Lewandowski: corrupção não é único problema do Brasil

Não deixe de ler a entrevista do ministro Ricardo Lewandowski, hoje, ao El País.

É longa e, por isso, destaco os dois trechos essenciais.

1- Sobre a apropriação da vida brasileira pelo “moralismo”:

O combate à corrupção é necessário. Todos nós queremos combater a corrupção. Mas, infelizmente, no Brasil, o combate à corrupção sempre foi um mote para permitir que se promovessem retrocessos institucionais. Foi assim na época do suicídio de Getulio Vargas, foi assim em 64. É uma visão moralista política do combate à corrupção, a meu ver, absolutamente deletéria. O combate à corrupção tem que ser feito diuturnamente, permanentemente, mas existem outros males igualmente graves no Brasil: a má distribuição de renda, a exclusão social, o sucateamento da educação, a precarização da saúde pública. São males que equivalem, se não são superiores, ao mal da corrupção.

2- Sobre as consequências da Vaza Jato:

(…)eu acho que as revelações do The Intercept são gravíssimas. Denúncias que precisam ser apuradas e que, diga-se, até o momento não foram desmentidas. Agora, o Supremo já corrigiu certos desmandos que ocorreram, não só no âmbito da operação Lava Jato, mas também em outros juízos, de 1º e 2º graus. Por exemplo, a condução coercitiva, largamente praticada no âmbito da Lava Jato, foi considerada inconstitucional. Denúncias e condenações que foram feitas com base só em delações premiadas, o STF disse que são nulas — é preciso haver uma outra prova além daquela informação prestada pelo delator que tem interesse em se beneficiar. O STF fez várias correções no que diz respeito ao devido processo legal. Por exemplo, ainda no caso da delação premiada, dizer que os delatados precisam necessariamente falar por último. Algumas correções de rumo foram feitas antes mesmo do vazamento do The Intercept. E pode ser que, a partir da constatação de que, de fato, algumas ou todas essas denúncias têm correspondência com a realidade, o Supremo aprofunde ainda mais essas correções de práticas que ofendem a Constituição, o Código de Processo Penal e o Código Penal.

A entrevista, na íntegra, está aqui.

 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

18 respostas

  1. Eu digo e repito, para espanto dos zumbis da Globo: a corrupção NÃO é sequer um dos 5 maiores problemas do Brasil. Tem muita coisa pior, só pra dar 1 exemplo: a falta de patriotismo, de noção de pais.

    1. Vc está certíssimo. Mas há dois tipos de corrupção de quem nunca se fala: a sonegação, algo em torno de 500 bi por ano e a evasão para paraísos fiscais. E uma terceira coisa que não posso necessariamente chamar de corrupção mas é um dos grandes entraves para nosso desenvolvimento, ou seja, os juros pornográficos cobrados pelos bancos.

  2. Admiro Ricardo Lewandoviski. Quisera todo o STF tivesse o mesmo viés garantista, ao invés do afã pelos holofotes.

  3. A corrupção é só mais um desvío da conduta humana,todos os países em maior o menor medida a sofrem.
    Foi usada ,(e para isso treinaram dezenas de sabujos como Moro) ,para ser mais uma ferramenta do império para derrubada de governos “incômodos”.Argentina,Brasil e outros países da região foram vítimas das guerras híbridas do tio sam.
    Problemas maiores que a corrupção no Brasil são :

    O PODER DOS MILICOS ENTREGUISTAS
    A CONCENTRAÇÃO DA RIQUEZA
    OS POLÍTICOS SEM MORAL
    A ELITE JUDICIÁRIA
    A FALTA DE SENTIMENTO DE GRUPO DA SOCIEDAD BRASILEIRA

    —–A FALTA DE CONSCIÊNCIA POLÍTICA DA MASSA BRASILEIRA ,MAIORITARIAMENTE E HISTORICAMENTE ,MISERÁVEL E EXPLORADA—-
    É desta última que dependem todas as outras ,assim sendo, é o nosso principal problema.

  4. Me corrijam se eu estiver enganado: o entrevistado era presidente do stf durante o desenrolar do golpe e presidiu o “julgamento” do “impeachment” no senado? Ele se recusou a receber o aumento que temer proporcionou ao stf poucos meses depois de ter sido empossado? Ele já fez autocrítica?

  5. Faltou explicar como e porquê o STF, na figura do Lewandovsky legitimou um impeachment totalmente absurdo e como e porquê o STF não investiga a campanha baseada em fake News do BolnoSauro.

    1. A meu ver, o impeachment é um ato político. O STF foi chamado para corrigir rumos do processo, caso verificasse erros, e não para julga-lo.

  6. O maior problema do país é a sonegação, depois os juros ….. entretanto, não interessa para a mídia alardear tais fatos por que são cúmplices..

  7. Sonegação: é bem mais deletéria que corrupção, até mesmo pelo volume financeiro envolvido, e é típica de falsos moralistas.

  8. O ministro tem razão. A corrupção é um ato condenado por todos e praticado por muitos que o condenam. Acompanho política desde a década de 1950 e tenho visto muito isso. Vez por outra surge um salvador da pátria, inflamado, com a lança em punho para enfrentar a inflação. Como se o único problema fosse esse. Passa o tempo e a história vai desnudando esses “herois”.

  9. Direitosos só se importam com a corrupção quando é para condenar Lula sem provas só porque ganhou um triplex de presente! Quando é o Queiroz, que roubou bilhões a mando do miliciano nazista, aí não vem ao caso!

  10. “Pé na cova”. Nada mais. E não me contento com o “antes tarde do que nunca”. Agora, é apenas tarde, Excelência!

  11. Por falar em corrupção, a corregedoria do Ministério Público arquivou cinco denúncias contra o incorrigível Dalagnol. É corporativismo burraldo. Eles têm medo de punir o dito cujo e com isso diminuir o “poder” do Ministério Público. Não entendem que seria exatamente o contrário.

  12. Se os militares querem apoiar Moro em lugar de Bolsonaro em 2020, seria mil vezes preferível que continuassem como estão. Antes um entreguista maluco que um dissimulado.

  13. Se os militares querem apoiar Moro em lugar de Bolsonaro em 2020, seria mil vezes preferível que continuassem como estão. Antes um entreguista maluco que um dissimulado.

  14. O que desmonta esse país são as taxas de juros, a sonegação e a imbecilidade de muitos que se escandalizam com a corrupção política enquanto legalizam o que de fato os empurram ladeira abaixo.

  15. NA VERDADE A CORRUPÇÃO É UM PRODUTO DO MAIOR PROBLEMA QUE TEMOS. O PROBLEMA QUE TEMOS É UM SÓ:
    IGNORÂNCIA (IGNORÂNCIA DE PRINCÍPIOS DE ESTADO, IGNORÂNCIA DE PRINCÍPIOS DE RELAÇÕES INTERNACIONAIS ETC).
    VOU SER DIDÁTICO: QUANDO O PAULO GUEDES DISSE QUE NÃO INTERRESSA AO BRASIL FAZER PARTE DA opep PORQUE PODERIA LEVAR A OPEP CONTROLAR O PREÇO INTERNACIONAL DO PETROLEO PREJUDICANDO OS EUA E A EUROPA.
    SE O POVO NÃO FOSSE IGNORANTE TODOS COLOCARIAM ESTE HOMEM NA PRISÃO POR CRIME DE LESA PÁTRIA.
    MAS COMO TODOS SÃO IGNORANTES FICA NISSO AI.
    E POR AI VAI.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.