Não é ‘nova Previdência’, é nova escravidão

É inacreditável, mas começa a tomar forma aquilo que é a tal “carteira verde-amarela’ tão falada por Jair Bolsonaro.

Geralda Doca e Pedro Paulo Pereira, em O Globo, relatam que, como parte da reforma da Previdência, os senhores de escravo que nos governam querem implantar um regime escravocrata contra nossos filhos e nossos netos.

É uma coisa dantesca, monstruosa, que dá vergonha a qualquer pessoa decente.

Trabalho sem férias e sem 13° salário, entre outras “liberalidades”. E aposentadoria só com o que o próprio trabalhador puder poupar – nas caixas gordas dos bancos, é claro – para tirar uma “merreca” quando já estiver às portas da morte.

Não é exagero: um trabalhador que tem hoje 18 anos, ganha salário mínimo, na remota hipótese de “investir” os mesmos 8% que desconta hoje para o INSS terá de trabalhar nada menos que 52 anos, sem um mísero mês de desemprego, para se aposentar com um salário mínimo de renda, ao 70 anos de idade, às taxas oferecidas hoje pelos planos de previdência privada.

Isso num cálculo ideal, irrealizável na prática, porque haverá pensões, casos de invalidez e outros eventos que, se quiserem dar o nome de previdência a isto terão de ser minimamente cobertos.

Como não haverá férias e nem o “pingado” do 13° para sequer comprar o modesto frango de Natal, a vida passa a ter como única finalidade trabalhar como um escravo moderno.

Isso é inconstitucional, além de absurdo? Ora, é para isso que se monta uma base de cúmplices parlamentares para rasgar direitos que vêm de 80 anos no passado.

Claro que os canalhas que propõem algo assim não o fazem para seus filhos e seus netos.

Eles são de uma outra espécie: investidores, empreendedores, negocistas. Nada semelhantes à ralé que rala para viver, é claro.

O último que achou que eram gente está preso, sumido, desaparecido.

 

 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

16 respostas

  1. Como me disse o filho de meu cunhado: ” Vou votar em Bolsonaro porque ele vai deixar o Brasil igual ao melhor país do mundo, Estados Unidos”.

    1. Um abestado completo. Será que dá para educar este moleque? Se educar não funcionar, adestramento nele!

  2. Vivendo e aprendendo,quantos moleques foram enganados pelos cantos de sereia dos fascistas???milhões.
    Se a gente tenta-se opôr um pouco de LÓGICA,uma simples e maldita lógica na escolha ,eramos tachados de comunistas !!esquerdopatas!!! e assim por diante.
    Sempre falei pro meus filhos ou prestam atenção nas pedras que eu estou mostrando no caminho de vcs ou vão se ferrar.
    Assim de simples ,mas ,assim de doloroso,sangrando também se aprende,o que o intelecto não dá o lombo ensina.
    Fazer o què?

  3. Quer Saber, a Senzala acha lindo aquele senhor de botas, chapéu e chicote ao alto da varanda da Casa Grande.
    A escravidão nos forjou isso …fascinam ouvirem o estalar do chicote nos ladrilhos colôniais.

  4. Esses planos de previdência privada certamente serão cheio de “pegadinhas” – mesmo que administrados de forma correta.

    Serão taxas de carregação, administração, etc, o que diminuirá muito o rendimento a longo prazo. Isso é simplesmente criminoso para com um povo pouco instruído que sequer faz ideia do que seja matemática financeira e compra a prestação um sofá nas casas Bahia pelo preço de três – achando que fez bom negócio.

  5. Estou convencido que é preciso mesmo isso acontecer, esses direitos todos serem abolidos, extintos, destruídos.
    O povo não aprende a ler. Não sabe interpretar texto, nem escrito, nem falado. Não desconfia que toda essa gritaria contra o PT é exagerada, no mínimo, para não dizer diabólica. Não se dá conta do que tem por trás dessa campanha toda contra a esquerda.
    Terá de pagar caro para aprender. Como se fazia antigamente com cachorrinho. Fez cocô no tapete, esfrega o focinho.

    1. Mas nem precisa.
      Não demora e eles próprios estarão esfregando seus focinhos na merda que fizeram!

  6. E o que acontece com algum heroico sobrevivente que, faltando um mês para se aposentar lá pelos 79 anos de idade (alguém que provavelmente “quase” não terá conhecido o desemprego) descobrir que o banco no qual mantém sua “prodigiosa” poupança para “aposentadoria” já era devido a alguma gestão fraudulenta?

  7. – – NOS MAUS TEMPOS DA DITADURA O POVO FOI ENGANADO NA CARADURA DOS GENERAIS E SÓ TEVE PREJUIZOS. ESSE GOVERNO QUER FAZER O MESMO COM O POVO, POR ISSO MANDARAM PRENDER LULA, PARA FACILITAR O SERVIÇO SUJO DA PREVIDÊNCIA.
    Capitalização e Bancos, só tem enganação para o povo e fraudes ao sitema financeiro para enriquecer BANDIDOS.
    .IPIRANGA, LUME, TIEPPO, DELFÍN, CAPEMI, COROA-BRASTEL, HASPA, LETRA, GRUPO SULBRASILEIRO, HABITASUL, BRASILINVEST, COMIND, AUXILIAR E MAISONNAVE3. PAPATUDO,TELESENA
    (…) A partir de 1974, uma sucessão de quebras e negócios mal explicados escandalizou o país. Entre eles, tiveram grande repercussão os casos Halles, Áurea, 1 Dispõe o art. 2 2 ,1, da Constituição da República Federativa do Brasil de 1988, que compete privativamente à União legislar sobre Direito Penal. IPIRANGA, LUME, TIEPPO, DELFÍN, CAPEMI, COROA-BRASTEL, HASPA, LETRA, GRUPO SULBRASILEIRO, HABITASUL, BRASILINVEST, COMIND, AUXILIAR E MAISONNAVE3. Apesar do sentimento dos investidores de que haviam sido fraudados e de que haviam sido vítimas de crimes, os responsáveis submetiam-se apenas às regras da Lei n. 6.024, de 13.03.74, que alcançavam seus bens para penhora e posterior rateio do líquido apurado entre os credores. (…)
    https://repositorio.ufsc.br/xmlui/bitstream/123456789/106425/1/105079.pdf
    https://www1.folha.uol.com.br/fsp/1997/11/09/brasil/31.html

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *