Intercept faz o jornalismo que os jornais “esqueceram”

Pedro Grossi e João Filho fazem, no The Intercept a reportagem que a “grande” imprensa brasileira não quis fazer.

Seguiram os dois quilômetros de estrada de terra que começa perto do Motel Dallas, na BR-116, cinco quilômetros depois de Teófilo Otoni (MG) – informação que todos os grandes jornais deram, pelo pitoresco – e testemunharam o melancólico primeiro comício da candidatura do homem de 51 milhões de votos em 2014: Aécio Neves, candidato ao foro privilegiado de deputado federal.

Sem recursos, dependendo de crowfunding para financiar sua cobertura, os repórteres fizeram o obvio: ir lá e ver o que acontecia.

E viram – e filmaram – a chegada de um micro-ônibus escolar levando a “massa” de adeptos de Aécio: 20 pessoas humildes, onde antes pontificavam “celebridades” como Luciano Huck, Ronaldo Fenômeno e socialites de diversos calibres e fortunas.

Nem mesmo o “selfie” dos presentes que reproduzo acima faltou para mostrar a “pujança” da candidatura do homem que jamais aceitou ter perdido a eleição presidencial.

Vale a leitura, vale muito.

É um lembrete agudo do destino que se reserva aos aproveitadores, aos escroques, aos que se prestam a ser o que Aécio foi: o carreirista sem escrúpulos, o propagandista do golpe, o que despreza a vontade do povo.

Leia aqui o texto.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

20 respostas

  1. Já que Aécio não tem vergonha, tenho pelos seus “eleitores”. Bom seria se nem como deputado fosse eleito

  2. POR QUE O TRIPRESIDENTE LULA SERÁ ELEITO EM PRIMEIRO TURNO

    ***

    O BRASIL REAL – DE 2002 A 2013
    Por Luiz Alberto de Vianna Moniz Bandeira. Fonte: Pátria Latina
    1. Produto Interno Bruto:
    2002 – R$ 1,48 trilhões
    2013 – R$ 4,84 trilhões
    2. PIB per capita:
    2002 – R$ 7,6 mil
    2013 – R$ 24,1 mil
    3. Dívida líquida do setor público:
    2002 – 60% do PIB
    2013 – 34% do PIB
    4. Lucro do BNDES:
    2002 – R$ 550 milhões
    2013 – R$ 8,15 bilhões
    5. Lucro do Banco do Brasil:
    2002 – R$ 2 bilhões
    2013 – R$ 15,8 bilhões
    6. Lucro da Caixa Econômica Federal:
    2002 – R$ 1,1 bilhões
    2013 – R$ 6,7 bilhões
    7. Produção de veículos:
    2002 – 1,8 milhões
    2013 – 3,7 milhões
    8. Safra Agrícola:
    2002 – 97 milhões de toneladas
    2013 – 188 milhões de toneladas
    9. Investimento Estrangeiro Direto:
    2002 – 16,6 bilhões de dólares
    2013 – 64 bilhões de dólares
    10. Reservas Internacionais:
    2002 – 37 bilhões de dólares
    2013 – 375,8 bilhões de dólares
    11. Índice Bovespa:
    2002 – 11.268 pontos
    2013 – 51.507 pontos
    12. Empregos Gerados:
    Governo FHC – 627 mil/ano
    Governos Lula e Dilma – 1,79 milhões/ano
    13. Taxa de Desemprego:
    2002 – 12,2%
    2013 – 5,4%
    14. Valor de Mercado da Petrobras:
    2002 – R$ 15,5 bilhões
    2014 – R$ 104,9 bilhões
    15. Lucro médio da Petrobras:
    Governo FHC – R$ 4,2 bilhões/ano
    Governos Lula e Dilma – R$ 25,6 bilhões/ano
    16. Falências Requeridas em Média/ano:
    Governo FHC – 25.587
    Governos Lula e Dilma – 5.795
    17. Salário Mínimo:
    2002 – R$ 200 (1,42 cestas básicas)
    2014 – R$ 724 (2,24 cestas básicas)
    18. Dívida Externa em Relação às Reservas:
    2002 – 557%
    2014 – 81%
    19. Posição entre as Economias do Mundo:
    2002 – 13ª
    2014 – 7ª
    20. PROUNI – 1,2 milhões de bolsas
    21. Salário Mínimo Convertido em Dólares:
    2002 – 86,21
    2014 – 305,00
    22. Passagens Aéreas Vendidas:
    2002 – 33 milhões
    2013 – 100 milhões
    23. Exportações:
    2002 – 60,3 bilhões de dólares
    2013 – 242 bilhões de dólares
    24. Inflação Anual Média:
    Governo FHC – 9,1%
    Governos Lula e Dilma – 5,8%
    25. PRONATEC – 6 Milhões de pessoas
    26. Taxa Selic:
    2002 – 18,9%
    2012 – 8,5%
    27. FIES – 1,3 milhões de pessoas com financiamento universitário
    28. Minha Casa Minha Vida – 1,5 milhões de famílias beneficiadas
    29. Luz Para Todos – 9,5 milhões de pessoas beneficiadas
    30. Capacidade Energética:
    2001 – 74.800 MW
    2013 – 122.900 MW
    31. Criação de 6.427 creches
    32. Ciência Sem Fronteiras – 100 mil beneficiados
    33. Mais Médicos (Aproximadamente 14 mil novos profissionais): 50 milhões de beneficiados
    34. Brasil Sem Miséria – Retirou 22 milhões da extrema pobreza
    35. Criação de Universidades Federais:
    Governos Lula e Dilma – 18
    Governo FHC – zero
    36. Criação de Escolas Técnicas:
    Governos Lula e Dilma – 214
    Governo FHC – 11
    De 1500 até 1994 – 140
    37. Desigualdade Social:
    Governo FHC – Queda de 2,2%
    Governo PT – Queda de 11,4%
    38. Produtividade:
    Governo FHC – Aumento de 0,3%
    Governos Lula e Dilma – Aumento de 13,2%
    39. Taxa de Pobreza:
    2002 – 34%
    2012 – 15%
    40. Taxa de Extrema Pobreza:
    2003 – 15%
    2012 – 5,2%
    41. Índice de Desenvolvimento Humano:
    2000 – 0,669
    2005 – 0,699
    2012 – 0,730
    42. Mortalidade Infantil:
    2002 – 25,3 em 1000 nascidos vivos
    2012 – 12,9 em 1000 nascidos vivos
    43. Gastos Públicos em Saúde:
    2002 – R$ 28 bilhões
    2013 – R$ 106 bilhões
    44. Gastos Públicos em Educação:
    2002 – R$ 17 bilhões
    2013 – R$ 94 bilhões
    45. Estudantes no Ensino Superior:
    2003 – 583.800
    2012 – 1.087.400
    46. Risco Brasil (IPEA):
    2002 – 1.446
    2013 – 224
    47. Operações da Polícia Federal:
    Governo FHC – 48
    Governo PT – 1.273 (15 mil presos)
    48. Varas da Justiça Federal:
    2003 – 100
    2010 – 513
    49. 38 milhões de pessoas ascenderam à Nova Classe Média (Classe C)
    50. 42 milhões de pessoas saíram da miséria

    FONTES:
    47/48 – http://www.dpf.gov.br/agencia/estatisticas
    39/40 – http://www.washingtonpost.com
    42 – OMS, Unicef, Banco Mundial e ONU
    37 – índice de GINI: http://www.ipeadata.gov.br
    45 – Ministério da Educação
    13 – IBGE
    26 – Banco Mundial

    Atualização – 12/2/2017 – Golpistas receberam um pais com números equilibrados
    FONTE: http://jornalggn.com.br/blog/jose-carlos-lima/infograficos-demonstram-que-os-golpistas-tomaram-de-assalto-um-pais-equilibrado-economicamente

    1. O brasileiro é mesmo um masoquista.
      Como não há protestos de rua desde 2013 acredito que as pessoas estão satisfeitas com a situação atual.
      Há até deputados petistas que são contra a volta do Lula e não fazem nada para tirá-lo da cadeia. Afinal, é isto mesmo que ele merece por ter melhorado a vida dos brasileiros.
      Os números apresentados não me deixam mentir.

      1. e podia ter sido muito melhor! No mínimo mostrou que existe um caminho. Espero que volte e inclua essa consciencia de 2018 a 2022. Lula até últimas consequencias!

  3. Breve os familiares se afastarão e o ostracismo se instalará. Está marcado como um político bichado, sarnento, leproso… E é pouco pelo que fez aos mais pobres e também aos trabalhadores.

  4. Poderia ter legendado a foto:
    -Ernesto no Sax.
    -Bronco Capiau de chapéu.
    -O tiozão de bigode é o Alisson

    1. Cara, eu estava hoje mesmo me perguntando sobre onde andam estes cornos.

      Será que já foram demitidos pelos golpistas ou o Brito os bloqueou?
      Fala para nós se você os bloqueou Fernando?
      Ainda está faltando um tal de Baron de sei lá o quê?

  5. estadiquinhozinho, folhequinhazinha, globiquinhozinho , e a quase falecida zoínha, não foram lá com medo de por lá ficarem junto com o zumbi….amou o ódio, morre abraçado com ele…e assim será com todos os golpistas….enquanto isso,
    o LULÃO só sobe nas pesquisas….
    É 13 !!!! É LULA Lá !!!! Mais uma vez a esperança vai vencer o medo !!!!

  6. Grande Intercept. Esse também tem ética, checa as informações e fontes antes de publicar! Muito bom!!!

  7. O STF náo faltará aos seus ! Na hora certa estenderá a máo amiga ao Playboy do Leblon …

  8. A foto é sensacional: um moleque rodeado só de homens. Ele deve pensar que o Brasil é assim, tirando as “modelos” que sempre frequentou.

  9. Prezado Fernando Brito, o Intercept fez esta reportagem necessária, sim. Mas trata-se de um site que finge ignorar que Lula é a figura central deste momento político.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.