Moro, que fala em ratos, foge de depor na Câmara

Sérgio Moro, que apela para o latim para falar que “a montanha pariu um rato” pode ter feito alguma associação involuntária com o fato de que ratos costumam se entocar quando percebem que estão sendo vistos.

O site que se deveria chamar O Bolsonarista, que  serve de porta-voz ao ministro, está anunciando que o presidente da Comissão de Constituição e Justiça da Câmara dos Deputados, Felipe Francischini “já foi avisado” que Moro não irá mais à audiência prevista para a semana que começa.

Oficialmente, a desculpa é a viagem aos Estados Unidos, para conhecer – a parte que mostram, claro – organismos de inteligência e espionagem.

Certamente, entre os arapongas de lá, encontrará público para praguejar contra o Glenn Greenwald.

Só que as parcerias do jornalista, das quais a primeira foi a Folha, vão acelerar o tique-taque das bombas que estão por vir.

E, para elas, não há toca que proteja.

 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email