Moro fica em quarentena para não se queimar

O sr. Sergio Moro agigantou sua pequenez nestes dias de combate ao coronavírus.

E havia muito o que fazer.

Poderia ter ajudado a resolver o problema dos caminhoneiros que seguem circulando, com a Polícia Rodoviária controlando a abertura de postos de combustíveis que servem refeições exclusivamente para eles com a instalação de tendas e mesas, com distanciamento adequado, para que possam se alimentar. Bastaria um telefonema para autoridades estaduais e é certo que abririam exceção nestes locais, sob supervisão da PRF e, mesmo, das polícias rodoviária estaduais.

Poderia estar com a Polícia Federal investindo sobe os que estocam, criminosamente, produtos desinfetantes, máscaras cirúrgicas, vestimentas anticontaminação e, pior, aparelhos para intubação aérea de pacientes severos.

A mesma PF deveria estar agindo nos aeroportos, onde são inúmeros os relatos de que não há controle sanitário algum sobre os que desembarcam e voos internacionais.

Poderia propor legislação para liberar, provisoriamente, presos de baixa periculosidade e idade na faixa de risco, aliviando a superlotação dos presídios e não ficar argumentando que isso iria colocar criminosos na rua, o que já não falta.

Poderia estar dando correta orientação jurídica – se disso fosse capaz – para que o Ministério da Economia não baixasse atos inconstitucionais.

Poderia, mas não está.

Apareceu de máscara naquela pantomima da “entrevista coletiva” mas, de resto, tem procurado sumir, escafeder-se, omitir-se numa questão que é de segurança pública, porque se trata de usar civilizadamente as forças policiais para apoiar e organizar o fluxo indispensável de pessoas e de produtos pelo país.

No mais, está desaparecido, comemorando apreensão de maconha no Twitter e, ao contrário do chefe, mandando as pessoas ficarem em casa, para não entrar no braseiro da impopularidade que Bolsonaro entrou.

Ainda assim, está chamuscado.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

26 respostas

  1. Esse cara é um grandessíssimo incompetente. Só tem presunção. Fez fama com a ajuda da Globo em cima de um julgamento fake, cujo objetivo era apenas impedir Lula de ser candidato, mas a bem da verdade, nem como juiz ele serve. Anteriormente, só serviu para blindar o PSDB no caso Banestado. Imagina se tem conhecimento, experiência, visão, jogo de cintura, diplomacia ou qualquer outra qualidade necessária para desempenhar com competência as funções de ministro, seja na área que for. É um medíocre, que de grande só tem a megalomania.

  2. POR QUÉ A SURPRESSA???? É MORO SENDO MORO,OU SEJA UM —–MERDA DELINQUENTE—-,NÃO PASSA DISSO.
    SEU TRABALHO JÁ FOI FEITO ,SÓ ELE E A MASSA DE IMBECIS QUE AINDA CREDITAM NESSE BOSTA É QUE NÃO SE APERCEBERAM.
    CARECE DE QUALQUER TALENTO PARA REALIZAR ALGUMA AÇÃO CONSTRUTIVA ,ELE É UM INCOMPETENTE .MANTIDO NO AR PELA MACIÇA PRESERVAÇÃO QUE A MÍDIA CANALHA FAZ COM ELE.
    A CADEIA O AGUARDA ,É A OBRIGAÇÃO DE QUALQUER GOVERNO —HONESTO–QUE O BRASIL VENHA A TER.

  3. Bolso, Moro e Guedes são as pessoas erradas, no lugar errado e na hora errada, e o que dizer das pessoas responsáveis por lhes colocar ali? “Tudo menos o PT” não é uma profecia é mais que uma maldição, é um castigo que nós – que não lhe colocamos ali – não merecíamos.

  4. O que esperar de um jurista que não entende nada de direito, covarde, aproveitador, vigarista e mau caráter?

    1. Mas é, hoje após um engov vi um jornal na globels News e fica claro que o candidato dela é o Moro. Quando da fala dura do canalha dória a “jornalista” já explicava que essa briga tem um interesse político, ou seja deixa claro que o jumendoria é terceira opção..

  5. Para a infelicidade do Doria, Sergio Moro será o candidato dos paneleiros arrependidos em 2022.
    Acho que ele não está mais interessado em vaga no STF.

    1. calma, calma, calma…. meu povo…o herói MARRECO-MORO, está de quarentena…ESCONDIDINHO…. com o QUEIROZ…..KKKKKKKKKKKKKKK

  6. O capanga de miliciano, como diz um deputado, e os militares delinquentes estão na moita, esperando o prêmio cair na mão deles. O prêmio é a ditadura. O bandido-presidente, ao incentivar o caos para chegar a ela, joga em duas opções, todas favoráveis para ele: ou vira ditador ele mesmo, o que mais deseja, ou é afastado e ganha – dos capangas de milicianos e militares delinquentes, e dos patrões desses -, em vez da prisão como criminoso genocida, um exílio dourado com a famiglia em Miami, com os bolsos cheios de dólares roubados, como tantos outros bandidos latino-americanos do “quintal” já obtiveram antes.

    1. Essa segunda opção vai ser difícil. Dificilmente os milicianos deixariam um arquivo vivo e sua familícia tomando sol em Miami.

    2. O prêmio de consolação é manter tudo igual com o Mourão …
      Esse é o CONJE, o bandido PODERIA ….
      Além de todos os PODERIAs do texto, PODERIA também prender o chefe que furou a quarentena , mesmo contaminado com o COVID-19…

  7. uma amiga chegou da Itália semana passada via Cumbica e não foi notada…
    entrou em quarentena por conta própria e pressão dos amigos

    está com o c.. na mão mas no Brasil

  8. calma, calma, calma…. meu povo…o herói MARRECO-MORO, está de quarentena…ESCONDIDINHO….juntinho com o QUEIROZ…..KKKKKKKKKKKKKKK

  9. Cadeia vai ser pouco para esse exjuizeco Moro, agente colaborador da CIA, lesa pátria, corrupto, incluindo a turminha dos procuradorzinhos facistas corruptos, traidores da pátria, contraventores de Curitiba, quando esse governo facista bolsonarista cair e esfacelar.
    Comemorarei com uma champanhe, enfim a justica para o querido Lula, preso injusticado dois anos por causa dessa escória que esta no poder!

  10. Capanga de Miliciano! Covarde, nem se pronuncia…. Escondido esperando como uma rêmora, a sua vez de comer(aparecer), sem capacidade, depende dos outros para sobreviver.
    Individuo perigoso, vive na escuridão, na espreita….

  11. Esse um dos grandes disseminadores do golpevirus e depois do bolsovirus. Inimigo da saude publica e da economia e desenvolvimento do pais com a famigerada OLJ.

  12. Ia ser muito engraçado o “marreco de Maringá”, falando alguma coisa, nesses tempos de vírus, termos médicos, etc…
    O (pseudo)juiz não domina nem a Língua Portuguesa, nem termos jurídicos.
    Já pensou ele escrever alguma coisa como “viros, ingeção, isolamentu, alcuu gel”?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *