‘Intercept’ espatifa álibi de procuradora que nega mensagens

A procuradora Monique Cheker foi chorar no colo daquele site O Bolsonarista e  negou a autoria das mensagens que lhe forma atribuídas nos diálogos da Força Tarefa de Curitiba e disse que seu nome fora colocado ali indevidamente.

A doutora deveria saber que mentir é uma coisa perigosa, porque, descoberta a farsa, perde-se toda a credibilidade.

E descobriu-se que era falsa a onda criada pela procuradora alegando que eram mentira as mensagens.

Com a dúvida lançada por ela mesma, o Intercept mostrou diálogos que, não fosse isso, nem seriam publicados, por falta de interesse público, como é correto.

Mas que serviram para confirmar as identidades dos interlocutores, neste caso por um diálogo sobre a forma de citar um livro no qual Monique Cheker participou com um artigo e ainda com as listas funcionais da Procuradoria Geral da República, para haver certeza de que não havia homonímia.

Está tudo descrito, passoa a passo, no twitter do TheInterceptBr, Desnecessário repetir, apenas para causar mais constrangimentos à doutora.

O importante, com isso, é que ela acaba de confirmar, também, o teor das mensagens, as mais explícitas sobre o papel de “chefe” exercido por Sérgio Moro sobre o MPF.

Aliás, contra a  história contada pela doutora, dizendo que nunca tinha ouvido falar em Sérgio Moro, outra informaçao torna-a frágil. A primeira lotação da Dra. Monique Cheker foi em Cascavel, no Oeste do Paraná, a partir de 2008. Moro foi juiz exatamente em Cascavel, de 1998 a 2003, e lá granjeou a fama de juiz “durão”. Até pelo tratar de processos e com servidores que vinham dos tempos de Moro é evidente que a Doutora estava muito longe de “não ter ouvido nem falar” dele.

Menos, não é, D. Monique?

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

30 respostas

  1. Ela tá morrendo de medo já deve ter sido ameaçada pela quadrilha de Moro. Vai negar sempre para não ser perseguida e preterida.

    1. Que nada. Os lavajateiros do MP e seu chefe Criminoso Moro estão lutando contra os fatos, para impor a mentira, é pela grana do mercado de compliance e de palestras pagas por palermas e/ou interessados em decisões judiciais auriculadas, e pelas propinas de bilhões dos acordos criminosos feitos nos porões estadunidenses com o DoJ/FBI/CIA/etc para a criação de fundações lavajateiras e outras patifarias (a primeira dela, de dois bilhões e meio, parece que foi abortada, mas tem muitas outras ainda ocultas). Quanto menos credibilidade, menos serventia, menos dólares nos bolsos. Vagabundos.

      1. Enquanto a fama e a riqueza fazem as malas, a penúria e a ignomínia começam a se aproximar de Moro e de sua turma. Nesta hora entre o dia e a noite, os fatos mais intensos e inesperados costumam acontecer.

      2. O que você disse do Moro só os alienados ou os que estão na quadrilha dele negam, mas os fatos revelados pelo jonalista Glen confirmam. Eu me referi apenas a procuradora que de repente se viu no olho do furacão como prova da parcialidade do Moro no julgamento farsa de Lula. Ela está morrendo de medo tanto que desmente a própria gravação dela. Pressões, ameaças ela deve está enfrentando para desmentir o que as gravações comprovam.

        Em sábado, 29 de junho de 2019, Disqus escreveu:

  2. Tudo bem a Dra . é uma mentirosa , mas o inimigo a ser batido é o grupo globo . Glenn se tiver material contra , mande ” bala ” . O JN dedicou o seu tempo de hoje para tentar desmascara lo .

  3. O bando chefiado pelo marreco de Maringá pode muito bem tê-la ameaçado de morte e à sua família, pois hoje já sabemos da alta periculosidade desta Organização Criminosa conhecida como ‘Farsa a Jato’ e seu papel como um dos braços da Conspiração contra a Democracia e o Estado de Direito que depôs de forma notoriamente ilegal a Presidenta Dilma. É uma gentalha perigosa e vingativa.

    1. Uma possibilidade é que a turma do Moro tenha usado a procuradora para testar a capacidade do Intercept de reagir a questionamentos sobre a veracidade do material publicado. Sendo assim, agora todos eles sabem que não poderão mais contestar o que foi publicado como sendo mentira, porque o desmentido vem a galope. Terão que procurar outra saída, mas parece que a ratoeira não permite outra saída.

    2. Uma possibilidade é que a turma do Moro tenha usado a procuradora para testar a capacidade do Intercept de reagir a questionamentos sobre a veracidade do material publicado. Sendo assim, agora todos eles sabem que não poderão mais contestar o que foi publicado como sendo mentira, porque o desmentido vem a galope. Terão que procurar outra saída, mas parece que a ratoeira não permite outra saída.

    3. Eu acho que ela é simplesmente vigarista. Não houve pressão para ela fazer o que sabe fazer de melhor: mentir!!!

  4. Mais legal ainda foi ver a outra “dotôra”, a que o todo-poderoso de Maringá mandara excluir dos interrogatórios por incapacidade funcional (sejamos eufemistas) referindo-se, em um tuíte, ao Bozo! Baixemos o pano da piedade sobre a cena, rs. Se já não tinha espaço na Lava Jato, agora acho melhor ela começar a pensar em outra profissão…

    1. A Boza, segundo Moro, chamou de Bozo o chefe bozo do Moro, que fez de Moro seu Bozo, sendo certo que todos fazem parte do mesmo coro? Durma-se com uma marrecada dessa. Que confusão.

  5. O mais preocupante que estou vendo,é a vinculação dessa lava jato com sites e blogs de direita.Virou porta voz deles.Isso é um absurdo !

  6. Pagando bem …
    Pago de junho de 2016 a janeiro de 2019, Temer concedeu 42% de aumento nos proventos de TODO Judiciário.

    1. é mais do que certo que, aos poucos, os que foram chantageados apareçam e contem o que aconteceu

      nada ficará encoberto para sempre

  7. Esse tipo de VERME,eu abaixo,disse “gente”,esta povoando quase que TOTALMENTE,os HÓRGÃOS,que deveriam proteger os POBRES,esses pobres, à se soubessem pouco mais!

  8. Já não podem olhar nos olhos dos filhos, nem dos amigos decentes que seguramente os tem, esse é o preço da mentira, da falta de dignidade, de se sentirem canalhas. Não importa que se mantenham em seus cargos pagos com o sacrifício do povo, o golpe é muito forte mas não o bastante para esconder a verdade. Os já desmacarados viraram chacotas, mais chacotas do que ministro, outros não dormem mais o sono dos justos, se reviram na cama aguardando a próxima divulgação do golpe que achavam perfeito. Já estão punidos, pessoas de bem que viam claramente essa canalhice e sofriam, agora relaxam. O diabo dá a panela para fazer o mal mas não dá a tampa para escondê-lo. Esse é o preço.

  9. Jovens hoje mentem muito, sem arrempendimento nenhum. Agora np cargo de Procuradora, fica feio. Se fez m… tem que assumir.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.