“Estréia” de Bolsonaro só agrada 37%, diz pesquisa

Uma pesquisa de banqueiros (XP/Itaú) não deixa de registrar o declínio da aprovação de Jair Bolsonaro em apenas dois meses e meio de governo: apenas 37% o classificam como “ótimo” ou “bom”, contra 20% de “ruim” ou “péssimo”, um nível baixíssimo para quem está ainda na “lua de mel” da eleição.

O nível de “ótimo” ou “bom” atribuído à gestão Bolsonaro em março é mais baixo do que o registrado por outras pesquisas durante os governos de Fernando Collor, Fernando Henrique Cardoso (primeiro mandato), Luiz Inácio Lula da Silva (os dois mandatos) e Dilma Rousseff (primeiro mandato) em momentos similares.

A expectativa dos 1 mil entrevistados, por telefone, para todo o mandato de Bolsonaro são mais altas, mas caem forte desde a posse. Eram 63% esperavam uma gestão “ótima” ou “boa” em janeiro e agora são 54% Os que prevêem
esperam um mandato “ruim” ou “péssimo”  é de 20% acontra 15% logo após a posse.

Nos próximos dias, um pesquisa do Ibope deve dar números ainda mais baixos ao presidente.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

11 respostas

  1. Bolsonaro foi aos Estados Unidos para buscar apoio contra os militares e contra o novo o STF, revigorado pelo sinal verde dos militares. Ele acena para o Trump com a quantidade e o valor daquilo que já conseguiu repassar aos States, como a enorme fatia do mercado de soja (30 bilhões de dólares), uma parcela do mercado de trigo, além dos presentinhos como base de Alcântara, etc. Ele acha que isso lhe dá o direito de exigir dos States apoio total, e providência séria contra aqueles que estão atrapalhando seu plano de destruição do país. Não foi por outra razão que ele foi visitar a sede da CIA. Com esta visita, está tentando amedrontar o STF e as Forças Armadas.

  2. Impressionante mesmo é saber que 37% da população considera esse miliciano psicopata ótimo, ou bom.
    Não bastasse não ter nenhum projeto, não ter nenhuma decência, ser um completo imbecil, ainda tem o governo crivado de escândalos, que se sucedem numa velocidade frenética.
    Esse verme consegue a proeza de ser pior que o tal de temer, com vínculos diretos com o crime organizado.
    É muita burrice pra um país só. Destruição e ignorância isso é que sobra nessa colônia arrasada.

    1. É o que também acho.
      O fato de ser a pior avaliação para um governo em início não justifica.
      Os absurdos que ele, seus filhos e seus colaboradores já perpetraram são gravíssimos. E estão sendo divulgados inclusive pela grande mídia.
      Esse altíssimo índice de 37% para bom ou ótimo escancara a falta de princípios que se propagou na população.

  3. Bolsonaro foi aos Estados Unidos para buscar apoio contra os militares e contra o novo STF, revigorado pelo sinal verde dos militares. Ele sabe que seu apoio popular é insuficiente para lhe dar sustentação para avançar. Ele acena para o Trump com a quantidade e o valor daquilo que já conseguiu repassar aos States, como a enorme fatia do mercado de soja (30 bilhões de dólares), uma parcela do mercado de trigo, além dos presentinhos como base de Alcântara, etc. Ele acha que isso lhe dá o direito de exigir dos States apoio total, e providência séria contra aqueles que estão atrapalhando seu plano de destruição do país. Não foi por outra razão que ele foi visitar a sede da CIA. Com esta visita, está tentando amedrontar o STF e as Forças Armadas. Paralelamente, ele continua em sua tática de isolar o Mourão do resto dos militares. Esta tática, agora confirmada pelo Steve Bannon, parece que não tem dado muito resultado.

  4. Ele, sendo incompetente o suficiente, é quase uma consequência dos trambiques que a direita e o centro causaram nesse país de bananas. Será difícil – se não impossível – agradar os tantos setores e grupos que agarrou.

    Digo consequência, pois mantendo-se a ideia de que é necessário reformas e umas medidas pra lá de impopulares para que se torne possível “salvar” a nação, arruma um sabujo que acredite ainda mais nisso.

    Sendo frio, totalmente frio, ao ponto de por um momento esquecer o atraso e obscurantismo que esse governo trará, se é até favorável que tal trupe tenha se posto a mesa agora. Desidrata e mostra de uma vez que esse nunca é o melhor caminho.

  5. Incrivel é existir uma parcela que ainda acredita nesse governo de aloprados………..esse devem ser parentes do imbecis do titanic que não viram o iceberg pela frente………………

  6. Essa XP/Itaú está inflando os índices de aprovação do Bolsonaro, porque quer a Reforma da previdência aprovada. Outra, que área foi feita? CANALHAS, CANALHAS, CANALHAS.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.