Fingir que Bolsonaro não existe faz outros poderes desaparecerem

Os jornais noticiam que os militares teriam se sentido em uma “saia justa” com a atitude de Jair Bolsonaro de ir fazer um minicomício pró-golpe na frente do Quartel General do Exército em Brasília – de resto algo articulado, pois as demais manifestações bolsonaristas pelo país foram, quase todas, à porta de quartéis.

“Saia justa”, como metáfora para o desconforto inerte e silencioso, neste caso é um eufemismo para covardia. E de recusa em evitar as consequências de suas más escolhas.

Há muitas maneiras de fazê-lo sem praticar um golpe.

Bastaria, por exemplo, uma declaração de um ou de todos os comandantes militares de que as Forças Armadas não permitirão atentados contra a independência dos poderes republicanos, aliás o que está expresso no malsinado Artigo 142 que o bolsonarismo invoca para pedir uma “intervenção militar com Bolsonaro no poder”.

Lá, diz-se com todas as letras que as Forças Armadas destinam-se ” à garantia dos poderes constitucionais”.

Poderes, no plural; constitucionais, na essência.

Toda esta agitação cessaria e o próprio Bolsonaro, diante do anúncio da oposição ativa e resoluta a qualquer quebra da ordem constitucional, ira para a quarentena política em que se encontra bufando, mas inofensivo.

Não fazê-lo em nome da hierarquia devida ao cargo que dá o comando das Forças Armadas ao presidente faz com que, em nome deste pilar da organização militar, quebre-se o outro, tão indispensável: o da disciplina.

O presidente da República, em praça pública, pregando um golpe contra a ordem constitucional é um convite a que a força armada real: a média e baixa oficialidade, a soldadesca e as forças auxiliares, representadas pelas polícias (já tão milicianizadas) sintam-se à vontade para apoiá-lo e repeti-lo, na certeza de que há espaço para isso.

E onde se vai a disciplina, vai-se a hierarquia, ao ponto que os generais acabarão sendo por eles comandados e tendo de lhes seguir as loucuras, para não serem atropelados.

Jair Bolsonaro provou-se hábil em usar o sentimento corporativo dos militares para subverter seus princípios, tanto que de oficial indisciplinado, à beira de uma expulsão desonrosa, foi capaz de, com a demagogia e o voto dos quartéis, fazer-se deputado para, enfim, arrastar altos oficiais para uma aventura que parecia lhes dar o poder, mas deu-lhes a vergonha pública.

É inútil esperar que Bolsonaro cesse sua ofensiva alucinada sem que encontre uma linha de resistência que a sociedade, por conta da pandemia, está impedida de dar, enchendo as ruas contra o genocida, que não vai parar por conta dos tiros levíssimos das notas de repúdio.

O paraquedista presidencial já está atrás das linhas de comando dos generais fechando o cerco do qual só se vê o lado das matilhas furiosas, mas que carcome, a cada dia, o poder hierárquico que se a indisciplina constitucional enfraquece.

 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

30 respostas

  1. Fiquem descansados aqueles que acham e aspiram por um golpe do bozo ou sua deposição. Isto não vai ocorrer. Somente nos últimos 10 dias 4 ou 5 leis foram aprovadas na surdina e sem a presença dos congressistas em plenário que favorecem as elites e os empresários que destroem os direitos dos trabalhadores. Pode ser que a direita prefira o bozo menos estrídulo e mais comportado, mas tudo está acontecendo rapidamente e do jeitinho que ela quer. As ameaças e as palhaçadas do bozo são um preço a pagar pelos demais poderes que, calados, se locupletam. Bozo só cai quando todo o serviço sujo tiver sido feito. Se necessário, até sua reeleição vai acontecer. Enquanto isso, as esquerdas mantêm-se caladas só pensando naquilo, em se eleger este ano e em 2012.

    1. Não está tudo tão pacífico assim para os roedores do país. Uma ameaça se antepõe a seus propósitos, e é isto que está a futucar o Bolsonaro, e a desesperá-lo. Bolsonaro não é apenas um bobo, ele está consciente desde o princípio de sua missão anti-nacional de destruir o protagonismo econômico do Brasil no cenário mundial. Esta ameaça crescente vai levar de roldão meio mundo e uma banda de lunáticos que a ela se anteponham, na esperança de escondê-la ou de minimizá-la. Nem o Trump terá como resistir a ela. Precisamos pensar o país depois da ameaça, porque sua reconstrução não poderá se dar se não for de maneira politicamente compartilhada.

      1. Uma união sem esquecer e punir quem praticou, ajudou, fomentou o golpe é a eleição de um psicopata. Não devemos aceitar angústias, esquecimentos. Nunca foram punidos. Agora deverá ser diferente ou nunca sairemos dos sucessivos golpes e suas destruições.

  2. Inútil é esperar que esse exército faça alguma coisa em defesa da Democracia ou da Constituição. Desconforto inerte e silencioso? Só figuração. Covardia? Tampouco. Os militares apoiam o golpe. Só depois do golpe é que eles vão dar um fim em bolsonaro. O poder, é claro, estará nas mãos deles. E eles alegarão que o tiraram para defender a democracia e a Constituição. Farsa? O golpe contra Dilma também foi farsa, mas foi oficializado.

  3. perfeita a ilustração. Os limites todos já foram rompidos, há muito tempo, desde a AP 470. Já estamos sob coturnos, com ou sem bozo.

  4. Toda esta lambança está sendo debitadas na conta das FORÇAS ARMADAS que sempre foram golpistas de “carteirinha”

    1. Somos um país de gente do bem, exceto é claro esses 5% de bolsominions que têm problemas mentais.

  5. RODRIGO MAIA É UM CRIMINOSO, LIMPANDO A BUNDA COM DEZENAS DE PEDIDOS DE IMPEACHMENT.

  6. BRITO, dá logo o spoiler duma vêz, pô !!!!
    nt inicial – lembrem-se de que todo o comando do GOVERNO FEDERAL já esta tomado por militares, qdo não, de fascistas e/ou fanáticos.
    Deixe relembrar aos colegas que no SÁBADO MESMO foi noticiado que o Vice Mourão chamou o CONSELHO DE SEGURANÇA da AMAZÔNIA que esta sendo formado somente por MILITARES das TRÊS ARMAS, e nenhum civil ou representante dos povos indígenas, muito menos da FUNAI ou IBAMA.
    ..convenhamos, isso é um indicativo de que a “turma se prepara”, que já esta a campo e preocupada com o flanco e com o butim que deverá ser ofertado pelo empenho, ou omissão, AMERICANO.
    Até quando vocês vão se enganar ?
    Sempre ilustrei o cenário em que vivemos como o período havido entre 64 e 68 ..esse é o jeito do GOLPE se instalar aqui no BRASIL, devagar, devagarinho.
    Não se iludam, o que vemos parece GOLPE, tem cheiro de GOLPE, cor de GOLPE ..e já é o GOLPE
    HABEMUS GOLPE !!!!
    e a melhor maneira “institucional” de revelá-lo é ENFRENTÁ-LO, provoca-lo pra que ele saia DUMA VEZ POR TODAS da toca (ou deveria dizer, da toga também?), é com a abertura dum processo de impeach, por exemplo, ou com uma denuncia do STF.
    PS – Tardiamente me ocorreu uma outra forma de revelarmos esse GOLPE, seria com CELSO DE MELO julgando a suspeição de SERGIO MORO (o maior agente americano do golpe), com isso restabelecendo não só a JUSTIÇA, como os direitos políticos de LULA DA SILVA ..e então? Como será que os GOLPISTAS encastelados irão reagir, hein ? ..aposto que sairiam da toca, ou debaixo da toga, rapidinho

    1. Tudo isto aconteceu de verdade e está acontecendo, mas, podes crer, isto foi antes do Coronavírus. Não existe nem STF, Legislativo e Forças Armadas capaz de conter esta praga e a quebra da economia. Dar golpe quando tudo está bom talvez seja mais fácil, mas a situação está cada dia mais degringolada. Água de morro abaixo e fogo de morro acima, não tem como conter.

      1. Talvez seja mais fácil dar um golpe quando a situação esteja um caos … Saques, quebradeira, … Aí tudo se justifica (prisões, torturas, autoritarismo…) umas cestas básicas aqui outra ali, um circo e um pão, e entraremos em mais um longo e tenebroso inverno sombrio …

        1. e com o caos os militares ainda vão posar de salvadores, pcificadores da Pátria ..bem ao gosto deles

          1. E por isso que o facínora psicopata presidente esteja por aí espalhando o vírus para seu gado e consequentemente para todos.

    2. O GOLPE foi dado e efetivado quando o entrevado Gen. Eduardo Villas Bôas fez aquela fatídica nota exigindo a extinção sumária da candidatura do LULA das eleições.

      1. E o Haddad ainda foi pedir a bênção ao general. O que nos mata e devora é a falta de Inteligência da esquerda. Enquanto não criarem um organismo de Inteligência farão as escolhas erradas. Lembro-me da escolha do Fux. Ele iria matar no peito o mensalão. Agora é um câncer no STF.

    3. E os políticos de esquerda ficam cheios de memes. Não querem encarar a realidade. Parece que não caiu a ficha deles que já houve o golpe. Já tiraram a Dilma e prenderam o Lula. Tudo que a direita mais gosta é de uma esquerda que reclama muito, mas efetivamente não faz nada.

  7. Alguém precisa puxar as rédeas do pangaré capitão , antes que ele se torne um manga larga machador .

  8. A CF foi rasgada…. até o STF a desrespeita frontalmente, quando permite a redução salarial sem o acordo com sindicatos, ambos vetados pela constituição….. vergonhoso…

  9. Eu não acho que o vírus que impede uma maior ação de uma parte do povo.O jeito do golpe, como diz o articulista abaixo, que “chega devagarinho”, como na música o golpe não tem nada a ver com isso. Só quem não quer ver, o golpe está aí diante de nossas caras. Lembre-se de 1964 e de 1968! Quem acredita que essa gente que apoiou a eleição passada vai, agora, vestir a fantasia e se revelar democrática, liberal. Ora, não sejamos idiotas em acreditar que esse ex-golpistas vão virar de uma hora democratas. Nós deveríamos já, já armar a nossa resistência e não embarcar num barco furado. O Golpe não vem “devagar devagarinho, ele vem como desejo de estupro, de morte, de encarceramento e tudo o que se imagina de mau. Temos que sair dessa ilusão que teremos pela frente, achando que não vai acontecer nada, que voltaremos à chamada democracia, que, na verdade nunca tivemos em nosso país e, por isso o “golpe está se instalando no país. Essa peste favorece essa mantilha que está no poder no país. Uma mantilha, diga-se de passagem, que nunca deixou de impor seus interesses e sempre à serviço dessa classe dominante horrorosa e cruel.Lembrem-se que nunca tivemos democracia nesse país.Tudo foi uma fachada. Sempre o que valeu foi o adágio de “como mudar algumas coisas para não mudar nada”. As classes dominante nunca vão recuar, principalmente agora, quando se vê vê uma sociedade estilhaçada, enfrentando a morte. Na verdade isso está sendo muito bom para elas.

  10. Psicologia das massas, estas se situam entre o pânico e a indiferença. Muita coincidência essas declarações e atitudes do capitão-bombinha num momento em que as pessoas estão em pânico pela presença da pandemia e preocupadas com o dinheiro prometido que sai-não sai. As tímidas reações dos poderes institucionais e da imprensa são jogo de cena. É a guerra hibrida naquilo em que é mais visível. O regime de exceção já emplacou.

  11. As Forças Armadas do Brasil sempre foram golpistas e covardes! Isso não vai mudar. São bandidos a serviço da burguesia.

  12. Mais que covardes são partícipes do golpe, incentivadores do golpe, formatadores do golpe, beneficiados pelo golpe. Bozo não existiria sem eles e seu silêncio cúmplice. O golpe não teria sido executado sem a participação deles. Bastaria uma declaração de apoio à legalidade e o que prescreve a CF para tudo ter ruído. Moro, bozo, temer, eduardo cunha &quadrilha estariam presos e processados. A idiota ideologia do anticomunismo, extinto faz tempo pois temos uma briga por mercado e poder entre China e EUA, parece não desgrudar do dna de nossas FAAs.

  13. Assim como nada espero do Congresso, nada espero dos militares, nada espero do povo brasileiro. Do Congresso e dos militares, o que se pode esperar são mais atentados contra os direitos do povo, enquanto mantém suas próprias benesses e mordomias. Já do povo brasileiro, nada virá a não ser o seu comportamento bovino de sempre.

  14. É meu caro Fernando vejo que você é um otimista contumaz. Você espera que a classe merdia reconheça o erro de Bolsonazi e fique em casa, você espera que os militares quintas colunas sejam nacionalistas, estou esperando quando você vai esperar pela mudança do Bozo e seu gado, aí vou rir muito.

  15. FORÇAS ARMADAS, SENADO, CÂMARA, STF E CONGENERES DO JUDICIÁRIO, TODOS PARECEM ESTAR ACOVARDADOS, morrendo de medo do facínora psicopata que ajudaram colocar na cadeira de presidente e que não tem a mínima noção do é governar sua família, muito menos um país como o Brasil.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *