Marombeiros que invadiram Pedro II querem professor com arma de choque em sala

 

Os dois marombeiros idiotas que foram provocar os adolescentes do Colégio Pedro II deram-me saudades da minha juventude, um tempo distante onde, embora não houvesse liberdade, havia ovos e tomates.

Os dois, que são par constante desde que quebraram a placa de homenagem à vereadora Marielle Franco, deveriam aproveitar a manhã ociosa de sexta-feira para, quem sabe, passearem na praia, exibindo suas hipertrofias musculares sem precisar mostrar suas atrofias civilizatórias.

Os pistolinhas, apologistas das armas que são, porém, preferiam causar tumulto numa das tradicionais e qualificadas escolas públicas brasileiras, o Colégio Pedro II, em São Cristóvão. Foram fazer, como fizeram outro dia num colégio – aliás, também Pedro II – em Petrópolis, uma”fiscalização ideológica”.

Um destes energúmenos apresentou, pasmem, um projeto de lei para que professores usem spray de pimenta e arma de eletrochoque em sala de aula.

Duvida? Está aqui.

Imagine o leitor ou a leitora o seu filho ou sua filha, na escola, sujeitos a levarem uma descarga “neuroparalisante” da arma de choque do professor, se não estiver “se comportando”.

Um imbecil que use este método em sala de aula pode formar o que, senão mentecaptos?

Vê-se que tipo de prática pedagógica defendem.

O par de valentões, claro, não vai fazer vistoria nas escolas da Maré ou do Alemão, onde os tiroteios fazem as crianças terem de deitar no chão, nem naquelas que estão caindo aos pedaços.

O mais inflado deles, o PM Daniel Silveira, que já disse à revista Piauí que não matou “ninguém, só 12, por aí, dentro da lei”, disse que não se mata muito no Rio: “só bandido”.

Triste de minha cidade, submetida à “marombocracia” dos Witzel, dos Bretas, dos dois rapazes “vistoriadores”.

A hora em que agredirem um adolescente mais ousado, que fale deles o que de fato são, estaremos à beira de uma tragédia.

Peça-se tudo a um jovem, menos que seja covarde.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

19 respostas

  1. Será que não havia ninguém disponível para dar um safanão nesses dois excrementos? Até quando vamos aguentar calados esses bandidos da extrema direita aprontarem? Haja frouxidão nesse país!!!

    1. Pois é… eu estava aqui contendo a língua, digo, os dedos. Esse negócio dos dois sempre andarem juntos, coisa de Tonho da Lua e Léo, genro vocês sabem de quem ( não dá pra falar, que ele engasga de novo, piora o câncer e depois vão dizer que fui eu que matei o franjinha de prótese – eis porque ele levou o barbeiro lá na ONU), enfim, perdoem, mas, é a realidade, é da vida, é coisa de pederasta, como diz o presidente pervertido que os isentões elegeram sem nem botarem o dedo lá…na urna, na urna! Essas duas bonecas ameaçadoras devem suar muito naqueles treinos de glúteos que esses caras adoram. Depois postam foto de bundinha na praia. Mas, os maledicentes nem imaginam o esforço que fazem para ficarem assim, juntinhos, fortinhos. A tragédia é que o cérebro sai na urina e na tal caixa sobra só merda mesmo. Aí, eles entram nesse furor “fiscalizante” e, depois, meta treinar glúteos até a próxima “fiscalização”. E há quem se atreva a falar mal de mulher que sai com as amigas pra comprar calcinha. Que país, meu Deus!.

    2. Provavelmente, mas como não assumem, ficam frustrados e acabam por descarregar a energia praticando violências.

  2. Deu errado!
    As meninas marombeiras foram expulsas pelos alunos aos gritos de “milicianos”.

  3. O Brasil transformou-se em uma idiocracia, sem por nem tirar.
    Nossos impostos sustentam isso.

    1. Todos eleitos pelo “cordial” povo brasileiro. São o retrato do nosso povo. Não adianta reclamar.
      Estão no poder e vão fazer o que quiserem ..

  4. Esses marombados arrombados gostam de armas porque a pistola deles não funciona. Devem odiar as mulheres.

  5. Esta desmedida esconde muitas, muitas fragilidades. Duvido que os bestas humanos tenham a ousadia de irem nas escolas particulares de classe média do RJ como o Santo Inácio e São José etc. Aliás, a maior parte dos papais destas escolas votaram no Coringa do Rio de Janeiro e do Brasil. Eles só são valentes com jovens de escolas públicas e com a heroína morta pelo seu bando. Odeiam Paulo Freire e propagam a pedagogia da tortura.

  6. É de causar inveja no Maçaranduba hein. Dois idiotas que merecem uma pauladas, sem bem que, pauladas,pau é o que eles gostam…

  7. Tenho aparentado exatamente assim no meu querido e barbarizado Rio. Oficial da PM!
    Anos atrás fomos numa pizzaria em Jacarepaguá e ele encontro seus parças. Todos marombados, inclusive mulheres.
    Me senti numa academia. Ridículo!
    Nunca mais pisei na Cidade.

  8. Sou carioca, ex Pedro II – Zona norte, na av. Barão do Bom Retiro, e é uma vergonha ter a companhia destes apedeutas imposta aos sagrados salões do Colégio DP II.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.