Nem Bolsonaro se engana com Sérgio Moro

Quem pensa que os efeitos da entrevista de Sergio Moro ao Roda Viva, ontem, serão tão inexpressivos quanto foi o conteúdo do programa, com o tom autocrático e peremptório de ministro, creio eu, engana-se.

Bolsonaro e seu núcleo não devem estar, a esta hora, ruminando a suposta “disciplina hierárquica” de Moro, ao dizer que não lhe cabe dar opiniões sobre ações e declarações do chefe.

É evidente que isso é forma pretensamente “esperta” de repetir o velho bordão de um personagem de Jô Soares: “não me comprometa!”

Tenta manter, assim, uma distância pretensamente saneadora, como se pudesse permanecer limpo quem está – e faz parte – dentro do pântano.

E, portanto, em condições de ser candidato sem a mácula de ser bolsonarista.

Moro é assim: encoberto, calculista e, afinal, um ser primário.

Mais, até, que o próprio chefe, que lhe percebe os planos.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

17 respostas

  1. Cada um tem o chefe que merece.
    Cada presidente tem o ministro que merece.
    Cada povo tem o governo que escolhe.
    Miserável povo que se deixa levar por mentiras, mesmo sentindo na pele, mesmo intuindo que algo está errado. Come merda e da risada.
    Eh povo infeliz…

  2. São dois canalhas, mas se entendem. Sabem que cada um sempre fará o que for melhor para si mesmo mas, se e quando for conveniente, vão se apoiar mutuamente. Ainda acho que ambos pretendem se candidatar à presidência. Quando as pesquisas de intenção de votos mostrar qual dos dois tem mais chances de vencer, o que estiver atrás vai, “nobremente”, abrir mão de sua candidatura e orientar seus eleitores a votar no outro. Dessa forma, superficialmente aparentam serem oponentes, mas ambos preservam seus eleitores fiéis, para transferirem seus votos para o outro quando for a hora. Lógico, o acordo de mútua proteção está implícito.

  3. A considerar a filtragem de entrevistadores praticada na entrevista de Moro é de se supor que, se candidato, ele reeditará a fórmula americana cedida a Bolsonaro: Muita fake news e zero entrevistas e debates. Ao preservar a incapacidade do candidato de mostrar seu interior podre, o mecanismo vai dourá-lo com uma providencial aura de “mito”. Talvez uma facada arranjada, ou alguma agressividade explícita de petistas contratados ainda seja necessária para completar o engodo junto ao eleitorado analfabeto.

  4. Eles se merecem . Além do que mantém o governo ” limpinho ” . Como ele disse “não existe corrupção no governo Bolsonaro” . Só para manter a hierarquia e agradar o chefe. Mentirosso .

  5. Acrescento que o capitão da casa 58, espertamente, mudou de opinião sobre federalizar a investigação do assassinato de Marielle. Antes, ele queria se proteger colocando o inquérito nas mãos da PF de Moro. Agora, ele já desconfia que é melhor não fazer isso.

  6. Eu sempre me pergunto ,por qué as pessoas tem receio de chamar esse vagabundo de —CRIMINOSO—?
    Sería ,caso quem o chama-se fosse uma pessoa pública ou jornalista ,( com o devido processo de parte do criminoso)uma excelente chance de re-discutir O CRÍME DO VAZAMENTO ILEGAL DOS ÁUDIOS DA DILMA.
    Isso foi críme,não existe discussão,está claro e concreto na lei,é críme.E só foi um dos muitos que esse sabujo do tio sam cometeu.
    Foi poupado pelo BUNDÃO teorí zavascki ,mas,nem isso o poupou de ser ASSASSINADO.
    Eu ainda aguardo o Glenn Greenwald cumprir o que prometeu,será que valerá a pena??

    1. Não tenho dúvidas de que Moro entrará para a história não só como criminoso, mas como o maior traidor da pátria brasileira.
      Mas até isso acontecer, muita água vai rolar. A maioria das pessoas é covarde. Sabe que Moro e Bolsonaro, além de ruins, são pessoas vingativas. Por isso tem medo de expor publicamente suas opiniões sobre os dois criminosos e em algum momento serem perseguidos e prejudicados por conta disso. Então, preferem ficar em cima do muro.

      1. Existen covardías e recuos que não fazem parte das escolhas dos homens públicos, ainda mais daqueles que se dizem de “esquerda”..Eles estão lá por opção pessoal ,ninguém os obrigou. E eles sabem disso.

  7. Não vi e não vou ver o programa, que diga-se é literalmente de índio. Se é para “se” lançar a algo maior vai acabar no vácuo. Nem do “capo di tutti capi” ele é candidato.

    Acho que o maior inimigo do moro é ele mesmo já que é inodoro e insípido.

    E me lembra muito balão japonês . Sobe , sobe mas quando cai, parece chumbo.

  8. Imaginando qual será a postura de Moro em relação ao Bozo, caso chegue a presidência…..ele é vingativo e tem ego gde….kkkkk…vai triturar o Bozo pelas humilhações sofridas…..

  9. O plano do Moro era derrubar o Bolsonaro, como juiz de primeira instância ele não teria chance nenhuma de ser o carrasco do Bozo, o Moro acreditou que indicaria o PGR, o chefe da PF, controlaria o COAF e teria carta branca para levar a quadrilha dele para Brasília, logo eles começariam a conspiração – como de fato tentaram – e no mais tardar até outubro, já teriam derrubado o Bolsonaro.
    Mas bastou o Bolsonaro chamá-lo no canto, fazer cara feia, que o Marreco se tremeu inteiro, começou a chorar, e por pouco não se mija todo.
    O PT precisa fazer uma autocrítica, é claro, eles precisam explicar como se deixaram golper – bovinamente – por estes moleques chorões.
    O Moro não é político, mas muito longe disso, essa quadrilha de Curitiba precisa ser entendida como realmente são, moleques de classe média mimados, com privilégios tão pornográficos que beiram o crime.
    Essa é a meritocracia da classe média concurseira: o Moro prende o maior político do Brasil, prepara o golpe na Dilma, e depois derruba o atual presidente da república, depois chamam novas eleições com só ele de candidato.
    O Moro já era, agora que o plano de derrubar o Bozo foi pro vinagre, acabou o Marreco! O Moro seria o candidato da Globo, mas ela não elege mais ninguém, e até 2022 então, pode esquecer.

  10. Essa criatura é muito asquerosa, ele e os capangas dele. Ele é: criminoso, ladrão, psicopata, golpista, traidor, canalha, pivete mau caráter. É questão de tempo, o pai dos prdígios, o dia dele vai chegar. Ele um lixo igual a hiena miliciana.

  11. Tendo, finalmente caído a ficha de P. Michael McKinley, que não é mais possível manter o Bozo idefinidamente no posto de títere-mor da CIA, o sr. embaixador tratou inventar um densidade eleitoral para Moro, que está surfando nessa onda, com o ego mais inflado do que nunca…

  12. O alter ego do Moro já deu tropeços formidáveis, que o tirariam de qualquer disputa justa. Mas a gloriosa imprensa os encobriu.

  13. Sou aposentado e devido a isso disponho de muito tempo para buscar informações e analisar a opinião das mais diversas camadas da população. Não nos enganemos: esses crápulas idiotas contam com maciço apoio da população em geral. É simplesmente assombroso e assustador o nível de desinformação do povo. Faço parte de alguns grupos de “churrasco e cerveja” e maioria acha esses caras (Moro, Bozo, Véio da Havan) o máximo e votará neles numa futura eleição. Se as forças racionais não se unirem e não lutar para chegar ao povo novamente, esses idiotas continuarão a infernizar nosso País.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *