Lula segue líder e passa até o “querido Moro” na Ipsos-Estadão

Nunca antes na história da Lava Jato o prestígio público de seu “super-herói”, Sérgio Moro, esteve tão baixo.

Segunto a pesquisa “Barômetro Político”, realizada pelo Ipsos para o Estadão, o  juiz, que chegou a ter índices de aprovação de 69% em maio do ano passado – quando só tinha 22% de reprovação, baixou para meros 37% de apoio e 55% de rejeição.

Já aquele a quem Moro jurou de morte, Lula, continua sendo o candidato com maior taxa de aprovação (45%) e o de menor índice de rejeição entre os principais nomes na disputa presidencial.

Não coube, no gráfico a  Marina Silva, mas registro: 63%, estatísticamente igual a Ciro Gomes (65%) e a Jair Bolsonaro (64%)  e um pouco menos que Geraldo Alckmin (70%), a quem só Michel  Temer conforta, com seus estratosféricos 93% de reprovação.

A força da verdade é como a lava dos vulcões: pode ficar represada sob a crosta de mentiras e propaganda que os donos da mídia fazem, mas acaba por brotar e olhe lá se não numa violenta erupção, que os sismógrafos das pesquisas mostram estar se armando.

Espero que não se acuse a Ipsos, uma multinacional francesa e o nosso geriátrico Estadão de estarem em alguma aventura bolivariana de lulopetismo estatístico.

Aliás, nem destaque deu para a caríssima pesquisa – R$ 183 mil – nas páginas do jornal paulista.

Meteram os pés pelas mãos e estão colhendo os frutos da manipulação que fizeram, os aprendizes de feiticeiro do golpe judicial.

 

 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

31 respostas

  1. LENIO STRECK

    “Moro é intocável. Ilegalidade de Moro é chamada de “agir prudente”. Nosso Eliot Ness de toga. Por isso, quem o desgostar pode responder por dois crimes: porte ilegal da fala e crime de hermenêutica. E Raquel Dodge manejará a denúncia.
    É impossível não questionar: o tal “crime de hermenêutica” não servia para punir o abuso de autoridade… Mas agora, para retaliação, serve? Hein? Dra. Raquel Dodge, falei para a senhora contratar um estagiário que procedesse como o escravo nos tempos de Roma, que lhe dissesse, a cada cinco minutos: “Lembra-te da Constituição” — escrevi aqui —, e a senhora sucumbiu à política. Chame o estagiário de volta, doutora. Sim, Dodge protestou contra a emenda de Requião e agora surfa na onda do crime de hermenêutica, porque agora é… Bem, o leitor completa a frase. Isso tem nome: lawfare. O “crime de hermenêutica” era, e é, uma questão clara e puramente política. Assim como também o é o livre convencimento.
    Explicitando ainda mais: ninguém tinha qualquer problema com o LC até agora, afora eu e alguns juristas que cabem em uma Kombi — com motorista. Estou falando nisso há anos, e ninguém parecia dar a mínima. Ajudei a tirar o livre convencimento do CPC. A resposta da dogmática: “Humpf… [onomatopeia] Isso não existe. Claro que juiz tem livre convencimento”. Pois é. Então agora virou problema? Daí, tem-se que ele só é bom se contenta o emissor. O LC é apoiado, aplaudido… Desde que a decisão que esteja nele baseada seja a favor da opinião política daquele que discute. A PGR Raquel Dodge e outros são a favor do LC… Mas só se ele for exercido em favor do que ela e outros pensam. Simples assim.
    E de onde Raquel Dodge e os que pensam como ela mudaram tão radicalmente de ideia sobre crime de hermenêutica a ponto de, depois de serem radicalmente contra, agora usarem a tese como retaliação a Favreto?
    E se a própria Raquel Dodge for acusada de cometer crime de hermenêutica toda vez que tiver que requerer arquivamento de uma investigação da qual resultou pedido de prisão e a prova nada apontou? Seria péssimo, não? E se olharmos para trás, quantos crimes de hermenêutica encontraremos no ato de autoridades? Com efeito ex tunc. Quantos réus haveria por crime de hermenêutica ou por “porte ilegal da fala”… A ver (sem h).
    Post scriptum: Tivesse o STF decidido as ADCs (43,44 e 54), nada disso teria acontecido. Ups. Mas a presidente do STF tem livre convencimento e discricionariedade (o que dá no mesmo) para decidir a pauta… Por isso, as consequências vêm sempre depois, como dizia o Conselheiro. Não seria melhor que fossemos ortodoxos no cumprimento das leis e da CF? Não seria melhor que os juízes não tivessem LC? Não seria melhor cumprirmos à risca as leis?
    O LC é autocontraditório. Autoimplosivo. Aliás, esse episódio jogou uma bomba na tese do LC. Alguém com LC pode ser processado por ter tido LC por alguém que usa o LC para dizer o que é LC… E o resultado tanto faz, porque o julgamento será por LC e o recurso será apreciado por LC, sendo que alguém poderá vir correndo e dizer que nem sequer o primeiro processo poderia ter sido feito porque o LC não era livre… E o final é o suicídio epistêmico. Enquanto não cumprirmos dispositivos como o 926 do CPC, o 93, IX da CF e pensarmos que cada ‘cabeça é uma sentença'”

    https://www.conjur.com.br/2018-jul-19/eis-questj-trf-mpf-implodiram-livre-convencimento

  2. Que bom que estão se danando! Em Pernambuco Lula tem 65% de apoio. Aliás, o Nordeste não se conforma com o que estão fazendo com Lula.

    1. Morro de inveja. Qualquer dia crio coragem e me mando para o Nordeste, está insuportável viver no tucanistão.

  3. O povo é que é, e reconhece ser, a vítima do golpe.
    O golpe mudou sem que estes idiotas golpista, burros, percebessem.
    O grande golpe do judiciário não é mais contra o enorme LULA, caiu a ficha, mas contra o SOBERANO POVO BRASILEIRO.
    Erraram a dose das bandidagens e as infâmias, ilegalidades e inconstitucionais atitudes contra o LULA levou o povo a entender a desgraça do golpe, se sentir golpeado,a reassumir sua fé no LULA e assumir sua inconteste liderança. Sabe que Lula é LULA. E cada dia mais.
    Atenção golpistas, o povo se pôs a frente de LULA e o golpe agora é sentido por ele, povo. Ele já sabe que está apontado para ele, e ele, o povo, é a verdadeira vítima.
    Terão que cassar ilegalmente e sem a mínima justificativa, senão mentiras criminosas, o direito do povo de escolher o seu melhor e único candidato.
    A conclusão do golpe como está será um crime inominável e um terá peso esmagador.

  4. Lula, o encarcerado mais respeitado e querido do Povo brasileiro, ao contrário de seus carcereiros, estejam na PF, no Ministério Público ou no PJB – Partido do Judiciário Brasileiro. O Povo não caiu no “conto do vigário”, digo no conto dos juízes e sabe que a Lava jato em relação ao Lula é essencialmente política. Perdeu, playboy de Curitiba, perdeu. #OPovoQuerLulaLivreEPresidente

    1. O tal PJB é apenas uma das variações elitistas do próprio PSDB. Outra variação, esta mais popular, é esse tal de MDB ou PMDB. No fundo, no fundo, é tudo PSDB.

    2. O tal PJB é apenas uma das variações elitistas do próprio PSDB. Outra variação, esta mais popular, é esse tal de MDB ou PMDB. No fundo, no fundo, é tudo PSDB.

      1. “Espero que não se acuse a Ipsos, uma multinacional francesa e o nosso geriátrico Estadão de estarem em alguma aventura bolivariana de lulopetismo estatístico.” Hahahahahahahahaha…

        1. Não sei do que vc tá fazendo piadas, aliás, vcs do psfbosPS e PSDBosta e partido do judiciáriobosta… que são a maior piada da história do Brasil…hahahahaha.

        2. Gurgel Xavante;
          Não sei do que vc tá fazendo piadas, aliás, vcs do PMDBosta, PSDBosta e partido do judiciárioDbosta… que são a maior piada da história do Brasil…hahahahaha.

          ENão sei do que vc tá fazendo piadas, aliás, vcs do psfbosPS e PSDBosta e partido do judiciáriobosta… que são a maior piada da história do Brasil…hahahahaha.

          Editar

  5. Parece que vai ser isso mesmo… não é nesse ano que vamos resolver os problemas brasileiros.

    Quem sabe em 2022? Isso se o Brasil não virar uma Venezuela até lá.

      1. Daonde infernos você tirou que o meu candidato é Flavio Rocha?

        É cada sem noção que me aparece

  6. Principalmente depois do PRENDE, SOLTA LULA. O eleitor viu naquilo, perseguição escancarada contra Lula e muita politicagem.

  7. muito bom, mas queria entender a razão de se medir a popularidade/rejeição de um juiz. De piso! Ele é candidato? Está, oficialmente, em algum partido? Cada jabuticaba….

  8. HAHAHA estou aqui imaginando a carranca dos Nêumannes e outros que tais lá na redação da marginal do Tietê, sob os eflúvios “perfumados” do rio que outrora foi um marco da pujança paulista. O jornal, assim como o rio, já era. Viraram mero fluxo de detritos enquanto Lula segue impávido. Imagino também a cara de choro do “Lampião do Judiciário”, aquele que jurou Lula de morte, segundo muito bem analisa o Brito. E já peço desculpas à memória de Virgulino “Lampião”, certamente muito mais homem do que aquele pateta curitibano. Na verdade a minha comparação não é historicamente correta, Moro está mais para capitão de “volante”, mercenário e traiçoeiro.

  9. Desde quando moro é “sem partido”?
    Até nisso a midia golpista manipula. Era simples, bastava dizer Juiz Federal sem fazer referência a partido, já que nunca dirão que é tucano comandado pela CIA.

  10. Com mais um mês de prisão o Lula ganhará no primeiro turno e fará 2/3 do Senado e da Câmara. Alguém duvida? Pois isto está muito mais perto de acontecer do que o Alckmin juntar cem pessoas em um comício. Fora de São Paulo, claro.

  11. Mas isso precisa se transformar em voto. Eu eu tenho uma certeza FB: só o povo vai tirar Lula da prisão, e a alternativa mais viável que vejo para isso acontecer é pelo voto. Por isso devemos votar 13 para todos os cargos, e ano que vem a gente refunda as bases deste país, reequilibrando os poderes e fortalecendo o executivo e republicanismo.

  12. A turma do podre Judiciário devem estar pensando: Onde será que nós erramos!!!
    Pensarem que bastaria alguns canetaços para administrar um País como o Brasil
    Se f…;..!!!!

  13. Até quando haveremos que esperar pela movimentacão das Massas…………………????!!!!!!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *