Janot parte para o “barraco institucional” com diretor da PF.

janotmorcego

Já houve mais respeito nos estatutos da nossa gafieira judicial.

Agora, vale “umbigada”.

Rodrigo Janot, recém-apeado do cargo de Procurador Geral da República, partiu para a agressão debochada contra o recém-implantado chefe da Polícia Federal.

“Esse moço [Fernando Segóvia]  se acha acima de todas as instituições, e ele é só diretor da Polícia Federal, uma instituição respeitadíssima, mas vinculada hierarquicamente ao ministro da Justiça e ao presidente da República, que, aliás, estava na posse dele. Nunca vi um presidente da República ir à posse de um diretor-geral”.

Não satisfeito, manda que o diretor da PF vá tomar aulas de direito penal: “”O doutor Segóvia precisa estudar um pouquinho direito processual penal. Nós tínhamos réus presos. Em havendo réu preso –se ele não sabe disso é preciso dar uma estudadinha–, o inquérito tem que ser encerrado num prazo curto, e a denúncia, oferecida, senão o réu será solto”.

E  fala o que é inaceitável que se diga do chefe da Polícia Federal: “”A pergunta que não quer calar é: ele se inteirou disso ou ele está falando por ordem de alguém?”

Há, porém, outra pergunta que não quer calar. Por que Rodrigo Janot colaborou, por ação e omissão, com a derrubada de um governo que deu a mais ampla liberdade de atuação que a Polícia Federal já teve em sua história? Por que Rodrigo Janot não deteve Eduardo Cunha, por que não deteve o golpismo de Temer? Porque não deteve a farsa das “pedaladas fiscais”? Porque só deteve, de forma abjeta, a nomeação de Lula para Casa Civil, última esperança para contra o golpe de estado que levaria “esse moço” ao comando da PF?

Recomenda-se ao Dr. Janot que se cuide. Age sobre ele a máquina que ele mandou agir contra outros, e que vai arrancar, para usar o bordão de um personagem do Chico Anysio, os segredos até de tudo que ele fazia “quando era menino lá em Barbacena”.

Vai virar picadinho do Estado Policial que ajudou a criar.

 

contrib1

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

15 respostas

  1. Quem é “mais pior”que este triste janot? Gilmar, moro, o ex chefe da pf, o atual, o fux? Sobra alguém.
    Os golpistas estão se desentendendo, exceto a mídia que como uma quadrilha bem treinada esconde o escandaloso escândalo do mishell temer com a shell. É uma quadrilha muitissimo afinada com o maestro com que quer destruir o país, que deve ser um Mr. Who, da cia.

  2. O Brasil virou uma esculhambação total. Agora todo dia aparece um “poste mijando no cachorro”! Que será que a instituição Ministério Público em geral e os procuradores politiqueiros de Curitiba em particular acharam dessa mijada pública que levaram do delegado cabo eleitoral do Temer?

  3. Fala Janot! Ajuda o Brasil! Ponha a boca no trombone! Se quiser se salvar terá que ferrar o Temer! Prometo que te respeitarei se voçê conseguir isso.Não deixe o tempo passar, pode ser tarde. Ferre agora!!!!

  4. E esse copia/cola, leitor da Veja e do Estadão aí de cima? Além das merdas que ele próprio digita, ainda é estúpido o suficiente para reproduzir aqui matérias de sites vagabundos de direita, revistecas e jornalecos. Que estupidez.

  5. Esse janot(a) está fo….. E não sou eu (ou qualquer cidadão defensor da Democracia) quem digo/diz isso. Pessoas respeitadíssimas, que atuaram ou atuam na área jurídica, têm dito que os monstrengos criados pela atuação mesquinha, vil, criminosa e politiqueira à frente da PGR se voltarão contra ele; e com força.

    A blogosfera independente e progressista não está explorando como deveria a associação/consórcio promíscuo entre rodrigo janot (então PGR), a Globo, a JBS e o DoJ/DEA. No exterior a Globo foi delatada, com fartas provas, por ter pago propinas a dirigentes da CBF, da FIFA e da CONMEBOL, para ter direitos de transmissão de ventos esportivos. Desde o in´cio da década passada a Globo é acusada por sonegação fiscal; em 2006 a Globo foi condenada a pagar mais de R$615 milhões, referentes a impostos sonegados sobre a transmissão da Copa 2002, juros e multas; em 2007 a Globo subornou uma funcionária da RFB, para que ele roubasse o processo das dependências da Receita Federal; essa funcionária foi condenada a mais de 4 ano de prisão, mas não cumpriu a pena; ele foi beneficiada por um HC concedido por Gilmar Mendes; essa funcionária, após processo e condenação, mudou de nome.

    A ORCRIM Fraude a Jato é hoje um cadáver insepulto cujas entranhas pútridas e fétidas estão expostas à luz solar e sendo exumadas e autopsiadas pelas formiguinhas do valente jornalismo independente, praticado por portais e blogs independentes como este Tijolaço. A trama golpista também é um cadáver insepulto com entranhas pútridas e fétidas expostas à luz solar. Notícia-crime publicada pelo jornal britânico The Guardian no último domingo, 19 de novembro de 2017, prova que o governo golpista é formado por quadrilhas de saqueadores; essa notícia mostra a atuação de Paulo Pedrosa como lobista e defensor dos interesses da Shell , da BP e outras petrolíferas inglesas, européias e estadunidense; a ANP, como de resto TODAS as demais “agências reguladoras”, nada mais é/são do que escritório(s) de lobbies das empresas estrangeiras interessadas em rapinar as riquezas e setores estratégicos do Brasil.

    Se os golpistas – subordinados ao alto comando internacional, que fica nos EEUU – dominam o aparato de Estado – inclusive o de violência – eles estão completamente desmoralizados e desmascarados històricamente, socilògicamente, política e jurìdicamente. Sem mais violências e rupturas, o golpe não se sustenta. Daí essa trama criminosa entre Gilmar Mendes, Michel Temer e cúpulas das ORCRIMs judiciárias, midiáticas e políticas, como esse segundo golpe, o do parlamentarismo (receba ele apelidos de semi-parlamentarismo, semi-presidencialismo ou qualquer outra jabuticaba). O desespero da direita golpista é tal que a única saída para que o Ex-Presidente Lula não seja eleito – de forma consagradora, talvez em primeiro turno – para um 3º mandato é apelar para o tapetão judicial, impedindo que ele dispute a eleição; as outras opções, que são assassinar, tornar inválido o Ex-Presidente por meio de um atentado ou desaparecer com ele, gerarão tal clamor e revolta popular que nem mesmo com o uso do aparato de força (inclusive das parcelas golpistas e entreguistas das FFAA) conseguirão “pacificar” o País e permitir às oligarquias (estrangeiras e nacionais) escravocratas, plutocratas, cleptocratas, privatistas e entreguistas usufruir do butim.

  6. A VAGABUNDAGEM GOLPISTA COMENDO-SE O RABO ,E TODOS ELES O TEM PRESO.
    BOM SERÁ O DIA QUE ELES FIQUEM PRESOS E NÃO SOMENTE O RABO.
    E ESSE DIA CHEGARÁ,MAIS CEDO OU TARDE ,MAS CHEGARÁ

  7. Sem dúvida, esse aí vai morrer do próprio veneno. Na verdade era poderoso quando o PT, covarde, estava no poder, sem exercê-lo verdadeiramente. Agora se deparou com poder de verdade e vai tremer. Bem feito, tem que se ferrar mesmo.

  8. Investigados se autoinvestigam!
    A CPI da JBS é uma camarilha. O MPF não é menos. É o roto falando do rasgado.
    O PGR foi uma das muitas escolhas infelizes do PT. Sob a desculpa do “republicanismo” instalou-se a pior safra do STF em gerações e as exceções são tão raras que nem vale citá-las. É “Fux” mata no peito, Cármen “Madre Superiora”, Quinca Barbosa e seus complexos, Ayres Brito “O poeta vaidoso”, Barroso, “o iluminista de fancaria”, Fachin “e a visão social escondendo um conservadarismo incrível” e por aí vai. Até Eros Grau, tucaníssimo, foi melhor. E todos estão reconfortados com a “PEC da Bengala” do Eduardo Cunha que, àquela altura, não tinha defeitos.
    Geraldo Brindeiro, procurador-geral na era FHC, não merecia o epíteto de “Engavetador Geral”. A PF só é o que é hoje graças aos governos petistas que promoveram concursos, capacitaram agentes e delegados, firmaram acordos de cooperação(mal utilizados), receberam meios modernos e equipamentos capazes de promover a sua distinção como uma das mais eficientes Polícias do mundo. Sem um braço desse tipo Brindeiro não poderia ter inquéritos suficientemente instruídos para formular denúncias sem que estas fossem consideradas ineptas. Se isso virou proteção ao FHC e seus dois mandatos, paciência. Era o que se dispunha. Lamento o discurso petista de atribuir a um falso republicanismo a escolha dos mais votados pelas respectivas associações. Isso gerou o corporativismo. Ausência de comando. Quem teve votos e dispõe do poder de escolha em nome do povo é o presidente. Se abdicou de seu direito e chama isso de “republicanismo” é ignorar a lógica do poder.
    É uma digressão necessária, pois, acho que havia escolhas melhores e era evidente que se apresentaram para tais cargos que encarnam poder, muito “lobo em pele de cordeiro”, sabidamente reconhecidos como “lobos”. Ignoraram-se os avisos e as “biografias” e usou-se a soberania do Senado para investi-los.
    Foi tudo muito óbvio.
    Que, caso chegue ao poder novamente, Lula faça escolhas e exerça seu dever/direito de escolher sem dar satisfações a ninguém senão à sua própria consciencia política.
    Soa evidente que as tais “ações controladas” foram combinações entre os notórios vigaristas da JBS e a PGR. O esforço de salvar a cabeça de alguns é de uma clareza meridiana a ressaltar as “armações prévias” com a conivência de quem não tinha outra saída como os safardanas da JBS e J&F cujo conselho, sob a presidencia de Henrique Meirelles, aquinhoado com mais de 275 milhões no exterior para criar um Banco Digital (Original), nunca soube de nada. O ex-CEO do Bank Boston agiu com uma ingenuidade oportuna e malandra e se colocou ao abrigo das investigações.
    Agora “procurador” investigador “procurador” é vigarice apesar do aplauso à ilustre sra. Raquel Dodge.
    A República merece toda essa esculhambação que nada mais é do que reflexo da ruptura da institucionalidade com o golpe perpetrado contra uma presidente eleita de forma legítima pelo voto soberano do povo.
    Golpe da “m.” e a História está aí para mostrar.

  9. O que voce fez, janota, nos bastidores da operaçao Joesley vs temer? o que voce fez para barrar Cunha?
    Para demitir por ex. marcelo miller? O Miller é arquivo vivo de voce, canalha janot. (a substituta é pouco ou nada diferente, sorte tua.)
    O que é que foi mercadejado e traficado nos bastidores a volta de tua mesa, em troca das delaçoes deles ?
    Voce na verdade ja está na historia, fdp.

  10. Vocês estão vendo!! Prendem este , prendem aquele . Agora foi a vez do Garotinho e esposa, mas os tucanos continuam blindados. Nenhum foi preso. Este nosso judiciário esta de conivência com o PSDB.
    Isto vai acabar muito mal.
    O Moro com esta sua “imparcialidade” vai terminar mal. Ouviram falar da tomada da Bastilha.
    Sobrou pra todo mundo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.