Na TVT, o caso Lulinha e a pesquisa Datafolha

À tarde, no programa Bom Para Todos, apresentado por Talita Galli, comentei a operação que visou atingir o filho de Lula. uma completo absurdo jurídico que procurou atrair para a Lava Jato casos que já foram investigados e arquivados, por falta de provas, em outras varas, cível e criminal, e arquivados a pedido de Ministério Público.

Trato também do trecho do discurso de posse do presidente da Argentina, que enfrentou a transformação do Judiciário em ferramenta de combate político.

Partilho o vídeo com os leitores.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

4 respostas

  1. Entendendo um pouco mais acerca das motivações do teatrinho mais recente protagonizado pelos infames bandoleiros da organização criminosa ‘Farsa a Jato’, colonizada &$ lesa-pátria, uma das bandas podres da República em frangalhos!

    ***

    DENÚNCIA: O maior e mais destruidor plano já executado neste país, e que nos levará ao caos.
    [E mais a respeito do mafioso Tucano Ricardo Salles do DIABOzo &$ do paulo JEGUES!]
    https://www.youtube.com/watch?v=NYcgsSy9Tnk

  2. Não é por nada não, mas a Agência Antimonopólio do México está a investigar dez anos de manipulação de preços dos bonus mexicanos e encontrou evidências de que sete bancos manipularam os preços para se locupletarem: Banco Bilbao Vizcaya Argentaria SA, Citigroup Inc., Banco Santander SA, Bank of America Corporation, Barclays Plc, Deutsche Bank AG e JPMorgan Chase & Co. https://www.infobae.com/america/mexico/2019/10/15/siete-bancos-son-investigados-por-manipular-bonos-mexicanos-cofece/. .

  3. Uma coisa é certa: O Paludo confirmou a regra clássica de que, no desespero, a única defesa possível é o ataque.

  4. Parabéns Fernando Brito.
    Dominou completamente o ofício de comentarista político na TV.
    Valeu !

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.