Grupos de extermínio e esterilização em massa. Propostas de Bolsonaro

Os “isentões”, os que dizem  “são dois extremistas”, e a “esquerda psicanalítica”, que quer autocrítica autoflagelante do PT (como se não soubesse como ela seria usada nesta hora) deveriam ler o Diário da Câmara dos Deputados de 12 de agosto de 2003, republicado hoje pelo site Congresso em Foco.

Lá, se registra que o grupo de matadores que o ex-capitão convidava para o Rio de Janeiro, cobrava a partir de R$ 50 por execução, a mando de comerciantes.

O apoio de Bolsonaro a estes monstros está gravado e foi repetido em 2007, em vídeo, que reproduzo abaixo.

Há, no discurso, ainda o “complemento” de incentivar a esterilização em massa da população.

Se querem permitir a chegada de um apologista de assassinatos e um castrador de pobres ao poder, assumam isso.

Nunca mais, porém, poderão pretender ser chamados de democratas.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

33 respostas

  1. Parece um pesadelo. Lembro novamente daquele jornalista português que disse, depois do impeachment, que nunca tinha visto o Brasil descer tanto. Ele não tinha visto nada ainda.

      1. Vê-se na face do Bolsonaro, hoje, que ele próprio está apavorado com a perspectiva de sua vitória. Ele pensava que tudo era um grande sonho que se acabaria depois de muita diversão. Hoje, vendo ao seu redor as famélicas sub-bestas que ele mesmo não tem a menor condição de controlar, e que irão com ele ao cume do poder, ele está apavorado.

        1. Ficará, se já não está, tão paranóico quanto Hitler. E, assim como o original, não há nada pior para o País do que um animal acuado.

  2. Isso tem que ir para a campanha. E a frase do Janine, “Bolsonaro propõe educação sem escola, sem merenda e sem uniforme” também deveria ser aproveitada, porque é excelente. Se passar com um conteúdo, causará arrepios em mães de família.

  3. Enquanto discute-se sexo dos anjos, a direitona chucra continua na frente, usando e abusando da boataria e da agressividade como moeda de convencimento. Ora, o PT já teve moedas de convencimento que funcionaram muito bem, não consigo entender por que não estão em uso desde ontem. Em 2002, o melhor argumento foi dado contra o “tiro no pé” da ex-namoradinha do Brasil, de que “tinha medo”; e aí, “a esperança vai vencer o medo” foi lá e venceu! Em 2006, bastou colar no chuchu a alcunha de “privatizador do patrimônio nacional”, que nem o coletinho cheio de adesivos de estatais o salvou de uma vergonha acachapante. E o pocketnaro é bem mais explícito em suas declarações a respeito, é só martelar a velha tecla em cima das declarações atuais. Colocar imagens de tortura e depois declarar: “você quer que isto aconteça outra vez?” fala melhor ao inconsciente, mesmo se chocar alguns. Como os pratos de comida desaparecendo em 2014 chocaram, mas deu certo ou não deu? Entre outras coisas, tais lembranças ainda estão bem vivas na memória do povão e vão mexer com a memória afetiva dos que participaram e decidiram tais campanhas. Discutir macroeconomia é legal em simpósios, mas diante da ameaça atual, melhor simplificar as coisas e atrair o máximo de votos, depois pode ir discutir com os universitários. Até porque, uma vez confirmada uma derrota, discutir nem será mais possível.

    1. Bolsonaro apoiou grupo de extermínio que cobrava até R$ 100 para matar jovens na Bahia

      13 de Outubro de 2018

      O candidato à Presidência da República, Jair Bolsonaro (PSL), deu apoio, quando era deputado federal, a um grupo de extermínio que cobrava de R$ 50 a R$ 100 para matar jovens na Bahia.
      De acordo com reportagem feita Agência Sportlight de Jornalismo e publicada no site Congresso em Foco, conhecido pela cobertura dos bastidores de Congresso Nacional, o presidenciável foi ao microfone do plenário da Câmara em 12 de agosto de 2003 e fez uma defesa veemente dos crimes de extermínio. Chegou a dizer que essa seria uma solução para a política de segurança a ser adotada no Rio de Janeiro.
      (…)

      FONTE: https://www.bahianoticias.com.br/noticia/227861-bolsonaro-apoiou-grupo-de-exterminio-que-cobrava-ate-r-100-para-matar-jovens-na-bahia.html

  4. Eu ainda continuo votando nulo até o PT vir em publico dizer tudo que nós democratas que prezamos pelo futuro dos progressistas queremos ouvir. Não vai ter maioria NUNCA das pessoas sensatas Brito! Faz o seguinte, se vc mudar 1 voto fe alguém que vota em Bolsonaro com esse post manda print que mudo meu voto! Boa sorte!

    1. Às vezes fico pensando se o prazer do sadismo é maior que o sentimento de preservação da democracia. Isso lhe torna palatável a defesa de grupos de extermínio e da esterilização em massa? Não vou dar nome a isso, apenas reflita.

      1. Estava lendo e refletindo : interessante ver como a maioria dos comentaristas sequer entendeu o teu post. Continuam a criticar mas sem ver como os ditos “democratas” se deleitam em jogar pedras no PT em plena fogueira provocada pelo inimigo e alimentada com esmero pelos “democratas” : esquerdas dissidentes, desconectados tipo PCO e estressados, ou simplesmente invejosos, etc. Bota sadismo ai Brito !

      2. Estava lendo e refletindo : interessante ver como a maioria dos comentaristas sequer entendeu o teu post. Continuam a criticar mas sem ver como os ditos “democratas” se deleitam em jogar pedras no PT em plena fogueira provocada pelo inimigo e alimentada com esmero pelos “democratas” : esquerdas dissidentes, desconectados tipo PCO e estressados, ou simplesmente invejosos, etc. Bota sadismo ai Brito !

  5. É fácil desconstruir esse sujeito: basta compilar todos os vídeos em que ele dá entrevista, sempre vai ter uma palavra de ódio, de racismo, uma besteira, um absurdo qualquer. Depois é só deixar rodando 24 hs sem parar. Ainda dá tempo, tem dua semanas ainda!

    1. O “republicanismo” idiota e inócuo do PT não deixa. Com bandidos e canalhas temos que ser corretos e éticos.

  6. Pelo que eu conheco do perfil de gente que opta por Bolsonaro pelo menos ums 19-20 pontos pensam assim mesmo. pobre tem muito filho e tem que matar pobre. Teremos que atingir esse restante

  7. Já é horripilante o fato de esse representante do capiroto ter chegado à liderança do 1º turno desta malfadada eleição; e é ainda mais aterrorizante a hipótese de ele ser eleito no 2º turno!
    A pergunta que fica é: Será que nós merecemos isso?

  8. É um monstro. Qual a diferença do Bolsonaro para o maníaco do parque ? Nenhuma.
    Cada dia fica mais claro que esse bolsonaro é um nazista mesmo. O Ciro tem razão.

  9. Fernando, pelo menos certa parte do povo não está nem aí para ser ou não democrta.
    Eles não podem ser chamados é de “gente”.

    Estarão as “muito feias” protegidas depois do dia 28 ?

  10. A CBN e a Globo, como outras empresas idênticas, nada questiona, a não ser em se tratando do petista. Se tem algo a dizer de um envolve os dois ao mesmo tempo, sem dó nem piedade.
    Das empresas de comunicação agirem desse ou daquele modo, isso já é mais velho que o rascunho da Bíblia. O pior mesmo, mesmo que não enta na minha cachola, é o silêncio sepulcral do STF, e de todos os outros tribunais, com o MP lavando as mãos como Pilatos. Isso é de arrepiar. Podem matar um cidadão brasileiro a facadas psicopáticas? Normalizaram o assassinato?

  11. Nem vou postar esse artigo porque funcionará como um marketing a favor do candidato. Nosso país é fascista e cômico. Cômico porque as vítimas estão apoiando abertamente o candidato. E olhe, não guardem ilusões. O fascismo já tem data prá se institucionalizar.

  12. Os tempos são negros, independente do que vier, já vivemos o gostinho do fascismo.
    Conversando com um casal, Bolsonarista, pq afinal “o primeiro governo do Lula foi bom, mas depois se perdeu em roubalheira”, descobri estarrecido, que Temer é PT, era o vice da Dilma, ou seja continuação do governo, só q agora vendo q perderam a boquinha, aceleraram a roubalheira… Mas o mito vai dar jeito nisso…

    Essa percepção Temer – Dilma, eu não fazia ideia, mas ela blinda o eleitor do Bolsonaro contra informação / critica ao governo Temer.

    Lula Livre

  13. Vc pode citar todos os podres do bolsonaro q não irá convencer a ninguém. Eles os bolsonaretes já levam isso em consideração. É um surto psicótico igual ao nazismo. A racionalidade foi ao cinema. O trump ao notar como estava podendo chegou a dizer q podia matar alguém na 5a avenida e não perderia nenhum voto. Faz tempo q mais gente morre do q nasce no Brasil cuja população obviamente está diminuindo e a média de filhos é de 1. Ou seja, querem literalmente acabar fisicamente com os pobres. Como a economia parece q nunca irá gerar os empregos suficientes eles acabam com o emprego formal e agora o requinte, acabar com os próprios pobres

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.