Nassif: Duran mostra extratos que sugerem falsificação na Odebrecht

taclanassif

De Luís Nassif, no Jornal GGN, informação gravíssima  que ajuda a entender porque a insistência em negar acesso aos bancos de dados e documentos da delação “em lote” dos 78 executivos da Odebrecht:

O livro-bomba sobre a Lava Jato, prometido pelo doleiro espanhol Tacla Duran, começa a dar frutos.

Tacla é o doleiro cuja declaração de renda comprovou pagamentos a Rosângela Moro, ao primeiro amigo Carlos Zucolotto e a Leonardo Santos Lima.

Alguns capítulos do livro ficaram por alguns dias no site de Tacla. No livro, ele diz que a delação da Odebrecht teve vários pontos de manipulação, com a montagem de documentos, provavelmente por pressão dos procuradores, atrás de qualquer tipo de prova contra Lula.

O juiz Sérgio Moro facultou apenas aos procuradores da Lava Jato o acesso ao banco de dados especial da Odebrecht. Aparentemente, os procuradores entram lá e pinçam apenas o que interessa.,Analistas foram atrás das dicas levantadas por Tacla e quase todas se confirmaram.

Mais que isso: há indícios de que alguns dos documentos foram montados.

Evidência 1 – extrato da Innovation tem somas erradas.

Evidência 2 – os extratos com erros são diferentes de outros extratos do mesmo banco apresentados em outras delações.

Evidência 3 – os extratos originais do banco apresentam números negativos com sinal (-), ao contrário do extrato montado, em que eles aparecem em vermelho.

Evidência 4 – a formatação das datas de lançamento é totalmente diferente de outros documentos do banco, que seguem o padrão americano: Mês/Dia/Ano.

Evidência 5 – a formatação nas datas de lançamento é idêntica ao da planilha PAULISTINHA, preparada por Maria Lúcia Tavares, a responsável pelos lançamentos no Departamento de Operações Estruturadas da Odebrecht.

Evidência 6 – nos anexos da delação de Leandra A. Azevedo consta ordem de pagamento, com data de 28 de setembro de 2012, de US$ 1.000.000,00 da conta da Innovation para a Waterford Management Gourp Inc. Mas no extrato bancário supostamente montado, a transferência consta como saída de 27 de setembro de 2012, ou seja, antes da ordem de pagamento.

Agora, se coloca o juiz Sérgio Moro em situação complicada. Como pretende julgar o processo sem facultar o banco de dados da Odebrecht à defesa, para se identificar os documentos falsificados e os verdadeiros.

Submeter os dados das delações da Odebrecht a perícia é a primeira providência que se espera da nova Procuradora, Raquel Dodge.

contrib1

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

32 respostas

  1. Moro não merece ser chamado, sequer, de moleque.
    Mas os coxinhas, que, raivosa e alegremente, embarcaram em suas armacões, embarcaram em suas armações, bem merecem ser chamados de bestas otárias!

    1. Se a justiça fosse séria, Moro seria afastado do caso. Mas está todo o judiciário de borrando de medo da mídia.

      Cadê o CNJ, STJ e STF para se manifestarem. Dar palpite em tudo pela Globo é mole. Agora tem que se posicionar.

      Ouviu, Ministreca Carmen Lúcia?

      1. Se a Justiça fosse séria, Moro estaria sendo investigado e muito provavelmente estaria preso. Se os procuradores e juízes da mani puliti na Itália tivessem cometido um terço dos absurdos que a turminha de Curitiba vem cometendo, estariam dormindo na cadeia faz tempo.

  2. submeter os dados a perícia?
    pode esperar sentado. essa dodge já botou o parsa do gilmau no gabinete. aí é fogo.
    só podemos esperar a anulação do que toca o golpista e a validade do que fale de lula, ainda que sem provas.

  3. Ai fica a pergunta: – quem investiga a “investigação”???…Quer dizer os Procuradores, forjam provas em quadrilha com os delatores e o juiz condena, baseado em PROVAS FALSAS e o que é pior, A DEFESA NÃO TEM ACESSO AOS DADOS que comprovam a FRAUDE PROCESSUAL…Então pra que serve a OAB, se não luta para garantir o Pleno exercício da função de seus associados advogados e MANTENEDORES??? É o mesmo que um Sindicato de Trabalhadores…que DEFENDE O PATRÃO !!! Mas pra dar entrevista sobre qualquer merda que dê Ibope na Globo o presidente da ordem está sempre de “plantão” !!!

  4. Não duvido! O Youssef pego por duas vezes,duas delações e mais de meio trilhão envolvidos teve 03 anos de prisão decreysda por Moro.Então,ninguém desconfia de nada????

  5. Urge alguém do jornalismo independente, talvez Joaquim de Carvalho do DCM, ir à Espanha e entrevistar Tacla Duran . Financiamento por crowdfunding, é preciso um contra ataque que mostre ao mundo as tripas dos impolutos engravatados da Lava-Rato

    1. Caro Marcos,

      Ele fez uma reportagem e republicou trechos da entrevista de Duran ao jornal El País. Duran tem munição pesadíssima contra a ORCRIM lavajateira; ele e familiares têm recebido ameaças de morte. Se Duran revelar o que sabe, a ORCRIM lavajateira toda pode ir em cana.

      Ótima a sua idéia. Se Joaquim de Carvalho fizer uma boa entrevista com Duran e extrair dele as informações que sabemos ter, fecha-se a tampa do caixão da ORCRIM lavajateira. Por isso o desespero de sérgio moro e comparsas em desacreditar Duran por meio de uma condenação à revelia do advogado-doleiro hispano-brasileiro.

      1. O que falta pra este jornalista ir a Espanha fazer a tal entrevista? Vamos lá. Se o problema é financeiro e só abrir uma conta que amanhã mesmo ele cai.

      2. Os brasileiros sabem separar o “joio do trigo” é lamentável esta armação contra o estadista ímpar, limpo e honesto na sua trajetória desde 1979 Lula o povo confia e acredita e mais quem tiver acusação apresente contra Lula ou também mãos limpas Dilma Rousseff mas “não” vale diz que me disse, fantasias, power-point e muito menos sonhos. Juiz acorda não aceitamos (maioria dos brasileiros) truques com desonestidade confiamos e acreditamos em Lula.

    2. Mas já está em andamento um crowdfunding aberto no DCM para investigar as patranhas da Lava Jato.

      Visite o site deles e veja.

  6. Prezados(as) companheiros e companheiras, não se avexem, não!
    O fim do INFAME rábula ‘psicoPATO’ DEMoTucano ‘mor(T)o’ está muito próximo, o energúmeno protofascista absolutamente ‘DESmoroLIZADO’!
    O filme:
    Advogado (e doleiro) “[Rodrigo] Tac(l)a Dura(n) no CUnha do ‘mor(T)o’” vem aí!
    Tremeis, abjeto caipira arrivista colonizado da ‘Província agrícola do Paraná’”

    $$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$

    Tacla Durán, o doleiro que pode detonar a Lava Jato, diz ter recebido ameaças.
    Por emérito e intrépido jornalista Joaquim de Carvalho
    Diario do Centro do Mundo – 19 de setembro de 2017

    Tacla Durán, o homem-bomba da Lava Jato
    Vídeo da entrevista do advogado e doleiro ao El País
    FONTE [LÍMPIDA!]: https://www.youtube.com/watch?v=VbpGh3AkCrE

    1. Tremeis, abjeto caipira arrivista colonizado da ‘Província agrícola do Paraná’!
      E integrante da PORCA-tarefa da Operação midiático-golpista ‘Farsa a Jato’ lesa-pátria!
      Ah este ‘miniSTÉRIO’ PRIVADA infestado de aloprados fura-teto que estão ajudando a detruir a nação e o honesto povo trabalhador brasileiro!

      CPI DE CERTO MEGAESCÂNDALO QUE REÚNE PELO MENOS QUATRO, ou seja, uma…
      https://i.ytimg.com/vi/mmG8TiJwwjU/maxresdefault.jpg

  7. Só neste tribunal inquisitório é que não é permitida à defesa o acesso aos autos do processo. A palavra do Torquemada é sempre a mesma: “sua petição foi negada”. Se fosse um julgamento honesto, o juiz do piso acima da lei daria todas as condições para uma ampla defesa. Esse STF, outro partidário tucano, adia um julgamento por que o advogado do Aéciopó viajou em férias. É ou não é uma quadrilha esse nosso judi$$iário?

      1. … Somente uma guerra civil nos salvará e nos redimirá!…
        E quem propôs este libelo não fomos nós!
        Foi a IMUNDA Casa Grande nativa!

  8. Pinçar o que quer…como quer…interessante…e acham que ninguém vai descobrir. Aguardemos os novos capítulos!

  9. Prezados leitores do Tijolaço

    Sem temer represálias, perseguições e processos judiciais, sou um dos que , ao longo desses três anos, tenho chamado a Fraude a Jato pelo que de fato é: UMA ORCRIM INSTITUCIONAL. Aos integrantes dessa ORCRIM chamo pelo que são: criminosos enquistados e encastelados na burocracia do Estado, mais especificamente nas instituições que compõem o chamado ‘sistema de justiça’, que são a PF, o MP e o PJ. A este que ocupa o cargo de “juiz” na 13ª VJF de Curitiba chamo de criminoso contumaz, sem medo de errar. Aos lavajateiros dos núcleos curitibano, brasiliense e fluminense (sejam eles da PF, do MP ou do PJ) chamo pelo que são: criminosos enquistados e encastelados na burocracia do Estado, com muito poder e nenhum controle por parte da sociedade civil.

    Se Rodrigo Tacla Duran, advogado-doleiro da Odebrecht, cometeu crimes, que se investigue, que se levantem provas. Mas ao desmascarar Carlos Zucollotto Jr, amigo de sérgio moro e sócio da esposa deste, acusando-os de cobrar propina para intermediar acordo de delação premiada com os procuradores lavajateiros do núcleo curitibano do MPF, Rodrigo Duran prestou um GRANDE SERVIÇO PÚBLICO AO BRASIL. O boquirroto carlos fernando dos santos lima, assim como sérgio moro e seu amigo íntimo, o advogado Carlos Zucollotto Jr, foram pegos na mentira; um documento da receita Federal, omitido pelo MPF, mostra que rosângela moro recebeu pagamentos do escritório em que atuava uma irmã de Rodrigo Duran. carlos lima e sérgio moro MENTIRAM, ao afirmar que o escritório de Carlos Zucollotto só atuava em causas trabalhistas, mas não nas criminais.

    A tentativa desesperada de sérgio moro em pedir a extradição, processar, julgar e condenar Rodrigo Tacla Duran mostra que este pode por abaixo o castelo de cartas da Fraude a Jato e revelar inúmeras práticas criminosas cometidas não só pleos procuradores lavajateiros do MPF, mas também pelo “juiz’ que simboliza e representa essa ORCRIM institucional. Em entrevista ao jornal espanhol El País, Rodrigo Duran afirma que ele, a mãe dele e outras pessoas da família têm recebido ameaças de morte. Agora entendemos por que.

    A ORCRIM lavajateira está com as entranhas pútridas e fétidas expostas à luz solar. Se, e quando, o Estado de Direito Democrático for restabelecido, muitos dos moralistas que desmontaram o Estado Social e perseguiram/perseguem lideranças políticas da Esquerda pagarão, e caro, pelos crimes de Estado que andam cometendo. A História há de julgá-los de modo implacável.

    1. Joao, não é atôa que a midia (PIG) está tentando crucificar o General Mourão por se precipitar uma possivel intervenção militar num dos poderes de república brasileira.O recado foi mais direto ao poder judiciário, talvez essas ilegalidades e imoralidades sejam do conhecimento do meio militar, daí o alerta! Esses bandidos do sistema de justiça só irão para a cadeia, se houver intervenção e eles serem julgados pela justiça militar como traidores da pátria.Na verdade, não gostaria dessa opção e sim pela guerra civil e julgamento desses canalhas por tribunais do povo.A condenação e a sentença sairiam rapidinhas,

    1. … O doleiro Albert(o) Yousseff desde o megaescândalo do Banestado da Privataria DEMoTucana sob a égide do ‘FHC Brasif’ que o diga!…

  10. MONIZ BANDEIRA é um intelectual confiável!
    E autor do livro A Formação do Império Americano – Da Guerra Contra a Espanha À Guerra no Iraque, entre outros best sellers

    ***

    MONIZ BANDEIRA VOLTA A PREGAR AÇÃO MILITAR CONTRA O DESMONTE NACIONAL

    O embaixador Luiz Alberto Moniz Bandeira, primeiro intelectual nacionalista e de esquerda a defender uma intervenção militar para derrubar o golpe representado por Michel Temer, que, além de denunciado por corrupção, obstrução judicial e organização criminosa, é aprovado por apenas 3,4% dos brasileiros, voltou a sustentar sua posição; “O importante é impedir que o patrimônio nacional – Eletrobrás, Eletronuclear, Petrobrás e pré-sal, bancos estatais – seja dilapidado, entregue aos gringos: é evitar que o desenvolvimento do Brasil, com a inclusão, não seja interrompido; é impedir a entrega aos gringos de uma parte da Amazônia maior que a Dinamarca”, diz ele, enfatizando que não deseja um regime de exceção

    20 DE SETEMBRO DE 2017 ÀS 09:49

    (…)

    FONTE [LÍMPIDA!]: https://www.brasil247.com/pt/247/poder/318190/Moniz-Bandeira-volta-a-pregar-a%C3%A7%C3%A3o-militar-contra-o-desmonte-nacional.htm

    1. MONIZ BANDEIRA VOLTA A PREGAR AÇÃO MILITAR CONTRA O DESMONTE NACIONAL
      Leia, abaixo, a carta de Moniz Bandeira ao historiador *Valter Pomar:

      *Entre 2005 e 2009, Valter Pomar esteve à frente da Secretaria de Relações Internacionais do PT e desde então ocupa o cargo de Secretário Executivo do Foro de São Paulo, desempenhando, nestas funções, importante trabalho de interlocução política do PT com as forças de esquerda de todo o mundo – em especial, na América Latina. Atualmente integra a Direção Nacional do PT e leciona Relações Internacionais na Universidade Federal do ABC.

      Meu querido Valter,

      insisto, em nada tenho ilusão. Sei que tudo pode acontecer, se houver uma intervenção militar. Mas o fato é que, se Dilma Rousseff foi deposta por um golpe de Estado, e de fato foi, não mais existe Estado de Direito nem democracia no Brasil. Acabou a Constituição.
      (…)
      Falar em Constituição, agora, é que é uma grande ilusão. As liberdades são relativas, como durante o regime militar, porém nem imprensa alternativa existe mais como naquele tempo. Toda a mídia repete o mesmo e o alvo é o ex-presidente Lula, com o judiciário a condená-lo, sem provas, apenas para efeito de repercussão na imprensa e desmoralizá-lo.
      (…)
      Tenho até dúvidas de que as eleições ocorrerão. Temer e demais cúmplices sabem que, ao descer a rampa do Planalto, sem imunidade, podem ser presos e enviado para a Papuda. A insatisfação no meio militar é enorme, conforme exprimiu o Antônio Olímpio Mourão. E teve toda razão o deputado Aldo Rebelo, do PC do B, quando recomendou o diálogo com os militares. O proto-nazifascista Jair Bolsonaro não é representativo das Forças Armadas. É minoria.
      A intervenção militar pode ocorrer. Como se desdobrará é difícil imaginar. (…) Claro que não defendo regime de exceção, mas regime de exceção é o que já existe no Brasil, com um verniz de legalidade. O que ocorreu no Brasil, com a derrubada da presidente Dilma, foi golpe de Estado, como, na Ucrânia, com a destituição do presidente Wiktor Yanukovytch, na madrugada de 21 para 22 de fevereiro de 2014, por uma decisão de um Congresso comprado. A Constituição deixou de existir. Ilusão é pensar que, após realizar as reformas pretendidas pelo capital financeiro e o empresariado nacional, as forças, que se apossaram do poder, vão deixá-lo sem ser por um golpe de força. E, infelizmente, as forças populares já demonstraram a sua impotência. A nada reagiram.
      Não desejaria que ocorresse intervenção. Todos sabem como começa, mas não quando termina. Porém, não estou a ver outra perspectiva no Brasil. É necessário impedir o desmonte do Estados nacional. E há-de chegar um momento em que o impasse político, com o agravamento da situação econômica e social, terá de ser pela força.

      Com afetuoso abraço, Moniz

      FONTE [LÍMPIDA!]: https://www.brasil247.com/pt/247/poder/318190/Moniz-Bandeira-volta-a-pregar-a%C3%A7%C3%A3o-militar-contra-o-desmonte-nacional.htm

  11. O Sr. Duran, naturalmente é um homem inteligente.
    Tanto que não ficou no Brasil.
    Se o for mesmo, tomará todas as providencias acautelatórias, dissuasórias e tacladuranatórias possiveis. (desandei a falar dificil hoje).

  12. Se os militares tomassem o poder para botar Moro e todo o STF e os Sabotadores da República na cadeia, eu apoiaria! Mas isso é utopia, sabemos de que lado estão os militares…

  13. A Farsa se revela à Jato. No mínimo, se houver alguma decência, deve-se fazer uma perícia completa (sem o Molina na parada) nestes DOCs. da Odebrecht. Isto deve ser feito à Jato.

  14. O povo brasileiro não pode aceitar as sentenças suspeitas de Sérgio Moro no contexto da Lava Jato! A nação brasileira não pode aceitar e conviver com tais sentenças quando o próprio juiz, sua esposa Rosângela, seu melhor amigo e irmão do suspeito procurador que subscreve a denúncia contra Lula são abertamente colocados como corruptos por Tacla Duran! Perguntem a FHC e seu porta voz Boris Casoy se isso deve ou não ser passado a limpo! Com a palavra o TSE , o STF e o CNJ! Justifiquem seus salários e ganhos acima do teto constitucional que vocês deveriam proteger! Ou voçês estão em planilha especial da Odebrechet que o Moro não deixa a defesa ver?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *