Nova pesquisa, mais frente para Lula e isolamento para Bolsonaro

A nova rodada de pesquisa do Ipespe, encomendada pela XP Investimentos, ainda que dentro da oscilação da margem de erro, mostra que segue imbatível a vantagem alcançada por ula na disputa com Jair Bolsonaro nas intenções de voto dos brasileiros com sua vantagem se ampliando a 19 pontos – de 49% para 51% para o ex-presidente, contra 32% do atual, que tinha 35% na rodada anterior.

Nos votos válidos, isso representaria uma vitória de Lula com 60,7% contra 39,3% do ex-capitão.

Os aspirantes a “terceira via” continuam estagnados: em várias simulações, seus resultados não passam dos 10%. Ciro tem 10 e 11%, dependendo do cenário; Moro, 9%, Doria, 5%,José Luiz Datena, 5% Mandetta, 4%, o mesmo que Eduardo Leite e 1% para Rodrigo Pacheco.

A imagem de Bolsonaro segue piorando. Agora são 54% que o classificam como “ruim ou péssimo”, ante 23% que o acham “bom ou ótimo”. Mais dois para lá, menos dois para cá, o déficit de Jair agora está em 31%.

Pesquisa eleitoral a esta distância das eleições, claro, está sujeita a mudanças mas o fato é que os meses se sucedem sem que haja alteração que se possa registrar senão a subida contínua de Lula e o afundamento progressivo de Jair Bolsonaro.

Nem o factoide do “voto manual” colou: é rejeitado por 58% dos brasileiros, ante 36% que são favoráveis e 7% não souberam ou não quiseram responder.

Lula, ao contrário do atual presidente, tem pouca visibilidade na mídia.

O ex-presidente está levando esta vantagem na memória, no “recall”, como dizem os marqueteiros.

É bom resumo dizer que eele representa tempos que o brasileiro quer reviver e Bolsonaro o que queremos esquecer.

 

 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email