O entrevero

Dentre as gauchadas com que, volta e meia, Leonel Brizola, se saía para descrever a cena política, havia uma que bem serve para descrever o que se passa, neste momento: “é no entrevero que morre gente”.

Entrevero não é um confronto de guerra “regular”, mas aquele em que tropas se misturam, se confundem, se embaralham.

Pois é assim que estamos, porque a ação da mídia, num crescendo que vem desde 2010, substituiu o enfrentamento entre o que deveriam ser as forças e os choques de um processo político –  os partidos políticos e as eleições – por uma “guerra santa”, onde os adversários não são enfrentados  por seus programas, ideias ou propostas, mas essencialmente, por algo que é brandido como “questão moral”, pregada em púlpitos televisivos e sujeita ao diktat da Sagrada Congregação para a Doutrina da Fé, o poder Judiciário.

E guerras “santas”, muito mais do que outras, costumam descambar para desfechos que fariam tremer a Convenção de Genebra: massacres e aniquilamento dos adversários, em lugar de vitórias que,  do militar, passam ao controle político.

Há dois anos, ao menos, está claro que a estratégia das forças que representam a dominação colonial do Brasil é a completa destruição de Lula – sim, o mesmo Lula que trataram como “palatável” nos dois primeiros anos de seu governo e que, a seguir, não tiveram forças para vencer nos marcos da democracia formal, pelo sucesso econômico crescente até 2010.

E Lula, malgrado limitações e defeitos humanos como todos temos, tem se mostrado indestrutível como símbolo das aspirações de nosso povo.

Não é que eu e muitos “queiramos” assim. É que é assim que boa parte do nosso povo sente e quer.

Nós, cujas mentes se formaram dentro da dicotomia “pecado-virtude” não conseguimos, muitas vezes, compreender ou aceitar esta formação da consciência coletiva e sua projeção num líder como um fenômeno de identidade de um povo. Achamos que os líderes devem ser como os antigos “desfiles de misses”, que devem ser olhados como quem neles procura “defeitos” ou as “duas polegadas a mais” da Martha Rocha. (para os que não “queimam óleo 40, como eu”, a Miss Brasil que não virou Miss Universo com esta explicação, claro que inventada).

A realidade, porém, é muito mais importante e mais loquaz que nossos argumentos e senões. Ela salta aos olhos e as visões mais sensíveis a compreendem, em geral com mais dificuldade que o olhar dos mais simples, dos mais pobres, dos que se guiam por um insciente e poderoso instinto de sobrevivência.

Os homens das mil razões e do primado intelectual talvez o desprezem, dele fazendo pouco diante das suas nobilíssimas argumentações.

As minhas não pouco ou nada perto de outras, que dispensam palavras, como faz na sua charge de hoje o Renato Aroeira.

Somos peões – e o próprio Lula é – neste tabuleiro, contra a corte, cerrada numa fileira, a caminho do entrevero.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

25 respostas

  1. O golpe ainda haverá de sentir na pele que um dos lados do tabuleiro do jogo político tem muito mais peças a serem derrubadas, o Povo. A Senhora História não determina, mas constata e retêm na memória dos tempos, assim foi e será sempre.
    #LulaLIvre
    #LulaPresidente
    #BrasilFelizDeNovo
    #EIssoQueoNossoPovoQuer

  2. Lamento discordar de sua analogia,” entrevero” palavra de origem espanhola ,(e nossa região sul fortemente influenciada por argentinos e uruguaios ) implica em CORAGEM. O entrevero, a morte quase certa ,envolve coragem ,desprendimento,ideais.
    Dos lados hoje confrontados SÓ UM,possui estas qualidades.,o Outro é um bando DE FASCISTAS ELITISTAS COVARDES QUE SE AUTO PROTEGEM ,USANDO JUSTAMENTE OS PODERES OUTORGADOS E FINANCIADOS PELO OUTRO LADO (NÓS).
    Inclua-se nesse grupelho de apátridas ,os stf,a pf,mp,empresários,mídia,grandes produtores,os moros e dallanholes da vida ,A VAGABUNDAGEM COVARDE TODA. Minoria que ainda contando com toda a máquina estatal e a mídia massiva,não consegue derrotar um homem .O cara provou que nesta briga ele é infinitamente maior que toda a máquina golpista e anti-nacional ,ele os está derrotando .
    Mas ele precisa de nós ,precisa de atitudes VALENTES COMO A DO DESEMBARGADOR FAVRETO ,que navegando contra corrente que nem salmão ,mostrou ,mais uma vez ,a ilegalidade da prisão E A COVARDIA DOS FARSA JATO E AFINS.

  3. Antes de ler o texto, fiquei mais uma vez encantada com a genialidade de R. Aroeira. Parabéns a ele!

    Quando Brito diz que “A realidade, porém, é muito mais importante e mais loquaz que nossos argumentos e senões”, faz-me lembrar que não há como discutir “moralidade” enquanto houver semelhantes passando fome – a meu ver, o fato mais imoral de todos. É para ascender além da necessidade premente que o povo já fez sua escolha. Cabe a nós, os “mais remediados”, apenas acompanhá-lo.

    1. Sempre lembro das palavras do Betinho, quando empreendeu sua luta contra a fome, buscando apoio em todos os setores nacionais: “para acabar com a fome eu negocio até com o diabo”.
      A mesma classe média hipócrita que se “emocionou” com as palavras de Betinho, investiu ferozmente contra Lula porque este negociou com os políticos que o povo elegeu.

      1. Mas não é, Antonio? Tenho para mim que a “comoção” da classe média é só porque Betinho (não por culpa dele próprio, registre-se) infelizmente não conseguiu seu intento em vida. Lula é perseguido porque conseguiu… e acabou com a possibilidade de se “fazer caridade” para aliviar algumas consciências…

        1. Exatamente ! Também penso exatamente isso. Nossa classe média quer o pobre lá no lugar onde sempre esteve, quando ele se aproxima socialmente ela reage. Gosta de dar esmolinhas pra se sentir bem.

  4. Acabou de sair: Manuela será vice de Lula. A perseguição dos pitbulls do judiciário (justiça, mpf, pf e mídia) vai começar em 5, 4, 3, 2…

    1. Diferença de visão. Enquanto uns dando chiliques homéricos por causa da decisão do PT em Pernambuco, com a qual concordo plenamente, o PCdoB e a Manuela dão um exemplo.

      1. Eu também concordo com a decisão em Pernambuco. A direita ficou histérica com isso e uma parte da esquerda que a direita adora entrou no jogo. O jogo é assim: às vezes é preciso sacrificar um bispo ou até uma rainha para aplicar o xeque mate no inimigo.

  5. Acabou de sair: Manuela será vice de Lula. A perseguição dos pitbulls do judiciário (justiça, mpf, pf e mídia) vai começar em 5, 4, 3, 2…

  6. Tem imbecil que diz que nordestino vota no Lula porque “vota com o estômago”.

    Como se o grande empresariado paulista votasse com intenções patrióticas e altruístas. Aliás, quando não conseguem com o voto, dão golpe, o mais recente em 2016.

    1. É simplesmente asqueroso as pessoas que nunca passaram fome acharem que esta não é uma motivação legítima para se escolher um candidato. Gostaria de perguntar a cada um desses como se sentem tratando seus semelhantes como animais… mas tenho medo da resposta.

      1. Verdade. Uma motivação política e tanto.

        Coisa que os que foram criados com Toddynho e Sustagen fazem questão de ignorar.

  7. Fernando, você está se superando. Esta é a tarefa do repórter, do articulista, qual seja, percorrer um itinerário da luz e ir amealhando seus raios reluzentes para iluminar a nós todos. Lendo-o hoje, e vendo Aroeira, só resta bradar: LULA LIVRE!

  8. Charge genial FB, até nos detalhes. Inspiradora. Boa Renato Aroeira. Como diria meu avô, “aqui é Aroeira, sr. pica-pau”.

  9. QUANDO A DEMOCRACIA VOLTAR… NÓS POVÃO, EXIGIMOS UMA NOVA CONSTITUINTE PARA RE-ESTABELECER OS PRIMADOS DA DEMOCRACIA CONSTITUCIONAL ESTUPRADA E GOLPEADA…
    EXIGIMOS OS GOLPISTAS DO PARTIDO NAZI-JUSTICIALISTA MAÇÔNICO DO BRAZIL AQUI, NA PLANÍCIE DA IGUALDADE QUE EMANA DA CONSTITUIÇÃO FEDERAL…
    LULA NO DELES 2018!

    1. Seria muito bom incluir um artigo que penalizadas com mais rigor autoridade que fora do seu horário de trabalho, quando cometesse uma infração quisesse dar carteirada. Ou que por causa dessa condição exigisse tratamento diferenciado, tipo fazer avião esperar porque seu doutor chegou atrasado no aeroporto. Ou querer passar suas compras ou bagagens sem seguir os trâmites normais que são a regra para os demais passageiros.

    2. Seria muito bom incluir um artigo que penalizadas com mais rigor autoridade que fora do seu horário de trabalho, quando cometesse uma infração quisesse dar carteirada. Ou que por causa dessa condição exigisse tratamento diferenciado, tipo fazer avião esperar porque seu doutor chegou atrasado no aeroporto. Ou querer passar suas compras ou bagagens sem seguir os trâmites normais que são a regra para os demais passageiros.

  10. SOMENTE A UNIÃO DO POVO ATRAVÉS DAS IDEIAS DISSEMINADAS POR LULA É CAPAZ DE VENCER ESTE ENTREVERO.

  11. Também acho curioso os (poucos) eleitores do Ciro Gomes acusarem o PT ou o Lula pelo seu isolamento. O cara só sabe criticar o PT e o Lula, procura o DEM para conseguir apoio nas eleições, a ponto de um dos articuladores da campanha de Ciro dizer que o dem está mais para ser esquerda do que para direita. O cara está livre, leve e solto e não consegue apoio nem dos nordestinos que são sua base. O Ciro Gomes nessa eleição representa o cachorrinho do canteiro de obras. Aquele que faz o pedreiro parar de levantar as paredes toda hora, para tirar o bichinho de perto. Fazer caravanas pelos rincões de pobreza do Brasil ninguém quer. Só quem fez isso foi o nosso eterno Presidente Lula. Por isso é Lula Livre, Lula Presidente!

    1. Sobre as caravanas, Alexandre, a falta delas por parte dos demais candidatos (e seus respectivos eleitores) é o que faz acharem “pouca coisa” os governos do PT terem tirado o Brasil do mapa da fome da ONU.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.