém em movimento,sempre avançando.
          Mas,por qué? é bem simples e a teoría política ensina isso a respeito do comportamento centrista ,é conciliador,na busca do ponto comúm que evite os conflitos.Podemos qualificar Alemanha de esquerda ?,ainda que seus cuidados com a questão social sejam melhores e maiores dos que houve em tempo dos pts???NÃO,Ângela Merkel ,é uma excelente administradora CENTRISTA.Ela equilibra espertamente os interesses dos vâmpiros financeiros com a questão da imigração dos países árabes ,por exemplo.
          As enormes injustiças que no Brasil preduram históricamente,foram “negociadas”,a distribuição da riqueza,por exemplo,em troca do acesso masivo da massa popular ao ensino superior. .

          Para torçer essa realidade ,é necessário um partido de ESQUERDA,de verdade,e não aquela propaganda vendida e engolida pela massa,de que em este país temos ESQUERDA.

  6. No entanto, olhando para o que representa isso de verdade, se conclui que é desespero dos imbecís por descobrirem que são imbecís. Quando caiu a máscara do Moro e levou junto todo bla-bla-blá contra a corrupção foi o mesmo que dizer:” Você votou bolsonaro, você é imbecil”. Difícil aceitar isso, reconheço, mas foi esclarecedor. O jeito é agredir, espernear, mas imbecil é imbecil, não tem jeito. Vão votar no Huck, ou outro enganador qualquer.

  7. Estudos feitos por várias especialidades após a 2a. guerra descreveram o fascista como alguém que tem dois componentes comportamentais, humanos, que todos nós temos em diferentes graus, narcisismo e autoritarismo mas juntos em graus elevados. O sujeito é apenas insuportável se estiver sozinho, mas quando se enturma forma falanges e partidos políticos. Não sou eu que estou dizendo, esta é a conclusão destes estudos: tal conjunção destes componentes são mais comuns entre os alemães (provocaram 2 guerras mundiais em menos de 20 anos e… perderam as duas).
    O Renanzinho, o 04, soma a estas “virtudes”, tal como seu pai e irmãos, o fato de ser adolescente! Êta sujeitinho insuportável que nem consegue comer o condomínio todo, só a metade.

  8. A Alemanha os deixou fazer o que queriam, a Itália idem, deu no que deu. Os exemplos da História nos ensinam os caminhos. Essa turma já passou do limite há muito tempo e as instituições nada fazem, ao contrário, as polícias ainda os protegem em suas carreatas e carros de luxo e blindados, todos com máscaras e gritando para os trabalhadores voltem aos serviço. Escravagistas e fascistoides. Neles não há empatia, portanto não devemos ter empatia com eles; são bestas não seres humanos.

  9. confesso que me senti mal, ao ver a cena. Nem assisti até o fim. São bestas feras, cevadas e soltas e não há ninguém com autoridade moral pra po-las nas jaulas de novo. Deprimente, que possam ser chamadas de “semelhantes” a seres humanos

  10. Percebi a mesma coisa. A polícia apenas assistindo. Deveriam ser denunciados por prevaricação creio eu: deixar de cumprir com seu dever!!!

  11. Rapaz, o processo de imbecilização foi grande. É assustador. Como diria o grande general Maximus: “O tempo de meias palavras já terminou. Né não?

  12. “O dia em que os empresários pararem, você não recebe o seu salariozinho”, diz uma bactéria fascista a uma enfermeira, a quem diz que “sente seu cheiro, de quem não toma banho, que não usa um perfumezinho”.
    A típica fala do imbecil que luta pra ter o direito de ser explorado pela burguesia. De fato a vacina que essa gente carece no momento são os livros.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *