Globo: mau jornalismo, covardia ou ambos?

Das duas uma, ou ambas.

Ou a Globo fez bom jornalismo e foi obrigada a atropelar seus próprios profissionais, abandonando uma história sólida depois de ser publicamente ameaçada de perder sua concessão ou fez mau jornalismo e publicou uma história gravíssima sem checar se o que recebeu de sua fonte – seja a polícia, o MP ou o próprio governador Wilson Witzel – era confirmado por fatos.

Na segunda hipótese, a história fica muito mal para os dirigentes do jornalismo da emissora, a quem caberia garantir que todas as informações fossem buscadas para confirmar ou desmentir aquelas que recebera por vazamento do inquérito. E não seria nada difícil, pois se até um sujeito como Carlos Bolsonaro, em poucas horas, as foi buscar, sem maiores problemas, mais ainda o seria para quem tivesse o sobrenome “Globo” no crachá.

Na primeira, fica pior ainda, porque a emissora não defendeu o trabalho de seus profissionais e recuou do que ele afirmava covarde e silenciosamente.

Vale lembrar que não se tem qualquer obrigação de sigilo de fonte quando esta fonte mente e induz o jornalista a propagar sua mentira. E, mesmo havendo parca checagem dos dados, é preciso, junto com o reconhecimento do erro de boa-fé, expor quem age de má-fé com coisas tão graves e sérias.

Deixa escancarada a porta para acharmos que não o fez por medo de perder sua boca riquíssima.

Pela qualidade dos profissionais da emissora, tendo a acreditar nesta hipótese.

O episódio, porém, traz algo que deveria servir para refletir sobre a importância do trabalho do The Intercept e das equipes de jornalistas de outros veículos em que atuou em parceria.

Nada, embora buscassem em tudo, desmontou nenhuma de suas histórias. As checagens foram tantas e tão prudentes que os “pavões misteriosos” ficaram a ciscar no vazio.

Porque se fez jornalismo, que exige responsabilidade tanto quanto exige e coragem.

É triste quando se procura um Glenn Greenwald e só se encontra Ali Kamel.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

39 respostas

  1. ONTEM A ESQUERDA NAMASTE,A ESQUERDA PAZ E AMOR APRENDEU UMA LIÇÃO:
    TODO PODER,TODA INSTITUIÇÃO SEJA EXÉRCITO,MARINHA,AERONÁUTICA,MINISTÉRIO PÚBLICO,JUDICIÁRIO OU A IMPRENSA QUANDO ENFRENTADOS COM VIGOR COM RAIVA RECUAM.
    GOSTEMOS OU NÃO O BANDIDO BOLSONARO VENCEU.

    1. Sim. Venceu e está se consolidando.
      Para nós, brasileiros conscientes, só existe um caminho possível: fronteiras por mar, ar ou terra.
      E quem pariu Mateus que o embale.

  2. O que é triste no Brasil, é que só existe a Globo e o Glenn Greenwald em termos de jornalismo investigativo. A primeira trabalha com a mentira o segundo com a verdade. Não existe NINGUÉM mais capaz de correr atrás de uma história como essa.

  3. Penso que a ameaça de cassação ou não da concessão pública à Globo não é o problema que a aflige no momento. Por outro lado, os Marinhos não dariam um tiro no escuro e tampouco sozinhos. E na cabeça deles, tão desprezíveis quanto um Bolsonaro, um porteiro a mais ou a menos …

    O que ficou disto tudo que aconteceu entre anteontem e ontem é o fato de que no imaginário popular ficou a dúvida se Bolsonaro e seu clã têm ou não a ver com o crime de assassinato de Marielle Franco. Não fará muita diferença se os bolsominions ficaram mais irritados com a Globo. No curto prazo a Globo se “lasca”, é verdade. Mas, no médio prazo o desgaste de Bolsonaro será muito maior, pois o seu colchão de apoio, fincado na classe média intelectualmente indigente estará enfraquecido.

  4. Só que o condomínio não tinha e não tem “interfone”. Ligam pra celulares e fixos.

  5. Como é que as autoridades policiais que tomaram o depoimento do porteiro deixaram uma peça tão importante do inquérito como o arquivo de som das ligações telefônicas da portaria do condomínio e a lista original de entradas e telefonemas à disposição de qualquer um, no caso o Carluxo, sem terem guardado sequer uma cópia deste importante material? Neste caso, a perícia tardia se transforma em juiz supremo.

    Seja como for, Já estão dizendo por aí que esta foi a segunda facada. Este assunto do porteiro já era conhecido do Bolso há bastante tempo, o próprio Witzel já o tinha informado sobre isso. E tudo isso teria sido tudo uma diabólica armação para que o Bolsonaro saísse como vítima de “notórias fakenews e campanhas difamatórias”, e a Globo teria sido usada sem desconfiar de nada. Quem fez o vazamento já sabia que havia uma resposta do clã muito bem preparada, inclusive o célebre discurso indignado já estava bem ensaiado, e a Globo teria ido fisgar e foi fisgada.

    O raciocínio é o seguinte: Se ficar provado para todos que houve uma armação para inculpá-lo, então daqui para a frente tudo o mais que o incrimine, mesmo que seja verdade provada e incontestável, será também visto como mentira e tentativa de difamação.

    Se foi isso, então terá sido mesmo uma armação à altura da célebre “facada”. Há ainda a hipótese de que não foi armação, mas teriam conseguido com incrível velocidade transformar o limão em uma bela mousse, embora de sabor duvidoso. E há por último a hipótese de que a própria Globo tenha sido conscientemente uma peça da armação, o que é menos plausível. Seja como for, parece que a Globo só poderá se salvar se voltar a atacar imediatamente com algo que seja muito forte e inquestionavelmente verdadeiro.

    1. Quanto plano! Muito mais fácil o jornalismo da Globo ter tomado a decisão de publicar varias matérias sobre isso e o departamento Comer$$ial ter mandado voltar atrás.

      1. Mais fácil de explicar, para quem quer explicar de qualquer maneira. Não é entrando na porta mais fácil que se descobre a verdade. Na perspectiva de implantação de uma ditadura feroz, não se admite que nada dê errado. E por outro lado, com bilhões de dólares em perspectiva, o departamento comercial da Globo é uma titica que nada apita. Se a Globo investiu forte, foi porque evidentemente não estava só. Uma parte importante da Casa Grande, que quer defenestrar o Bolso o quanto antes, está sem dúvida com ela.

  6. Talvez a Globo tenha sido ameaçada de “abandono” pelos anunciantes:
    Bancos privados e estatais, montadoras e laboratórios (gringos), varejo (Havan, Casas Bahia e etc), telefonia, o próprio Governo e, claro, a Petrobrás.
    São bilhões…

    1. Mas a guerrilha digital depende do google adsense. Fodase globo e havan. Faz um video no youtube e aparece anunciozinho do veio da havan dançanndo… Dindin

      1. $$$$ que agora tá indo pros gringos diretamente.
        É Flávio, como todas as estrada (Mídias) são deles, e mal podemos trafegar (agir) precisamos desenvolver estratégia usando esses meios ao nosso favor.

  7. Outra hipótese é a Globo achar que ainda era PT no governo e que tinha um Procurador ou Juiz dela pra fazer o caso andar. Como não tem nada disso, levou uma traulitada e uma engavetada.

  8. Cautela e canja de galinha não fazem mal a ninguém. É bom que não só o editor deste Tijolaço, mas todos os leitores atentos deste e de outros veículos que se dizem “progressistas”, desconfiem de toda e qualquer versão sobre o assassinato da vereadora Marielle Franco. As evidências e provas cabais do envolvimento do clã bozo-miliciano em crimes, inclusive de sangue, são muitas. É muito verossímil a versão atribuída a esse “porteiro anônimo”. Entretanto é bom prestar atenção a quem pode ter fornecido a informação à Globo (PC do RJ? o atual governador? procuradores do MP-RJ?). Qualquer dessas “fontes” é interessadíssima em manipular fatos e a chamada “opinião pública”.

    Não se pode descartar nem mesmo a possibilidade de jogada combinada entre as “fontes oficiais” acima citadas, os donos do grupo Globo e o clâ bozo-miliciano, que conseguiu o “álibi perfeito” para se colocar como “vítima de conspirações”. Como sempre a corda arrebenta para o lado mais fraco (o mordomo, digo, o porteiro). Se esse “porteiro anônimo” for alguém de carne e osso e tiver realmente dado os depoimentos a ele atribuídos e se tiver dito a verdade está sujeito a:
    1ª) – desaparecer “misteriosamente” ou ser vítima de “latrocínio”, “assalto a mão armada”, “acidente”, “atropelamento”, “briga de bar…”;
    2ª) – ser coagido a fechar o bico ou desmentir o que disse em “depoimentos” á polícia e aceitar a “recompen$a” que as quadrilhas bozo-milicianas já devem estra lhe oferecendo.

    Em qualquer guerra ( e estamos numa híbrida, de espectro total) a primeira e maior vítima é sempre a verdade, que talvez jamais venha a ser revelada.

    1. Tem q avisar os chilenos argentinos bolivianos o congresso americano aos equatorianos mexicanos suecos etc etc etc
      De repente em 2020 2021 o bozo e sua turma estarao tao sozinhos e isolados…

      1. Note que, menos de 48h após o traque global, o clã bozo-miliciano está entronizado e que a poderosa Globo recuou. Essa armação enganou e continua enganando muitos.

        O Brasil não é comparável a nenhum dos demais países sul-americanos. Não há evidências de que no Chile venha ocorrer uma mudança de regime; a Constituição é pinochetista continua vigorando desde a década de 1980 e o neoliberalismo está consolidado lá, assim como a miséria e exclusão de grande parcela da população. No México, Lopez Obrador não mudou NADA do regime neoliberal, neocolonial vigente lá, principalmente depois da adesão do país à ALCA.

        Em Pindorama o golpe está vencendo TODAS as etapas da guerra híbrida. É preciso ter senso de realidade, entender o jogo e não cair nas armadilhas dos inimigos; afinal e contas na guerra híbrida os estrategistas controlam/antecipam até a reação dos adversários e inimigos.

  9. É um primoroso fecho de ouro a sua última frase, Brito. Pode escrever na lápide do “jornalismo” corporativo-familiar brasileiro.

  10. Sou honesto : não acredito que o próprio Jair tenha algo a ver com a história do assassinato. Talvez com outras histórias que ainda estão por vir. Mas com Marielle em específico não.

  11. Acho que a Globo fez uma jogada estratégica e atingiu seu objetivo.
    Essa jogada consolidou na população as seguintes percepções:
    – o clã bolsonaro está sem sombra de dúvidas envolvido no assassinato de Marielle, só não se sabe em que grau;
    – o MPF e a Polícia Federal ou são cúmplices ou são reféns desse governo;
    – a mídia obviamente é refém desse governo, pois até concessões públicas podem ser suspensas a qualquer momento se suas críticas ao governo representarem perigo real;
    – estamos em plena ditadura, ainda que informal.
    A tática da globo talvez seja ir minando esse governo aos poucos, fazendo com que os fatores acima se consolidem cada vez mais na cabeça de todo o povo, até que um dia esse povo, aparentemente espontaneamente, se una em uma rebelião contra esse governo, exigindo seu fim.
    Se a intenção for essa, torço para que funcione.

    1. Com essa reportagem, só fortaleceu o Presidente, em vez de “minar”. Aguardemos os próximos capítulos, se tiverem.

      1. Será que o povo é tão burro assim?
        Penso que só fortaleceu os mentecaptos iguais a ele, mas ai não tem o que fazer.

  12. Sem descartar nenhuma posibilidade ,ao fim de contas estamos falando de DELINQUENTES,parece que quiseram aprontar pra cima do asno.
    O cara estava fora do país,demoraría a retornar e até lá tal vez estivesse plantada a história que interessava aos “golpeadores”,o Mulão não foi nada enfático em defender o “capetão”.E o que quebrou os tempos dessa manobra foi a reação rápida do delinquente nas Arábias.
    Talvez o miliciasno está atrapalhando alguns negócios dos poderosos ,não por outra razão que não seja sua aberrante figura animalesca.
    Não acredito em conspirações montadas para reforçar a figura do asno como a do “coitadinho perseguido”,os mafiosos da Globosta não entregaríam de graça(como fizeram) a sua “confiabilidade” entre a massa imbecil deste país conseguida com sua participação no GOLPE 2016 .Mas .como neste Brasil todo é possível,vai que eles já tem tudo acertado com os quadrilheiros e sairão com os bolsos cheios.
    Em soma o Brasil virou um tremendo monte de merda,e quanto mais se mexe,mais fede.

    1. Está todo dominado,os idiotas assumiram o poder e pior que isso ,eles carecem de moral,são delinquentes.

  13. Se a Globo checou ou não, se a fonte é confiável ou não e principalmente se recuou pra evitar a vingança do asno o fato é que “ela”, a globo só trabalha pra defender seus interesses, é tendenciosa, é suja.
    Bozo e sua família são criminosos. Não é novidade que sempre foram muitos próximos de toda a bandidagem carioca, próximos ao pondo de promoverem churrascos à beira da piscina, como indicam as diversas fotos que circulam hoje livremente nas redes… A Globo teve sim, no período pré eleitoral a chance de esclarecer e de trabalhar em cima da conduta criminosa do clã, mas não era esse o seu objetivo, nunca foi. Como já disse, ela só defende seus interesses.

  14. Existia apenas uma vaga ao senado sendo disputada no estado do Rio de Janeiro, Marielle Franco, era candidata a essa vaga, isso é fato. O resto, um dia será conhecido. Enquanto ocorrem todas as desgraceiras que já teriam levado um presidente ao impedimento, o ” mercado ” continua despreocupado, a bolsa sobe e a entrega final de uma de nossas maiores riquezas, o pré sal, será feita no dia 6 de novembro. Somos um país de bananas, nada mais que isso.

  15. Não passa de mais uma jogada da elite para distrair a multidão enquanto passa a carruagem. As praias do Brasil empetroladas. Nossa Amazônia incendiada. Minas Gerais e o Sudeste enlamiados….. Eu te amo meu Brasil???

  16. Que saudades a Globo deve sentir do PT. Deitou e rolou difamando Lula e Dilma. Agora, quem deita e rola é Bolsonaro.

  17. O Nassif descobriu que o condomínio não tem interfone. A portaria liga para o fixo ou celular. No caso do Bolsonaro para o celular. Que ele pode atender em qualquer lugar.

    1. Tá todo mundo repetindo isso.
      Cuidado!
      Isso, com quase toda certeza, não é verdade. Arapuca outra vez.

  18. Fico bobo de ver a ingenuidade de certos jornalistas.
    O polianismo está fazendo mais adeptos.
    Quem pode garantir que não se trata de ato orquestrado em favor do fantoche?
    Objetivos:
    1. Transformá-lo, uma vez mais, em vítima (seu melhor papel);
    2. Explosão controlada, para o provável caso do porteiro ter razão.
    Ah! Mas e a reputação do jornalismo da Globo, como fica? (Sério? Ou, tá de sacanagem?)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.