O delírio de Bolsonaro

O poder, frequentemente, é o exercício da solidão, mesmo que sempre cercado de gente e em meio ao burburinho de solenidades e reuniões.

É não permitir-se brincar, descontraído, é não poder falar cruamente, é não poder sequer se mover sem pensar que, à espreita, há sempre uma câmera a registrar seus movimentos.

No caso de Jair Bolsonaro, tudo é pior, esta solidão torna-se delírio.

É homem que viveu sem amigos, que abusa dos chistes e e inconveniências, é dado a falar sem freios e gargalha de suas próprias piadas, ou do que ele crê que sejam.

Não considera o que outros irão achar ou pensar, porque não consideram que achem ou pensem, apenas que o bajularão.

Bravateiro, conta com a covardia alheia. Vaidoso, acha que um maço de chavões e sensos comuns bastam para fazer dele um homem preparado e a conversa de porta de botequim, um comunicador.

Não percebe que a única coisa em que se aproxima da perfeição é na personificação da estupidez.

É tudo o que de mau os donos destes país gostariam de ser, mas sempre tiveram vergonha de parecer.

Bolsonaro é, de fato, a encarnação de um ethos da escrotidão, o lado vil que por muito tempo pensamos que era só uma caricatura de nossos próprios defeitos, uma espécie de face oculta dos homens de bem e “de família”.

Nisto, porém, o ex-capitão é coerente.

Para Bolsonaro, a política é um negócio familiar, com o qual ele criou seus playboys, que parecem ocupar o único espaço macio em um alma petrificada.

Tudo e todos mais são apenas utensílios de sua ambição e seus ódios, inclusive Deus e o Brasil.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

29 respostas

  1. Não há como negar a incompetência e arrogância de Bolsonaro, além de sua total incapacidade governar. Veio do baixo clero da Câmara e a única coisa que fez foi para atender interesses próprios e iludir os militares que nele votaram. Caso vivêssemos numa democracia, ele já teria perdido seu cargo faz tempo.
    Infelizmente, a última pesquisa eleitoral, se não estiver corrompida, desenha um triste retrato do povo brasileiro: https://medium.com/@alexandresilva_94761/uma-nova-pesquisa-eleitoral-erro-ou-um-feio-retrato-do-povo-brasileiro-3c96e26b1c2a

  2. Eu nunca senti isso por ninguém, nem mesmo pelos políticos mais escrotos da direita, mas gostaria muito de ver Bozo desaparecer da face da terra. Talvez numa nuvem de enxofre, carregado para as profundezas dos infernos, seu habitat mais apropriado. Mas imagino que nem mesmo Satanás queira conviver com esse lixo.

  3. Povos da América Latina se rebelam,agora é o Chile.
    Já no Brasil a esquerda só fala em eleições,defendem a volta de traidores que antes de abandonar a causa dispararam mentiras contra um governo do qual participaram covardemente,argumentam ser jogada de mestre mexer com São Paulo.
    Paulista que se foda,Paulista adora se foder a quase trinta anos consecutivos.
    Eleições sem rasgar de vez a Carta aos Brasileiros,eleições sem propor a quebra de contratos internacionais e caseiros que arrebentaram com o País,que humilham e escravizam o POVO não diferencia uma esquerda dos verdugos do POVO.
    A proposta do Peronismo é romper acordos,romper contratos mas enfrentar a ira capitalista com honradez,dignidade e coragem algo que não se viu no Brasil,Não reavemos a Vale do Rio Doce pois não assumimos a quebra de contratos,perdemos lá atrás quase 30% da Petrobrás por não quebrar acordos e a perderemos definitivamente.
    Tenham os crédulos em eleição ao menos a Hombridade de prometer ao POVO que luta e que lutou ao menos a quebra de contratos ou estarão tratando o POVO como bois que se habituam a pancadas no cocho do conformismo por uma pitada de sal,por uma mão de alfafa,um torrão de açúcar.
    Minha luta vai até LULA solto e inocentado não mais por questão política mas sim por justiça,por questão humanitária.
    Você passa anos tentando fazerem compreender a luta para conseguirem se equacionarem como POVO,para reacender brios na esperança de ver brotar ao menos o amor próprio ao menos o vigor pela sobrevivência para perceber que nada foi além de um profeta louco pregando no deserto se alimentando de merda de camelo.
    Pessoas que te acompanharam a anos e nada assimilam,que procuram lideranças como a boiada espera o som do berrante para pegar o eito caminho da passividade, nada aprenderam,ao contrário se aliam aos conformistas em não pensar por si esperando quem pense por eles perdendo sua identidade seu censo crítico.
    Pessoas assim bloqueei 4 ontem no face book,amizades desde outubro de 2015 pois falei as paredes,falei com liberdade,com respeito a suas limitações, com individualidade,com algum conhecimento e muito discernimento mas falei a paredes.
    Não é Lutar que me cansa,me cansa é falar a surdos.

    1. Entre os 50 membros de toda minha família somente o meu núcleo e um dos irmãos foi às ruas. 8 !
      O restante nos acham loucos.
      De Florianópolis somente 3 amigos e nenhum vizinho ou conhecido foi a manifestações. Fomos em 15!
      E todos eles pioraram de vida.
      Minhas crias já estão com um dos pés lá fora, e eu vou junto.
      Desisto de lutar por quem me acha louco!

      1. Pois é. Os chilenos e os equatorianos estão nos ensinando o que é a força de um povo. Mas nós, brasileiros, somos covardes e acomodados. Quero mais é que tudo se exploda. Fodam-se quem votou neste verme. Vou cuidar da minha vida. E não bloqueei ninguém, simplesmente deletei todos esses asnos da direita.

        1. Brasileiro pode ser acomodado mas dez por cento de zero é nada
          Com a queda da arrecadaçao de dizimos muitas igrejas fecharao e com a decadencia da Record bem capaz da iurd penar ate agonizar

        2. Um pouco que varre para debaixo do tapete a escravidão e o genocídio de parte de seu povo não tem futuro. Já está derrotado.

        3. Jessé Souza faz um diagnóstico elucidativo do nosso comportamento através do livro A Elite no Espelho.

    2. Foi essa indignação e negação a politica, a partir de 2013, que fez surgir esse MIto. No Chile fez voltar o atual governo e na Argentina o Macri.
      Não devemos negar a política partidária.

      1. Não devemos negar a política. Mas não nos esqueçamos que foi o arcabouço da política partidária que lançou o país nessa situação: entre manipulações judiciárias com cunho político perpetradas pelos conspiradores de Curitiba, vimos a política tradicional desferir um golpe de estado que pavimentou a estrada pra ascensão do troglodita. Não há respostas simples na situação em que vivemos, e a simples manutenção do status quo na forma da política partidária tradicional já se provou esgotada com o aborto do projeto petista de nação e poder. Triste, mas é verdade.

  4. Convém sempre,lembrar que ao examinarmos a HISTORIA DO NOSSO INFELIZ PAÍS,esse tipo de PATRIOTA,não está só.

  5. “(…)Tudo e todos mais são apenas utensílios de sua ambição e seus ódios, inclusive Deus e o Brasil.”

    Touché, Brito! Xeque-mate, gol, cesta, strike!

  6. Não há como negar a incompetência e arrogância de Bolsonaro, além de sua total incapacidade governar. Veio do baixo clero da Câmara e a única coisa que fez foi para atender interesses próprios e iludir os militares que nele votaram. Caso vivêssemos numa democracia, ele já teria perdido seu cargo faz tempo.
    Infelizmente, a última pesquisa eleitoral, se não estiver corrompida, desenha um triste retrato do povo brasileiro: https://medium.com/@alexandresilva_94761/uma-nova-pesquisa-eleitoral-erro-ou-um-feio-retrato-do-povo-brasileiro-3c96e26b1c2a

    1. Quem acredita numa “pesquisa” publicada na VEJA, crê TAMBÉM em Papai Noel, duendes, coelhos de Páscoa, etc . . . e tal.

    2. Só discordo da parte “iludir os militares”. Muitos desses milicianos são herdeiros da gang do Sylvio Frota (que queria que o golpe de 64 continuasse, e foi brecado por Geisel). Sabiam muito bem onde estavam se metendo.

      No dia em que o Brasil recuperar sua institucionalidade (e não essa pantomima golpista que temos hoje), devem todos irem para a cadeia.

    3. As esquerdas erraram ao acreditar nas “instituições”, verdadeiros prostibulo venais. Acreditaram que APENAS lucros inimagináveis iriam saciar. Não podemos mais aceitar arranjos. É luta de classe. A imoral direita terá que pagar o que nos fizeram.

  7. Quem já assistiu o filme “Coringa” testemunhou um fantástico exercicio de dissecação psicológica, um simulacro excepcional em sua verosimilhança com a realidade, onde podemos ter empatia pelos nossos milhões de irmãos que foram tragados pela força das circunstâncias, sem poder fugir da tragédia que acabou por engoli-los. Um pai canalha, uma fatalidade com um familiar, amigo, ou uma simples brincadeira de mau gosto podem por nossa vida a perder, sem que possamos fazer nada para escapar das consequências. Eu ia comparar Bozo ao Coringa, mas percebi que esse verme, ao contrário do personagem, procurou o pântano aonde rasteja, e quer levar nossa Nação junto. Bozo é um Coringa Voluntário, e merece por isso passar o resto da vida em uma solitária, se masturbando na frente de um espelho. Maldito doente.

  8. Bolsonaro nunca pensou em fazer maioria no Congresso para governar. Pode até ter tentado, mas isso está acima de suas faculdades. Sua ideia de presidência é a mesma daquelas pessoas simples do interior que pensam que um presidente pode fazer tudo o que bem queira. Por fim, ele pensa que, se foi o escolhido pelos Masters of the Universe para governar o Brasil, isto o coloca acima de quaisquer instituições enfadonhas de periferia. Ele nunca pôde se afastar da ideia de governar sozinho com seu clã e seus amigos fiéis, sem Congresso e sem Supremo.

    1. Um boçal metido à inteligente. Tudo que não presta no ser humano encarnou nessa praga. Malditos coxinhas e bozominions.

  9. Não é por acaso que o partido “Novo” (que ironia!) apoia o estúpido representante dos “homens de bens”. Ele é a verdadeira cara desse bando de canalhas endinheirados que golpeou o Brasil e que se mascara de “moderninhos libertários”.
    O partido de Amoedo é tão novo quanto o diabo.

  10. Sociopata. Essa palavra resume pessoas dessa qualidade. Estamos num momento paranóico na Terra de Santa Cruz. Herança maldita da globo, fiesp, tucanos, banda podre do hoje MDB, idem do STF,procuradores e juízes lavajatistas, todos comandados por grande parte da elite nacional que mais se assemelha a hienas. O no górdio não se desfaz na espada mas na firmeza das palavras e ações e hoje só há um brasileiro capaz disso, justamente quem a turba acima descrita mais odeia. Lula Livre urgente ou o Brasil acaba de vez.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *