Juiza nega censura ao ministro acusado de “laranjeiro”

Como é bom quando existem juízes.

O ministro Marcelo Álvero Antonio, do Turismo, às voltas com as candidatas laranjas que teriam transferido recursos do Fundo Eleitoral, pediu uma liminar para censurar a Folha, que denunciou o caso, obrigando-a a eliminar as notícias sobre o assunto.

13 reportagens.

A juíza Grace Correa Pereira Maia, da 9ª Vara Cível de Brasília, negou.

Recusou a censura, sem que, em nenhum momento, tenha tirado dele o direito de esclarecer e, com base, até acionar o veículo de comunicação na esfera cível.

É uma atitude exemplar, em meio a esta onda que se vem formando de se concederem liminares mandando retirar reportagens do ar e, ainda pior, impedindo que sequer se toque no assunto “proibido”.

Pena que o “cala a boca já morreu” da Doutora Carmem Lúcia não seja para todos.

Este blog, por ter reproduzido uma única vez, o conteúdo de uma publicação em grande jornal impresso, encontra-se impedido de qualquer nova postagem sobre o tema.

Pior, tem de enfrentar uma batalha para defender-se do que mal sabe estar sendo “acusado”.

Sem meios senão os da soliariedade, embora esta seja imensa e comovente.

Daquelas que fazem a gente saber que vale a pena teimar.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

7 respostas

  1. A juíza que censurou o blog era do Paraná, correto?

    Para ficarmos numa linguagem – digamos – bélica, a democracia no Brasil só retornará no dia em que todos os imóveis da justiça paranaense forem bombardeados.

    E antes que alguém diga que isso é uma apologia à violência, lembro que a maior (sic) democracia liberal do mundo (EUA) usa e abusa desse expediente.

  2. Essa parece ser realmente juíza de verdade, de (bom) juízo, e não umas meras bundeirinhas ceguetas como as outras duas… Sim, vale a pena teimar, porque você está defendendo não só a si mas a muitos que não têm condição de se defenderem, no Brasil e no mundo. Você não é “só” um (bom) brasileiro: Fernando Brito é um benfeitor da humanidade.

    :
    : * * * * 04:13 * * * * * : Eles (Ou Mal lutar é lutar mal)

    Nunca se viu povo tão idiota
    militando contra a própria sorte!…
    Mesmo toda paciência se esgota
    quando os “fracos” idolatram o “forte”.

    E ainda esperam alguma cota…
    Coitados! Que o tempo não lhes corte
    a memória em meio à tal rota
    da vida indo ainda mais para a morte…

    ……………………………. Cláudio Carvalho Fernandes
    ……………………………. (Poeta (anarcoexistencialista))
    Poema dedicado ao eleiTORADO brasileño, no pós-eleições de 2018…
    (Se é que não houve participação ativa da maquininha caixa-preta do TSE nos resultados de 2018…)

    :.:

    Poema “Z”
    Para Dilma, Lula e o PT e todos/as os/as progressistas do mundo inteiro. Sinta-se homenageado/a, também.

    Penso

    Logo(S)

    ReXisto

    :.:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.