No news, fake news

O quase silêncio do Jornal Nacional, ontem, e o “mais que silêncio” da Justiça Eleitoral – só no final da tarde a Ministra Rosa Weber, acompanhada de uma pena de autoridades do Governo, falará sobre o caso –  até agora ajudam a dar veracidade ao que publica a coluna Painel, da Folha:

Casos como esse, avaliam ministros de cortes superiores, pairam como uma espada sobre a cabeça de seus alvos e, num jogo político complexo como o que se desenha para 2019, podem ser usados como instrumento “de incentivo à moderação” do presidenciável e de seu companheiro, o general Hamilton Mourão, favoritos na disputa.

Numa palavra, creem que “cozinhando o galo”- diante do provável triunfo eleitoral do ex-capitão – terão como controlá-lo pelo que consideram uma “moeda de troca”: a lei e seu dever de zelar pela lisura das eleições.

Sim, porque a velocidade e a energia das reações ao que pode influir sobre o pleito falam por si.

No caso de uma mera entrevista do ex-presidente Lula moveram-se com a velocidade de um raio e o peso de um trovão. E, poucas horas, não se hesitou em revogar, numa penada, a decisão do ministro Ricardo Lewandowski que a permitia e, não bastando, entrou no circuito, sem mais delongas, o presidente do Supremo, Dias Tóffoli, para selar a imposição do silêncio, ainda que de forma juridicamente inepta e capenga.

A razão suprema é que a simples expressão das opiniões de Lula ou sua imagem em fotos ou na TV poderia influir nas eleições,  causando”desinformação na véspera do sufrágio, considerando a proximidade do primeiro turno das eleições presidenciais”.

Agora, porém, diante da evidência de que esquemas empresariais foram montados, com  pesados investimentos, para atuar na distribuição, em escala de centenas de milhões, de mensagens contendo “fake news” para demolir a imagem de um dos candidatos, a lebre virou cágado, mesmo diante da “proximidade do  segundo turno das eleições presidenciais”.

A máquina de mentiras está tendo tempo e espaço para desconstruir a própria denúncia, transformando o crime em “armação do PT”. Aliás, a própria imprensa está sendo tratada como, perdão é o texto das redes, a “putinha do PT”.

Ignora-se o que dirão as autoridades formadas hoje na entrevista presidida por Rosa Weber, no TSE. “Vamos investigar com rigor”  é pouco diante de um crime que terá sido exposto nada menos que 36 horas antes e que, até agora, não mereceu qualquer providência.

No silêncio e na inação, ficam o que antes se chamava opinião pública ao sabor das fake news e dos criminosos que as impulsionam e massificam.

Eles estão a um passo do poder e, diante dos cães de guerra ao autoritarismo, miam.

Não é difícil imaginar seu futuro.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

46 respostas

  1. Não foi só o candidato 17 a presidente o beneficiado com o crime. A eleição para todos os cargos foram viciadas pelo crime.

    1. Isso não foi eleição!! Isso foi a FAKE das FAKES !!!! Tem que ser anulada…tem que ser punidos com a perda de direitos políticos por 8 anos como determina a Legislação …

    2. Num país realmente democrático, as eleições seriam canceladas… Mas aqui, há muito vivemos uma ditadura judicial, o que esperar agora dos “urubus”???? Nada

  2. A lebre virou coisa pior: VIROU UM CÁGADO MORTO! Esse não move um músculo sequer. Aliás, nosso STF já está morto mesmo, pois perdeu o sentido sobre o que deveria zelar: AS LEIS!

    1. Com o novo número de Ministros proposto por Bozo, existirá mesmo um STF guardião da CF????? A coisa só tende a piorar.

  3. O Brazil é uma bosta. O povo é dos mais burros do mundo. Em parte, dá vergonha de ser brazileiro; em parte, dá revolta de brazileiro e compatriota de tantos bandidos e tantos asnos.

    1. Carlos, faça a experiência de, por um més inteiro, informar-se apenas pelas 4 grandes da TV e pelas rádios CBN, BAND e Jovem Pan. Não duvide, você provavelmente estará fazendo campanha pela Besta

  4. Jair Bolsosnaro e a criminosa indústria de fake news que o apóia e impulsiona são filhos desses golpistas do sistema judiciário, cooptados pelo Deep State estadunidense e finança transnacional. Esperar providências dos golpistas togados contra os golpistas fardados é mais do que ingenuidade: é tolice. O Ex-Presidente Lula, assim como José Dirceu, José Genoíno, João Vaccari Neto, João Paulo Cunha, Luiz Gushiken, Delúbio Soares, Henrique Pizzolato e outros não tiveram suas reputações assassinadas, não foram perseguidos, humilhados, condenados e/ou presos por crime (JAMAIS provados) que porventura tenham cometido.

    O golpe começou em 2005, mas teve de ser interrompido e só foi retomado em 2013; a partir de então, num crescendo, ele veio a se consumar em 2016. Jair Bolsonaro comete crimes desde que fazia parte do exército, antes de ostentar a patente de capitão, que só lhe foi concedia quando, depois de ameaçar explodir quartéis e arquitetar atentado terrorista para explodir a adutora da CEDAE, que abastece a região metropolitana do Rio, ele foi convidado a deixar essa FFAA terrestre. Ernesto Geisel deixou registrado em livro que o ex-capitão era um mau militar.

    A FSP faz “hedge” e provavelmente não dará seqüência às denúncias contra a criminosa indústria de fake news que impulsiona a campanha de Bolsonaro. A Globo e os golpistas de toga não deram a mínima e já ensaiam colocar panos quentes ou construir álibis para os criminosos. As betas-feras, os golpistas de coturnos e fardas já enquadraram os de toga e os do PIG/PPV.

  5. Ou o TSE, STF, MPF, Policia Federal e todo o judiciário brasileiro restabelecem a normalidade e a verdade no Brasil, ou então iremos ter a certeza que eles também são uma “fake news”.

    1. Mas espere aí!
      Alguém ainda tem alguma dúvida quanto ao que são essas instituições e a que servem.

  6. Eu me esforço para crer que a derrota da Dilma e do Suplicy ao Senado tenha sido apenas pela mudança repentina do eleitorado a apenas 24 horas das eleições. Jabutis não sobem em postes…

    1. Luis Carlos, eleitores do Suplicy “paz e amor”, de uma hora para outra, resolvem apoiar o truculento Olímpio. Dilma e Requião, disparados nas pesquisas, da noite para o dia caem para 3o. lugar. No Rio, um ilustre desconhecido dispara na frente das pesquisas. Janaína Pascoal é a deputada eleita com mais votos em nossa história. O filho da Besta, o Bestinha, não fica atrás. Está certo que parte do nosso povo está imbecilizado, mas será tanto assim?

    2. Requião no Paraná. Não arranhou nem o segundo lugar. Estava em primeiro nas pesquisas.

      César Maia (*) no Rio, estava pau a pau pelo segundo lugar junto com o Lindbergh. Entrou um ilustre desconhecido que nunca ouvi falar (Arolde de Oliveira).

      ========
      (*) Não gosto do César Maia, é de direita (DEM), mas a diferença de resultado entre as pesquisas e a apuração das urnas foi como fazer um vôo para Paris e terminar pousando em Sidney.

      As pessoas podem argumentar que os institutos de pesquisa manipulam, mas – convenhamos – qual instituto que gosta de ser desmoralizado dessa maneira?

      1. MG a máquina de disparo foi acionada pelo NOVO… Pimentel, que estava em segundo lugar, ficou fora das eleições, ficou fora das disputas, assim como Dilma. Tudo contaminado.

  7. O ministro da casa civil de Bolsonaro, Onyx, fala para a imprensa que vai cortar 25 mil cargos comissionados, depois descobre que só existem 23 mil cargos comissionados no governo federal. Ou seja, o cara falou algo sem estudo, sem base e tal situação deveria ir para os anais dos micos na política, mas para a globo em editorial o erro crasso merece elogio. A família marinho é um câncer para a nossa democracia.
    https://www.conversaafiada.com.br/politica/globo-elogia-corte-de-2-mil-funcionarios-que-nao-existem

  8. Os marinho, rosa e penduricalhos simplesmente seguem as ordens da CIA.

    O que importa é o fim do PT e do Presidente LULA.

    Enquanto isso os boçalNazi Proclamam: “…é Nois!”

    E o Brasil segue retroagindo 50 anos como é o desejo do boçalNazi…

  9. A eleição, desde seu primeiro turno, está irremediavelmente fraudada. Além da artificial avalanche de votos na besta fascista, a não eleição de alguns franco-favoritos, como Dilma, Requião e Suplicy mostra que o mesmo artifício foi usado para impedir a vitória de nomes que melhor simbolizaram a resistência e a crítica ao golpe de Estado que depôs a Presidenta de direito que deveria estar no cargo atualmente se estivéssemos sob um regime democrático (https://www.diariodocentrodomundo.com.br/essencial/a-eleicao-inteira-tem-que-ser-anulada-diz-alberto-almeida-cientista-politico-especialista-em-voto/).

    Vejam a ameaça que representa o monstro nazifascista:

    https://youtu.be/y-eODs-LO-w

    1. Na mosca. C. Poivre. As eleições para governador foram escandalosamente fraudadas em MG e no RJ. Em MG o TSE tungou 1/3 dos votos dados aos candidatos Fernando Pimentel e Antônio Anastasia, que apareciam em 2º e 1º lugares em TODA e QUALQUER pesquisa realizada no estado, inclusive nas vésperas do 1º turno; esses votos foram transferidos para o candidato da banca, o empresário e desconhecido na política, Romeu Zema, que os golpistas do TSE tentaram tornar vencedor já no dia 7 de outubro. Dilma Rousseff, que aparecia em 1º lugar na disputa senatorial foi jogada para o 4º. De mais de 25% das intenções de voto, Dilma foi rebaixada a meros 15%, sendo que os 40% de votos dela dela tirados foram desviados para outros três candidatos, principalmente Dinis Pinheiro e Rodrigo Pacheco, que sequer apareceram na 2ª colocação em QUALQUER sondagem de intenção de votos, inclusive as feitas na véspera do pleito.

      No RJ um ex-juiz federal, sub-nazifascista e apoiador do ex-capitão do exército que por meio de fraudes e crimes tenta se tornar presidente da república, foi impulsionado pelas fraudes eleitorais, que tentaram elegê-lo já no 1º turno; nesse estado os golpistas togados do TSE impugnaram a candidatura de Anthony Garotinho e surrupiaram quase 2/3 dos votos que o senador Romário Faria poderia obter no 1º turno; até mesmo o candidato queridinho da mídia golpista (sobretudo Globo, Eduardo Paes, teve parte de seus votos desviados em favor do ex-juiz federal bolsonarista. Nas eleições legislativas fluminenses Lindbergh Farias teve a renovação do mandato prejudicado pela máfia eleitoral, que lhe retirou cerca de 40% dos votos, distribuindo-os em favor dos candidatos concorrentes. Outra fraude mais gritante foi a tentativa de retirar o mandato de deputado federal de Jean Wyllys, que em 2014 obteve mais de 144 mil votos e que neste ano de 2018 foi rebaixado a menos de 25 mil, pela máfia do TRE-RJ e TSE.

      Em SP a eleição senatorial foi fraudada em desfavor de Eduardo Suplicy, que seria eleito em 1º lugar, mas que teve quase 50% de seus votos desviados em favor de outros candidatos.

      Mas é no PR o caso mais escandaloso de fraude eleitoral, estado em que Roberto Requião aparecia com mais de 40% das intenções de voto (quase 60% dos votos válidos), mas que teve mais de 60% dos seus votos desviados para outros candidatos, terminando o pleito, segundo os resultados fraudados publicados pelo TRE-PR e TSE com insignificantes 15% dos votos.

      As fraudes verificadas nessa eleições são grosseiras demais, como todos os e bom senso puderam constatar. Apenas o “PT jurídico-judicial” legitima essa patranha.

  10. Acho que a última pesquisa fechou a tampa do caixão Brasil. Eles vão levar, e os brasileiros aprenderão nos próximos 4 anos o que não aprenderam em 500. A direita fez o seu trato com o diabo e vai ter de engoli-lo. Se pensam que vão poder controlá-lo estão redondamente enganados, porque seus eleitores vão exigir a entrega do que foi prometido. E mais, seus exércitos de malucos vão agir independente do comando do seu messias. Teremos trevas, mas restará a esperança de que a aberração que reinará aqui sensibilize o mundo, e a resistência democrática receba o apoio que vai precisar. Entre as coisas positivas, a juventude que lutou para evitar o pior, teve um curso intensivo do que é política e democracia, que levará para o resto de suas vidas. Estes não se deixarão mais enganar como há 5 anos atrás, espero. Isto já traz uma grande esperança.

    1. O povo é burro. Burrice é a incapacidade de aprender. Não aprenderam nada até hoje, não é agora que aprenderão.

    2. Ou se aprende pelo raciocínio ou se aprende sangrando.Os argentinos aprenderam pelo pior método ,mas colocaram os cães treinados em seu devido lugar(no canil)

  11. Tentaram o mesmo com Hitler, para “aplacar” iras, devido a “popularidade”, conquistada através de mentiras em jornal próprio e aliados, somado ao impeto de seus “eleitores” de espancar os adversários, em especial os comunistas, o Então líder do governo o nomeou “Chanceler”… A escalada que se deu está registrada na história.

    E o nojo que conseguiu crescer no congresso???
    E o nojo de ter o que há de mais podre, de Edir Macedo a familia Bolsonaro, passando por Mourão no comando do país?

    * Como disse o pensador, poupemos a civilidade para os civilizados

  12. Depois que Bolsonaro vencer com essa campanha criminosa, a denuncia vai ser usada como uma faca no pescoço dele caso volte atrás no discurso neoliberal e das privatizações. PODEM ANOTAR AÍ!

  13. Vocês são muito ingênuos. Esperar o quê dessa emissora? Ela odeia o PT, não interessa a ela que Haddad ganhe, porque seria uma vitória de Lula. Além do mais, essa emissora está morrendo. Virou um item dispensável, descartável. O Youtube, o Google, a Netflix e outras mídias destruíram-na. É questão de tempo. Pouco tempo.

  14. Resulta claro que caso o verme ganhe,terão o “serviço” de lhe dar ao regime autoritário um verniz de democracia.
    Mas é óbvio que eles faz tempo não apitam o jogo,são os cães treinados em USA que colocam. medo neles.Agora os cães assumirão o poder ,e eles os togados (cagados),serão a”cara civilizada” do autoritarismo.
    Aproveitemos enquanto ainda há luz ,depois as trevas o invadirão todo.
    Minha filha me diz hoje que a maioria dos alunos da faculdade em que estuda ,votarão nos cães.Fico imaginando o que leva a uma pessoa a renunciar a sua natural capacidade cognitiva e desejar ser governada por uma matilha de cães treinados ????.
    Absurdo,vivemos os tempos do absurdo

  15. O silêncio obsequioso de ontem no JN, foi a senha da famiglia Marinho ao candidato do sistema. Mensagem clara e objetiva,.
    De: Famiglia Marinho
    C/C: Ali Kamel, Willian Bonner, Renata Vasconcelos, Merval Pereira, Mirian Leitão.
    Para: O Coiso
    Assunto: Fake News e Bolsolao,

    TMJ.

    Assinado:
    Roberto Marinho (In Memorian)
    Famiglia Marinho

  16. Exageraram na transferência de votos de Dilma, Suplicy e Requião pra outros candidatos nas apurações das urnas. Mensagens pelo Zap influenciam, mas não mudam tantos votos em 24 horas.
    Anastasia poderia vencer Pimentel no 2º Turno, mas com Zema “turbinado” por votos de Pimentel, Tucanos perdem Governo de Minas pro Partido Novo. Não podem entregar fraude do TSE, então denunciam WhatsApp.
    Essa Eleição é fraude total.

  17. Ora, se o impeachment de Dilma foi satisfeito com a argumentação mais tosca e, até mesmo, repugnante para aqueles ,ao menos, de bom senso. Seria de tamanha puerilidade que a este fato dos fake news iria a “justiça” e meios maiores de comunicação darem a devida atenção. Tá tudo dominado!!! Eu, ao menos,aproveito deste espaço, para apenas deixar aqui meu repudio a o que esta ocorrendo neste farsesco pleito eleitoral.

  18. Esperança é o próprio eleitor que votou nele influenciado rever seu voto. Esperar pra ver.

    Que o PT concentre todos os esforços e explore isso ao máximo.

    Não é hora de mostrar propostas de governo!!!!

    O resto é conhecido. O PT pode fazer o que quiser não muda nada. Nem se o papa desembarcar em Brasília e fizer uma contundente declaração explicitando todo o golpe colocaria juizo no judiciário. São uns vendidos.

  19. Contra este mais que evidente crime contra as eleições livres o ste não fará absolutamente nada. NADA!

  20. E parece que a tal entrevista será dada com a companhia daquele general Etchegoyen… A enérgica Rosa Weber & o democrático general

  21. O Brasil sempre foi uma das maiores economias do mundo e a com a pior em desigualdade em distribuição de renda.
    Essas ele?ões de 2018 estão mostrando o real motivo para essa tamanha diferença “o que seria dos espertos se não existisse os trouxas”.
    A elite brasileira que é minoria sabe exatamente o que quer e o que fazer com o resto, dividindo, imbecilizando e manipulando através da mídia transformando verdades em mentiras e mentiras em verdades transformando metade dessa parcela em zumbis teleguiados ao ponto de acreditarem cegamente que o “maior torturador do BRASIL” foi um gênio militar só por ter em seu sobrenome a palavra brilhante e confundindo o “maior” desta frase com grandeza……

  22. Entendo que isso vem de longa data. As fakes news do Boçal Nato são apenas um fato mais recente.

    A desconstrução do Lula no Whatsapp também foi uma coisa de profissionais, pela quantidade absurda de memes. Era preciso salgar a terra, não deixar nada florescer, para que o plano deles pudesse seguir adiante.

    Como são prevenidos, acharam que Whatsapp não seria suficiente e julgaram Lula em duas instâncias em velocidade atípica para os padrões do judici-lerdário (vá você fazer um reles inventário para ver quanto tempo demora). E a prevenção deles deu certo, pois Lula era apontado como favorito nas pesquisas antes do Haddad ser o candidato.

    Tenho Whatsapp desde 2016, mas não duvido que essa desconstrução venha de bem antes.

  23. Perfeito a sua análise não duvido nada que irão poupalo como forma forçalo a se manter moderado quando estiver no poder. Caso contrário poderá ser banido com a impugnação.

    E com certeza a Globo do não deu a notícia porque deve negociar com o próximo governo a manter a mamata que ela tem hoje com as verbas de publicidade que não quer perder.

  24. Moeda de troca com Bolsonaro vai ser assim
    Ele quer aprovar uma aberração juridica
    O judiciário resiste
    Bolsonaro ameaça de prisao o juiz e algum pau-mandado sem consentimento de Bolsonaro ameaça familiares achando que é patriotismo
    O juiz cagao cede

  25. O PT tem que tomar muito cuidado no processo das fake e fraude eleitoral.
    Se Bolsonaro for impedido antes das eleições (coisa impossível de acontecer com essa chamada “justiça” brasileira que de alguns anos para cá nunca julgou nada que pudesse favorecer petistas ou o PT de forma justa e isenta – em todas as suas instâncias), o traira Ciro Gomes entra no jogo de novo, desta vez fazendo parcerias com quem quiser ajudar a elege-lo.
    Se Bolsonaro ganha, está tudo em casa, assunto fraude eleitoral é considerado sem sentido e partamos para o fascismo das “elites”.
    Se o julgamento não acontece antes das eleições e Haddad consegue vencer as eleições, aí podem ter certeza que a tal “justiça” na velocidade da luz ( provavelmente na mesma hora em que o resultado for divulgado) vai cancelar as eleições sob a alegação que a fraude prejudicou todos os partidos e vai convocar novas eleições na esperança de tirar o PT do jogo. Talvez tente até incriminar o PT dizendo que ele tb fez fake-news e não poderá participar da nova eleição, atribuindo uma multa bilionária ao … Lula !
    Outra opção das “elites” seria implementar o tão desejado golpe colocando os militares no poder, pois quaisquer que sejam os resultados da eleição que não dê a vitória ao Bolsonaro, os fascistas vão provocar o sonho de consumo do Tio Sam, uma guerra civil para que os próprios brasileiros se matem e deixem o país sob o “controle humanitário” dos americanos, gentil expressão para indicar o sanguinário domínio de um país e suas riquezas.
    Esse seria o ápice do tão esperado orgasmo do Tio Sam e a finalização do golpe.

  26. Será que o banco de dados com os números de telefone não foram municiados pela Globo? Através daquela estorinha “O BRASIL QUE EU QUERO”?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.