Nova pesquisa: 2° turno definido entre Haddad e Bolsonaro

Os dados completos da pesquisa  do Datapoder360, divulgados agora há pouco,  estabelecem algumas tendências de difícil reversão.

A primeira, mais evidente, que o segundo turno será mesmo disputado entre Fernando Haddad e Jair Bolsonaro.

A solidez da decisão de voto em ambos ( 84% e 90% dos que lhes declaram  preferência) é a maior garantia de que, na ponta da tabela, dificilmente haverá perdas significativas.

Também não creio que se deva levar em consideração, neste momento,  a suposta “transferência” de votos dos demais candidatos para um ou outro no 2° turno.

Isso é certamente  influenciado pelo ressentimento de quem desejaria “estar lá” e não está.

É que a campanha de 2° turno é outra, polarizada, onde o desempenho pessoal do candidato tem um peso muito maior, em função do tempo de televisão.

Na questão do 2° turno, porém, há no levantamento um dado importante.

O de que Fernando Haddad é o candidato que melhor resultado consegue (43%) ao lado de Ciro Gomes (42%).

Considerando que Fernando Haddad ainda tem expressivo  grau de desconhecimento, como todas as pesquisas registram e Bolsonaro tem este índice perto de zero,  é um sinal de que, mesmo antes da propaganda eleitoral , Haddad parte de um patamar muito mais favorável do que qualquer outro para enfrentar o candidato da direita.

Porque tem, numa expressão simples, mais votos.

Reparem que Bolsonaro não passa de 40% em qualquer situação. E, não tenho provas, mas tenho convicção, nem a isso chegará num segundo turno.

É inevitável sua rejeição crescente.

A “segurada” em Haddad feita pelo Datafolha, seja lá o que a tenha motivado, não tem o poder de fazer cessar o movimento subterrâneo de seu crescimento.

Mas o perigo de uma disparada de Bolsonaro parece estar conjurado.

Como também o da apelação – com direito a capa da Época, revista da Globo – por uma “3ª via”, desmoralizou-se.

A partir da semana que vem, você verá as pesquisas “se ajeitarem”.

A primeira batalha está sendo vencida e ficará clara a segunda, que decidirá a guerra.

A guerra em que a paz tem tudo para vencer.

Vejam no Poder360, os detalhes da pesquisa.

 

 

 

 

 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

28 respostas

  1. A pesquisa do DataPoder é a mais próxima do aferido pelo Vox Populi, que já colocava a mais de uma semana atrás Haddad com 22%. Difere no Bolsonaro que o Vox já colocava atrás de Haddad com 18% e o DataPoder coloca ainda na frente com 26%. Acredito que o Vox é que está com a verdade e o Haddad logo estará na frente do Bolsonaro.

  2. Pelo que estou percebendo está facada no Bozo vai se transformar na bala de prata da Globo. !

    1. Já está todo mundo esperando por isso. Não há mais nenhuma novidade. A glogolpe e o escorpião não tem como negar a sua própria natureza.

  3. Toda véspera de eleições a Globo sacaneia o PT , não vai dessa vez que ela vai deixar passar batido, mesmo que instaure o fascismo no Brasil.

  4. A pesquisa do Datafolha vai ficar na história desta eleição como um “ponto fora da curva”, para dizer o mínimo. E daqui para frente, este Instituto deve manter Haddad sempre abaixo do que os outros constatarem. É uma guerra o que estamos assistindo e temos de estar preparados para mais coisas, porque a direita está ficando desesperada. Todos já perceberam que o atentado da facada está sendo guardado para reta de chegada.

    1. Antônio, somente, que agora já começo a ficar em dúvida sobre contra quem será usado este esfakeamento. Contra o PT? Quando todo mundo já está esperando por isso? O mais do mesmo sem nenhuma novidade?

  5. Não sou muito boa de matemática, gente, então por favor me ajudem. Nestes dois cenários de segundo turno aqui apresentados, Haddad está acima de Bolsonaro com perigosíssimos 3% (dentro da margem de erro, ainda mais em segundo turno). Seu resultado é 1% superior ao de Ciro (de novo dentro da margem de erro, por apenas um ponto). Brancos/nulos 16%, indecisos apenas um por cento. Já Ciro está acima de Bolsonaro com 6% a mais – mas, detalhe, o número de bracos/nulos vai a 18% e o de indecisos a 4%. De onde Ciro tira a diferença de 3% na superioridade sobre Bolsonaro? Matematicamente só há uma explicação: ele tira os votos do ex-capitão. Então quem é o melhor candidato para o segundo turno?
    PS: Não voto no primeiro turno em nenhum dos três. Mas lógica é lógica, e argumentos como o de que Haddad “ainda não é conhecido”, neste cenário polarizado de segundo turno, só podem ser classificados como “wishful thinking”.

    1. Luciana. Haddad não ser conhecido não é “wishful thinking”, mas dado real. Está em todas as pesquisas que verificam este fator. É absolutamente razoável supor que,havendo uma parcela significativa que não conhece – nem de ouvir falar – Fernando Haddad, ela não consiga se posicionar com exatidão num segundo turno. E isso influi, sobretudo, num eleitorado de mais baixa renda e escolaridade, onde a força de Lula é maior que a média nacional.

    2. Luciana, toda a manipulação se dá na margem de erro. Alguns puxa para baixo outros para cima. Para tentar ajeitar os eleitores aos resultados pretendidos.

  6. Não podemos titubear. Devemos estraçalhar o Tucanato. Pra cima deles meu povão…… Haddad é 13….. Haddad é Lula.

  7. Prezado e egrégio jornalista Fernando Brito, creio que temos de considerar o fato de a metodologia utilizada por este Instituto de Pesquisa não conferir solidez aos dados divulgados a ponto de podermos estabelecer a convicção de que o segundo turno será o confronto Civilidade X barbárie!
    Ciro Gomes ainda está no jogo!
    E agora, ao que parece, com o apoio dos Marín(ho) da GloboCIA LIXO: tudo em nome da não regulação da mídia; tudo em nome do ódio figadal ao presidente Lula…

  8. Acho o Ciro um ótimo candidato, mas não confio nele. Acho que se eleito, Ciro se bandia para o lado da rede globo. Penso assim pq o Ciro várias vezes nadou conforme a maré da opinião pública passada pela globo. E além disso me gera uma certa desconfiança ele ter sido de partidos de direita como o psdb. O discurso dele é muito forte, nacionalista, mas será que ele fará o que diz se tiver dívidas com a mídia pig e o mercado. Não sei não.
    É outra coisa que me deixa com a pulga atrás da orelha é esse apoio recente da Folha e da Globo a candidatura Ciro Gomes.
    A globo não apóia o que é bom para o Brasil, a globo apóia o que é bom para ela. Enfim, não confio nele. Acho que na hora H ele mija para trás.

    1. Nosso pessoal confunde demais nacionalismo, desenvolvimentismo e progressismo com esquerda. Ciro não é de esquerda. Ele está num pretenso partido de esquerda porque foi o que lhe apareceu para lançar-se candidato.

  9. a pf vai tentar melar a eleição colocando a bala de prata na entrevista com o esfakeador e conclusão da investigação.

    1. Só há um modo de unir o país. Destruindo e destronando a Globo. Isso Ciro já demonstrou que não fará. Vou de Haddad.

    1. A globo é a favor do aborto, a favor da liberação das drogas, a favor da ideologia de genero e contra a liberação do porte de armas.
      Isso quer dizer que vocês são contra tudo isso?

  10. O arsenal de campanha do CG na internet é fortíssimo. Memes, postagens no twitter, facebook, whatsapp, notícia em blog, enfim.

    Não vejo o PT com o mesmo poder de fogo. Sinceramente, creio que nesse front de batalha, ou seja, a rede, já seja caso perdido pra o PT.

    O Trump ganhou uma eleição nos EEUU com esse tipo de estratégia. Com essa movimentação semelhante à do CG, só vejo a campanha do Bolsonaro, aqui no Brasil.

    Claro q no Brasil as redes não tem uma influência tão significativa, do ponto de vista eleitoral, como nos EEUU. Mas com um empurrãozinho da mídia hegemônica, com as campanhas anti-bolsonaro q estão sendo feitas, o CG pode desbancar o Haddad. Sem dúvida.

    Nos segmentos mais ‘descolados’ da sociedade, hoje, CG nada de braçada. Creio q o PT deveria ter uma estratégia mais ousada nesse campo, e tentar conquistar esses votos dentro da esquerda.

    Não dá pra vencer eleição só com os votos do NE e dos setores mais frágeis economicamente da sociedade.

    1. Há pelo menos três eleições o PT está sendo alertado, mas ainda não leva a internet a sério…

  11. BRITO: Não sei porque o apoio a Ciro é “apelação”. Ciro tem um programa de centro-esquerda, consistente. A pesquisa mais abrangente foi a do DataFolha. Nessa pesquisa Ciro é o único que vence o Coiso do segundo turno e é o candidato como menor rejeição. Haddad pode perder pro Coiso, porque não tem lastro político próprio (depende dos votos de Lula e do voto útil no segundo turno) e a rejeição ao PT é muito grande. Esses fatos demonstram que Ciro é uma opção válida para aqueles que não querem cair no abismo do fascismo.

  12. O candidato que, no debate em Aparecida, proclamou que não regularia a mídia por “falta de condições políticas” parece que não acompanhou a disputa Crivella X Freixo para a prefeitura do Rio. De nada adiantou a “falta de condições políticas” de Freixo para criticar, ou sequer citar o papel parcial e fascista da Globo, buscando apoio implícito: Crivella (infelizmente) se elegeu. Vemos hoje, não por acaso, as publicações globais ostensivamente inflando as pretensões daquele candidato subserviente em Aparecida, soi-disant a “terceira via”. Aristóteles formalizou as três leis do pensamento em sua Lógica, uma das quais se conhece em latim como “tertium non datur”, em português como “princípio do terceiro excluído”. Esta lei é o fulcro de inúmeras demonstrações matemáticas e físicas que usam a “reductio ad absurdum”, ou “redução ao absurdo”, em português. Exagerei no latim porque o candidato é professor de direito, logo, conhecedor “ab initio” dessa terminologia. Não há terceira via. As eleições serão realizadas em um clima de Fla X Flu, direita X esquerda, queira ele ou não. É a mesma ilusão perversa do FHC, que pretende a renúncia de todos os candidatos, exceto o dele e do falido PSDB. Antes da ultrassonografia, políticos velhos como Benedito Valadares podiam afirmar que “eleição é como barriga de mulher grávida: só se sabe o resultado no dia do parto”. Hoje, as pesquisas, ainda que cheias de armações possíveis, são a ultrassonografia das urnas eletrônicas. CIRO É O TERCEIRO EXCLUÍDO! HADDAD 13!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *