Nome de novo diretor da PF desagrada ao “lavajatismo”

segovia

Nem foi confirmada ainda a nomeação de Fernando Segóvia para o cargo de diretor-geral da Polícia Federal, já desperta reações negativas.

Há dois meses, um site de extrema-direita publicou que Segóvia era “homem de José Sarney” e iria “destruir a PF de uma vez por todas.”

Ontem, o Painel da Folha noticiou que um dossiê sobre – de conteúdo ignorado – tinha sido entregue a Abin.

A Associação dos Delegados de Polícia Federal, sem mencionar seu nome, diz que o indicado deve estar na lista dos que foram votados pelos próprios delegados, uma lista encabeçada pela Delegada Érica Marena, ex-Lava Jato e que tenta, na Justiça, censurar matérias jornalísticas.

Segóvia foi vice-corregedor da Polícia Federal e candidatou-se à presidência da Associação que hoje critica sua provável indicação.

Possivelmente, logo vai se levantar sobre ele uma denúncia feita pela Istoé em  2011, a de que teria se “escalado” para uma suposta investigação sobre crimes ambientais e de tráfico de drogas por um mês em….Fernando de Noronha.

 

contrib1

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email