Inquérito sobre “papai” Paludo é a Lava Jato com seu próprio veneno

O fato de que o principal grupo de troca de mensagens entre os procuradores da Lava Jato era denominado “Filhos de Januário” basta para que se avalie ascendência, sobre eles, do procurador Januário Paludo que, junto de Deltan Dallagnol e Carlos Fernando dos Santos Lima, compunham, desde o caso Banestado, a corte do Ministério Público junto ao príncipe Sergio Moro e sua ânsia de poder.

Portanto, a abertura de inquérito pela Procuradoria Geral da República junto ao Superior Tribunal de Justiça (procuradores têm foro privilegiado) , se não for uma operação-abafa, tem um potencial explosivo muitos quilotons acima do escândalo da Vaza Jato, independente do fato de que as mensagens obtidas por Glenn Greenwald estejam a revelar uma conspiração judicial, mais grave que eventuais atos de corrupção de um procurador, porque envolve nela toda a máquina do sistema de Justiça.

É que o caso da suposta propina paga pelo doleiro Dario Messer , através de um advogado, a Paludo fere a Lava Jato com a inoculação de seu próprio veneno, o de pagamento de vantagens indevidas, que ela elevou a crime supremo, maior até que a conspirata contra as instituições políticas da República.

E vinda de uma fonte que não se pode tentar impugnar e desqualificar como hackers, mas que também foi, pela Lava Jato, erigida em oráculo da verdade: a Polícia Federal.

(Aliás, o acordo de delação premiada de um deles, obtido pela PF e homologado pelo juiz da 10a. Vara Federal de Brasília, anota hoje Lauro Jardim, em o Globo, desmente, outra vez, que o The Intercept tenha pago pelos dados vazados, o que reafirma a conduta jornalística de Greenwald)

Os próximos dias vão mostrar o alcance que esta investigação pode ter, embora a Força Tarefa da lava Jato continue insistindo em desqualificar de plano o conteúdo do diálogo travado pelo doleiro Messer. O procurador da PGR junto ao STJ, Onofre Martins, pelo resultado das correições feitas sobre seu ofício quando era procurador da República em Juiz de Fora (MG) tem um histórico de não arrastar processos e conhece bem a máquina da PGR – tem 24 anos como procurador.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

13 respostas

  1. assim como condenam sem prova eles vão declarar (já declararam) inocencia como resultado da investigação. Messer, sim será sempre o criminoso desqualificado.

  2. Condenam sem provas, agora são acusado e apontados, e, é claro, são culpados. Culpados que por enquanto não pagarão pelos crimes. Mas fica anotado. Seus filhos e netos saberão.

  3. Sérgio Moro + parte do MP + PF fazem parte de uma gangue perigosa unida à família de MILICIANOS que estão no poder do estado e da nação que por sua vez se aliam com parte do judiciário, com o deus mercado e com os exploradores bandidos da fé com suas igrejas, que vendem indulgências aos desesperados e incautos. Eis o Estado do Não-direito brasileiro. Ou melhor, do estado assassino de jovens, na maior parte negros, que rouba dos pobres para dar aos ricos. Tudo isto regado por um neofascismo.

  4. Isso não passa de operação controlada, assim como a tal “Vaza a Jato”. Como asseverou Pepe Escobar: “limited hangout na veia. Em vez de denunciar o fechamento do regime , com dois decretos do Bozo e 5 PLs sendo aprovados no CN, a chamda “blogosfera progressista” prefere manter-se no auto-engano, alienando o público e fazendo de conta que não percebe a trama urdida pelo ACI (Deep State estadunidense, oligarquias e finança transnacional) e o desmonte e entreguismo dos setores e riquezas estratégicas do País. Claro, com atuação da milicalha e da juristocracia escravocrata como capatazes e capitães do mato.

  5. infelizmente não vai virar nada.
    primeiro porque a mídia vai ignorar, desta forma perde a importância para os responsáveis.
    segundo por que isso destruiria a lava pato, que a base moral pra destruição da nação. a lava pato é a justificativa para o arakiri econômico, político e legal do Brasil.
    Que é a base pra reconcentracao da renda, pela destruição dos direitos do povo, pelo programa de subdesenvolvido eterno e pela fome miséria e desgraça do povo.

  6. Engodo ,armação,sacanagem .
    NÃO ACREDITO nem por um segundo que essa “investigação” ou inquérito resulte em alguma coisa que não seja “limpar” o nome SUJO DESSE DELINQUENTE CHAMADO JANUÁRIO PALUDO.
    Aberto o inquérito que dirá? que o “imaculado” “procurador” é isso ,um anjo que está sendo perseguido por denúncias sem provas,sem fundamentos,com o único intuito de atingir,bla,bla,bla…
    A limpeza e punição desses excrementos só se dará quando pelo própio desgaste deste movimento de delinquentes que assaltaram o poder no Brasil, este venha a ruir .

  7. Agora só a mídia segura a fina corda que ainda impede que a república de Curitiba despenque no abismo. E a mídia é madrasta, costuma abandonar quem dela precisa desesperadamente, basta que veja que a sustentação não tem mais futuro.

  8. Nos USA o presidente está em vias de ser destituído de seu cargo, apenas por um telefonema anônimo.
    Enquanto isso aqui, nem com reza brava.

  9. que vergoooonhaaaa!!! o arapiraca reserva venceu o time do nove de dezembro completinho por 4 a 0.

  10. Boa tarde, gostaria de saber porque meus comentários nunca são aceitos nesse excelente blog? Aparentemente minha participação está bloqueada. Posso saber a razão disso?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.