‘Jacaré’ diz que ‘ex’ chantageia Bolsonaro com ‘rachadinha’

A Veja dá capa para mais denúncias sobre o caso das rachadinhas, agora com a incrível versão de que Jair Bolsonaro é vítima de chantagem pela ex-mulher, Ana Cristina Valle, que ameaça “contar tudo” (embora grande parte seja sabida) sobre os achaques praticados contra os funcionários dos gabinetes do então deputado federal e os dos filhos Flávio e Carlos, respectivamente e deputado estadual e vereador no Rio de Janeiro.

A novidade é que a historia, agora, é contada por Waldir Ferraz, o Jacaré, amigo e colaborador ex-capitão e até hoje íntimo do presidente, que diz ter sido o último a saber do caso, já depois de eleito, pelas notícias da imprensa, como se fosse possível um esquema de achaques que durou anos e envolveu dezenas de servidores pudesse passar despercebido do Zero e dos Zerinhos.

Diz a Veja:

A jogada dela era a seguinte: ‘Quer ganhar um dinheiro? Te dou 1 000 reais por mês. Me empresta seu documento aí’. Pegava a carteira do cara que estava entrando na Câmara, recebia 8 000, 10 000, e dava 1 000 (reais) pro cara.” Leal a Bolsonaro, Jacaré faz questão de ressaltar que o presidente nada sabia das traficâncias da ex-mulher. Nem ele nem seus filhos. Em sua tese de defesa, o Zero Zero argumenta que os parlamentares se preocupam apenas com a atividade política, deixando a rotina do gabinete para pessoas de confiança. “Ele, quando soube, ficou desesperado, era uma fria. O cara foi traído. Ela que começou tudo. Bolsonaro nunca esteve ligado em nada dessas coisas. O cara não tinha visão do que estava acontecendo por trás no gabinete”, diz Jacaré.

A história é rocambolesca e inclui até aparições de Ana no “cercadinho” – a área reservada para as demagogias diárias de Jair com seus seguidores – para “mostrar a cara” a ele e “lembrar” o que acha que lhe é devido:

— Ela é muito perigosa. É uma mulher que quer dinheiro a todo custo. Às vezes, ela vai ao cercadinho, frequenta o cercadinho. É uma forma de chantagem. A gente nem toca nesse assunto pra não deixar o cara (Bolsonaro) de cabeça quente — diz Waldir.

A conversa, gravada pela Veja, é um petardo, pela proximidade entre Jair e Jacaré, até porque o amigo urso diz que Bolsonaro “não tem como reagir”.

Vai fazer o que para desmanchar isso aí? É como um beco sem saída. Ela fez uma m.., eles assinaram sem saber, e agora vão pagar caro por isso”, afirma Jacaré, sempre responsabilizando Ana Cristina. “Acho que ele vai ter problema se não for reeleito. Vai tudo cair, vai perder o foro privilegiado e tal.”

Jacaré, quando abre a boca, algo quer comer.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *