N° 2 de Wajngarten e irmão “administrador” têm bens bloqueados por impostos

É muito difícil que Fábio Wajngarten, chefe da Secretaria de Comunicação da Presidência da República termine a semana no cargo.

Não só a transgressão de manter-se como sócio de uma empresa prestadora de serviços que presta serviços – ainda que legítimos – a seus “clientes” na Secom o derrubará.

Mas a “esperteza” de colocar o outro Fábio, o Lieberman – irmão de seu secretário adjunto, Samy Liberman – como administrador de sua empresa.

Samy não é apenas irmão de Fábio, é seu sócio.

Os dois dividiam duas empresas: a Maida Brasil Participações (CNPJ 03.594.047/0001-19), comprada em 2015 de um empresa com sede no Panamá, e a Lelon Participações. Dias antes de ser nomeado, Samy, como o chefe Wajngarten, colocou o irmão de “administrador”

Ambas as firmas, assim como Flávio e Samy estão com os bens bloqueados por ordem da juíza Paula Mantovani Avelino, da 3a. Vara de Execuções Fiscais do TRF-3, em São Paulo, em cautelar de ação fiscal movida pela União.

Cúmplices na maracutaia de manterem seus negócios privados por baixo dos panos, chefe e adjunto estão com os dias (ou horas) contados.

O general Santos Cruz, demitido do governo por conta de Fábio e Carluxo deve estar rindo à toa.

Ou vocês acham que ele não sabia?

 

 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

26 respostas

  1. Padrão queiroz, álvaro laranja antônio, etc; não serão demitidos pelo senhor que sempre fez casadinha.
    Destroem o país, isto aí é café pequeno.
    Que desgraça.

  2. Os irmãos caras-de-pau, uma velha comédia que parece estar em cartaz novamente no país da tragédia.

  3. Apenas mais um bandido da gang que tomou o poder. Como será demitido se o patrão é o dono do negócio???

  4. Parece que dos candidatos a cargos federais só vão atrás de saber se ele foi esquerdista, se tem ou teve amigos comunistas ou se tem ou teve alguma queda por ajudar pobres. O que ele fez ou faz por debaixo dos panos não interessa.

    1. Com certeza os parâmetros para contratação são esses. Talvez eles também analisem se o candidato já cometeu irregularidades. Porque se for uma pessoa que nunca cometeu nenhuma irregularidade, preferem não contratar. O risco de não ser uma “pessoa de bem” é alto.

    2. Com certeza os parâmetros para contratação são esses. Talvez eles também analisem se o candidato já cometeu irregularidades. Porque se for uma pessoa que nunca cometeu nenhuma irregularidade, preferem não contratar. O risco de não ser uma “pessoa de bem” é alto.

  5. Bolsonaro estudou a situação e concluiu que vai dar para apoiar seu chefe da Secom. Isso funciona como um motorista que desce do caminhão e vai ver se dá para passar numa curva estreita sem cair no precipício. Ele não entende que engolir coisas assim pode lhe custar caro e lhe devorar por dentro.

    1. Papo no táxi:

      Passageiro:
      – Esta rádio CBN é da Globo.
      Motorista:
      – É. A Globo tá se acabando, tá vendendo tudo o que ainda tem… Bolsonaro acabou com ela. E só assim a gente ficou sabendo que “eles” gastavam bilhões de dinheiro público com esta Globo, o Bolsonaro acabou com isso.
      – Bolsonaro tirou os bilhões que iam prá Globo e enfiou no bolso do bispo da Record. E do Silvio Santos do SBT.

      – Não foi bem assim…
      – Foi. E agora ainda tem a maracutaia do cara que ele botou lá na Secom, das comunicações.

      – Aquilo alí é mentira, já explicaram na televisão que é tudo mentira.
      – Não é mentira não, meu amigo. É maracutaia da grossa. Não sei quando é que vão entender que este Bolsonaro está acabando com o país. Até o Collor era melhor do ele.

      – Chegamos.

  6. Patetas como são os oficiais generais deste país que ainda olham debaixo da cama antes de dormir para ver se não há comunista, talvez não soubesse.
    Saberia se tivesse parte da propina, nisso são mestres e Heleno confirma.

  7. Por mais que eles sejam sonegadores, qual a importância disso para o Bozo e seus bovinos? Bozo já declarou que ” sonegava tudo o que podia”. Seus imóveis com preço muito abaixo do mercado, rachadinhas, cheques do Queiróz, etc….
    Sonegar impostos e burlar as leis são o padrão Bozo e de seus “cidadãos de bem”. É capaz do Moro “perdoar” os envolvidos.

    1. Mas quando ele deixar o governo continuara sendo dono de seus bens e podera ser pego pela futura receita federal. Ou ele se quiser pode vender tudo e queimar o dinheiro na calçada assim nao podera ser apanhado
      Claro q a midia dira q e vingança do pt mas fazer o q. Q a vingança seja feita

  8. Pode não cair porque o padrão é o mesmo. Rolos nos serviços de comunicação. É de difícil de medir, então é fácil de roubar.

    1. Essa turma possui um dicionário próprio. Assim como para eles o termo comunista abrange toda e qualquer pessoa que critique esse governo e seus integrantes, o termo DEUS representa “nós”, sendo que “nós”, para eles, abrange, além do clã bolsonaro, apenas aqueles que se sejam 100% fiéis a esse governo e ao clã.

  9. Que novidade, corruptos no governo Bolsonaro, kkkkk kkkkk, seria notícia se fossem honestos. Nossos generais se fingem de tontos, ou você acha que não sabem de nada? Quando sabem dizem ser irrisório, kkkkk kkkkk. Ouviram do Ypiranga às marg….., nacionalistas.

  10. Alguém deveria fazer um levantamento de todos os indivíduos que foram nomeados para cargos públicos nesse governo. Em seguida, analisar o currículo e o dossiê completo de cada indivíduo. Depois calcular a porcentagem de nomeados com perfil adequado para a função e sem manchas no dossiê que levariam à sua não indicação, caso o fator ética fosse levado em consideração. Creio que a porcentagem seria bem próxima de 0%…

  11. ” Tudo é permitido , naquele que se fortalece ” financeiramente . Aquilo que é sabido e até investigado e que todos ou na sua maioria fazem nos municípios , estão e união ( câmaras , assembleias , até senado ). Agora a ” rachadinha ” se institucionalizou no executivo . ” O caixa geral da república “. O grande problema é a negociação para o cala boca , mas com a pulverização da ” rachadinha ” o risco de defecção é grande .
    Vide ministro do turismo ainda está lá e o laranjal só crescendo . Dificilmente o cara da SECOM será demitido , a não ser que tenha um bom acordo e continuar como arquivo vivo e bem vivo .

  12. Sabia e se calou? A formação ideológica (e de caráter) de nossos gals eh mesmo uma maravilha. Pqp. Né não?

  13. “É muito difícil que Fábio Wajngarten, chefe da Secretaria de Comunicação da Presidência da República termine a semana no cargo.” só que não. Bolsonaro já passou o pano. E pra mim isso é boa notícia. Tô contando com um abraço de afogado do Fábio no Jair.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.