Eu minto, talquei? Vai encarar?

O melhor remédio para enfrentar uma epidemia é a confiança.

Sem ela, as orientações sanitárias e a mudança de hábitos da população agravam os efeitos na saúde da comunidade, o que é extremamente grave quando se trata de grandes populações e, no caso de hoje, de todo o planeta.

Estamos, infelizmente, a um presidente que, acintosamente, despreza o fator credibilidade.

Num dia, diz que o coronavírus “é mais uma fantasia” que “a imprensa propala”.

Ia na linha da seita de extrema-direita que não apenas relativiza a gravidade da situação como acha que é um plano sinocomunista para dominar o mundo, como sugere o promotor(!!) bolsonarista Aílton Benedito, incrivelmente nomeado como secretário de Direitos Humanos da Procuradoria Geral da República(!!!):

“A cada epidemia de vírus originária na China, o mundo entra em crise econômica. Então, aquele país se recupera antes de todos os outros e se torna mais poderoso geopoliticamente. Rumo à hegemonia global antecipada por crises econômicas causadas por vírus”.

Na linha da “olavolândia”, Bolsonaro seria atropelado da maneira mais cruel.

48 horas depois, aparece com uma máscara e sua comitiva à Florida está sob a suspeita de estar infectada, com um caso, o do debochado Secretário de comunicação, Fábio Wajngarten, já confirmado.

Não importa que Bolsonaro, depois de uma escalada de deboches e palhaçadas, esteja desmoralizado ante boa parte da população. Ainda há muitos – nem tanto, talvez 10 ou 15 por cento dos brasileiros – que o seguem como manada. E é ele quem tem a autoridade formal sobre o país.

Por isso, ao desacreditar-se, como energúmeno que é, faz mal ao Brasil, numa hora em que, na saúde e na economia, precisamos mais que nunca de um governo respeitado.

Tão afeito a frases bíblicas, deveria acreditar em Mateus, 15:11: “O que contamina o homem não é o que entra na boca, mas o que sai da boca, isso é o que contamina o homem.”

Bolsonaro é, hoje, o fator mais perigoso para a sanidade do país.

 

 

 

 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

24 respostas

  1. Única confiança que ainda me vem na memória é a marca de biscoito. Mas, até essa deve ter quebrado. não vejo mais no mercado..

  2. Somente ele? Caro senhor Fernando,ele NÃO ESTÁ SÓ.Tem milhões de ENERGUMENOS,eles acham que é elogio,que estão de acordo com esse TRASTE.Tanto é assim,que votaram e votarão nele,de novo,em novas eleições.Um dos males do Brasil,não são meia dúzia de CELERADOS que se elegem ,há séculos,mas a maior parte do que se denomina,brasileiros.São tão inúteis,que nem fogo os queima.

  3. O pensamento desse imbecil é manter esse gado ativo.
    Com isso ele garante vida boa para a família por décadas.
    Sempre terão uma boquinha para fazer rachadinha….

    1. Bem que ele podia buscar solidariedade entre seus filhos, amigos milicianos, generais, empresários, incluindo o vice e o marreco… Consolarem-se bem juntinho uns dos outros, com muitos abraços e aperto de mão. Vai que isso sensibilize e se tornem um tiquinho mais humanizados.

      1. E também socializar-se com todo Clube Militar, fazendo palestras, bailes da terceira idade e confraternizações várias.
        Nada do protocolo frio e distante: falta calor humano pra essa quadril…ooops! esse quadro de gente de bem.

  4. Seria muito conveniente para a direita, para a grande mídia e para todos que apoiaram esse nazi-fascista-neoliberal-antinacionalista que ele fosse declarado infectado e afastado. Assim, tirariam ele do caminho sem terem que reconhecer o absurdo que foi sua eleição (criminosa) e aprovar um processo de impeachment farto de crimes de responsabilidade.

    1. O bozo precisa dar um grande abraço e beijo hétero no Mourão. E aguardar. Eu torço pelos óbitos assim haveria novas eleições.

  5. Como um cara com mentalidade de uma criança de 8 anos chega a promotor, é algo que só será desvendado por historiadores nas próximas gerações.

  6. Ontem brinquei com a questão do uso da máscara por Bolsonaro, pois pelo que sei só o infectado deve usá-la, para não disseminar o vírus. Ela não protege da infecção pq o vírus é menor que os poros da máscara. Hoje ouvi que o presidente está infectado sim, informação de gente com bons relacionamentos no alto escalão (o que foi desmentido pressurosamente pelo filho 03). Nas condições de vôo fechado com um membro da comitiva como caso confirmado, o mais provável é que ele esteja infectado sim, já que não goza de boa saúde, como se sabe. De qq modo, é fato que em breve se verificará, pois o presidente tem idade avançada e sofre de doença(s) crônica(s) – i. é, é um dos casos de risco para a doença.

    1. Sabe porque não acredito que Bostanaro esteja infectado? Porque o virus atinge humanos, cavalos, asnos e cachorros loucos são imunes…

  7. Vamos a uma metáfora futebolística: Qual é a possibilidade de um sujeito que jamais disputou sequer uma pelada de bola de meia, que não conhece as regras básicas do jogo, não sabe da existência do impedimento e que só a um jogador é permitido tocar a mão na bola, dele escalar um time regular ao menos e organizar a tática no campo? Nenhuma, não é mesmo?

    Pois está aí quem passou três décadas no Congresso, sem participar de qualquer de suas comissões, sem aprender nada, sem apresentar qualquer coisa que se possa chamar de projeto; apenas organizando ‘rachadinhas’, cuidando da sua própria reeleição e da eleição de familiares; participando daquilo que seria injusto até de chamar de baixo clero congressual, mas do bas-fond daquela casa, do submundo da sociedade.

    Sua equipe de homúnculos escalada está em evidência pra todos verem, a começar pelo heleno, o general “foda-se”, a versão verde oliva escancaradamente pornográfica e desonrosa de Cambronne. Sim, toda essa podridão escapou dos porões das forças armadas, que foram pusilânimes para conter seus transgressores e a indisciplina, não devemos esquecer jamais o papelão FFAA nisso tudo. O resto é um monturo de weintraubs, damares, salles e ernestos, onde pululam em destaque o verme moro e o verme guedes. Um ajuntamento de incompetências, obscurantismo, reacionarismo, misantropia desqualificação intelectual, reacionarismo e misantropia, comandado por abjeta podridão moral.

    Um monturo “obrado” nos púlpitos de arrecadação de dízimos dos malafaias 171 da vida e de uma certa oficina astrológica sediada na Virginia. Tudo financiado por uma burguesia que se tornou lumpen, pois ficou escanteada para funções de baixo valor agregado no arranjo do capitalismo internacional e marginais na partilha do botim, resultante do saqueio da riqueza global produzida pelo mundo do trabalho.

  8. Brito, se me permite o copidesque:

    “…seita de extrema-direita que não apenas relativiza [a gravidade, mas também] a gravidade da situação…”

  9. Na coxinhal Floripa agora os eleitores de Bostonauro no comércio não opinam.
    Mas ontem, um Urologista nos disse; ‘No tempo de Lula, a Anvisa tinha um casal de arquitetos no comando. E eles cobravam dinheiro para liberações. E esse dinheiro iria pro PT. Quando perguntei como estaria agora ele não soube informar…
    É assim que os ricos e remediados agem.
    Nossa vingança é que nossos filhos já ocupam os cargos que antes eram das crias deles.
    Chupem desgraçados.

  10. A mentira tem pernas longas. As pernas do “cavalão”, que só tem estatura física, mas zero de estatura moral.

    A patética imagem dele dando “banana” é mais um capítulo do Brasil país pária.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.