O estrondoso silêncio sobre Moro. Veja Bob Fernandes

bobpgr

Bob Fernandes, falando tudo o que a mídia silencia, vergonhosamente.

Em texto e, ao final, em vídeo:

O silêncio pode ser arma poderosa. Pode condenar adversários ou inimigos ao esquecimento. E pode proteger amigos ou aliados.

O silêncio é eficaz nas disputas de Poder. O silêncio se torna arma quando imposto pelos que noticiam sobre Poder, Política e seus atores.

Há anos a Lava Jato, seus personagens e alvos, são tema central no debate político. Na coluna Radar, da revista Veja, foi publicada informação sobre a Lava Jato.

Com exceção das redes sociais, há 48 horas impera estrondoso silêncio midiático sobre essa informação.

Maurício Lima afirmou: a Força-Tarefa da Lava Jato oculta, há pelo menos dois anos, importante informação da Receita Federal.

O advogado Zucolotto é grande amigo de Moro. Foi padrinho do casamento do juiz com Rosangela. Que foi sócia de Zucolotto. Onde estão a informação e o problema?

O problema é: o escritório de Zucolotto, amigo do casal Moro, foi correspondente, colaborador, do escritório do advogado Tacla Duran. Depois investigado pela Lava Jato.
A informação da Receita Federal, ocultada pela Lava Jato, é: Tacla Duran, investigado na Lava Jato, fez pagamentos para o escritório de Zucolotto e Rosangela Moro.

Duran é acusado de lavar dinheiro e integrar organização criminosa. À época dos fatos Rosangela ainda estava no escritório de Zucolotto, segundo relato da Veja, documentado.

Há uma semana, na Folha, Monica Bergamo informava: Zucolotto, advogado amigo de Moro, acusado de intermediar negociações com a Lava Jato.

O acusador, esse mesmo Tacla Duran. E o que ele diz? Que Zucolotto tentou negociar para “melhorar” os termos da sua delação.

Tacla Duran, ex-advogado da Odebrechet, tem dupla cidadania. Não fez delação e refugiou-se na Espanha. Onde está livre.

Há dias, antes dessa informação acrescentada por Veja, Moro respondeu: “Zucolotto é profissional sério e competente”. E Tacla Duran “um acusado pela justiça brasileira”.

O que esperar sobre essas informações e história? Apuração e respostas. Sem imposição do estrondoso silêncio.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

28 respostas

    1. A rapaziada midiática e fundamentalista e messiânica da vaza-a-jato não responde a nada e a ninguém (no Brasil ).
      Aí está o fulcro da questão.

  1. E a nossa querida, de quem assiste a Plimprim, Cassia Kiss afirmou com todas as letras que …”é Deus no ceu e Sérgio Moro na terra”.
    Depois que isto acabar, o savonarola de curitiba vai ser reduzido a pó de traque- de tgal modo se enredou em picaretagens extra juridicas – bem antes de que os historiadores tenham a oportunidade de fazer isso.

  2. 1 – O Tacla era cliente ou parceiro do escritório do Zucolotto e da esposa do Moro, e fez pagamentos a eles. Isso poderia ser usado para questionar a isenção do Moro no seu julgamento do Tacla (pois talvez ele pudesse beneficiá-lo). Mas como o cara foi condenado, não há sentido nisso.

    2 – Foragido, o Tacla disse que o Zucolotto lhe propôs um esquema com a Lava-Jato. Se ele tiver provas, isso deve ser investigado para ver quem está envolvido (talvez até o Moro). Mas enquanto não as apresentar, tudo pode ser apenas malandragem de um condenado e a imprensa não deve mesmo lhe dar trela. Resta a parcela da imprensa mais escandalosamente ligada ao PT, como esse Bob, que tenta confundir o item 1 com o item 2. O mais provável é que não exista nada de concreto e o PT tenha armado isso com esse Tacla, cuja denúncia surgiu através da quase porta-voz do partido Mônica Bérgamo.

      1. Evidente, se aparecerem provas de que o Moro tentou vender absolvição para o sujeito, ele deve ser punido. Mas isso não invalida os julgamentos anteriores dele, principalmente aqueles em que ele CONDENOU o réu. O que se poderia desconfiar é dos casos em que ele ABSOLVEU o sujeito, porque se ele vendeu um sentença poderia ter vendido outras. Mas nem sei se seria possível anulá-los legalmente.

    1. Rapaz a “soda” que deram na tua mãe lhe “emprenhou” os ouvidos. Mônica Bergamo porta-voz do PT. O advogado pq acusa o Moro então é “conluio” com o PT. A imprensa agora tem o “dever de não noticiar”.
      O que que vc diz sobre a esquerda querer controlar a imprensa mesmo? E o que dizia sobre a “grande armação”, a mega conspiração que os esquerdistas viam nas notícias enviesadas da mídia? E sobre a presunção de inocência para Lula, digo Moro? Ah, mas como é diferente um coxinha quando começam a lhe passar vaselina no rabinho!

      1. Você deve ter algum problema sério. Vou repetir.
        A Bergamo vive a defender o PT, a ligação dela com o partido é fato corrente (como o do tal Bob também). O conluio Tacla-PT é só o meu palpite, é o que me parece. E a imprensa pode noticiar o que quiser, mas um jornalista sério não dará importância a uma acusação de um foragido sem prova alguma. SE aparecerem provas, aí é óbvio que deve virar notícia. Por enquanto não há absolutamente nada. E a presunção de inocência vale, como sempre, para todos. Ou por acaso o Lula foi condenado porque alguém mandou um recadinho da Espanha?

        1. O Lula foi condenado com provas? Ou o juizim parcial passou 2/3 da sentença se justificando? Outra questão, o juiz que condenou o Lula é o mesmo que condenou o Tesoureiro (por ser do PT, já que tua onda é da palpite) com base apenas em delações e teve sua sentença REFORMADA? Jornalismo não traz em si as consequências práticas da atividade jurisdicional, seu asno. Se um juiz acha que pode condenar alguém com base na palavra de um criminoso, pq jornalista não pode dar uma notícia com base em igual palavra? Ah sei, se fosse contra o PT servia pra ti né? E por falar em prova, a mulher que “mora” com ele ( num sei se é a que é casada com ele, vai que é apenas uma babá, uma empregada, ou uma amante, não sabem os ao certo o que isso significa) recebeu ou não recebeu dinheiro do tal Tacla, que hoje acuso o “meu amigo” de entermediar as tais benevolentes delações premiadas? Problema sério eu? Vc dizendo isso? Vc sabe qual problema eu saquei que vc tem né? Preciso repetir aqui?

        2. Vou tentar explicar pela última vez, limitando-me ao principal. O cerne do truque desse Bob e outros é tentar fazer parecer que o pagamento do Tacla ao escritório da mulher e do amigo do Moro poderia ser uma prova de que a denúncia dele é correta. MAS É MENTIRA. O cara pagou por serviços normais. E ele foi CONDENADO na Lava Jato!! você acha que ele pagaria para ser condenado? Pensa um pouco.

          Uma coisa é ele ter usado os serviços da mulher e do amigo. Outra coisa é a denúncia que eles está fazendo agora, de que o amigo lhe ofereceu um esquema na LavaJato. Se ele tiver provas disso a coisa esquenta. Se não tiver, só jornalista subordinado ao PT é que vai se fingir de bobo e tentar escandalizar o nada.

          1. Isso tem que ser esclarecido. Até agora ninguém apresentou provas de nada, muito menos da honestidade dos pagamentos. Um doleiro pagando advogado pra tirar xerox, isso tá muito mal explicado. Com a palavra o casalzinho modelo da direita raivosa.

          2. O fato é que existem duas coisas bem diferentes.
            Uma é declaração do Tacla de que lhe ofereceram um esquema de venda de sentença. Ele não apresentou nenhuma prova disso e se apresentar a coisa deve ser investigada. FIM.
            Outra coisa é o pagamento anterior à esposa e ao amigo do Moro. Pode ser algo irregular? Pode, como tudo que a uma empresa paga para outra. Quem sabe eles estavam traficando cocaína ou praticando qualquer outra ilicitude. A única coisa que a gente tem certeza é que esse dinheiro não era para comprar a sentença da lava jato porque ele foi CONDENADO. Segue o barco.

  3. PARA REFLEXÃO
    MORO respondeu: “Zucolotto é profissional sério e competente”. E Tacla Duran “um acusado pela justiça brasileira”.
    Justamente o juIz que se valeu da delação de RÉUS CONFESSOS, acusados pela justiça brasileira, ainda tem a Cara de Pau de fazer esta afirmação?
    Ou fazemos alguma coisa ou “Essa Porra” vai virar um Porto Rico.

  4. Essa peça encomendada – a lava jato, não o filme que já é uma farsa, está chegando ao prazo de validade. Acho mesmo que o prazo já venceu, ta aí o imbroglio dos advogados envolvidos com a madame Moro para comprovar. Se formos olhar então o comportamento do atual ídolo dos globais, aí é que Freud explica mesmo. Para mim os atos e falas do personagem mostram muito mais dos desejos e ambições pessoais do que uma suposta lisura e consistente atitude de justiça. Ao se defender no caso das palestras pagas, algumas preciosidades foram escancaradas: Dallagnol disse que falava para investidores, mas era ele mesmo um fracasso como investidor, tendo perdido com ações que comprou da Petrobrás. Somente essa declaração já daria pano para mangas. Um promotor investidor que tem sabidas informações vindas possivelmente do Departamento de Estado norte-americano, onde tudo começou com as acusações de corrupção internacional além do desmonte da Petrobrás (como da Eletrobrás, menos falada até então), fracassou como? São informações privilegiadas, não são? Elas têm tudo a ver com o mercado e com as bolsas internacionais, não tem? Bom, talvez seja um investidor modesto no tocante aos investimentos imobiliários. Embora fosse terminantemente limitado a pessoas de baixa renda, Dallagnol comprou uns apartamentozinhos do Minha casa, minha vida. E agora, ultimamente tem admitido ter pretensões políticas, ele, que faz parte do movimento apartidário do momento, ou melhor, do movimento de que não é nada disso que está aí na política, quer ser…POLÍTICO! A impressão que dá, note que não uso a expressão ‘Tenho plena convicção’, é que ele deseja tudo que aparentemente nega, abomina e persegue: quer ser um megaempresário com entrada no mundo global (isso tem riscos e concessões, almofadinha!): quer viver de renda de ações e da quebra de empresas Estatais e bancos (isso rende muito) e ainda quer ser um super político. Não estamos mais surpresos em saber que o novo lobby do mercado financeiro é jurídico, especialmente nos países latinos e emergentes. Pois bem, o herói de Kassia Kiss queria ser o um ídolo político. Um LULA, em tese! Mas, isso, picareta global , não é para qualquer um.

  5. Bob Fernandes brilha sempre como um dos jornalistas mais importantes e sérios nessa hora negra do jornalismo brasileiro. Como ele bem diz, o silêncio é uma arma poderosa nas mãos daqueles que escolhem amigos e inimigos. Silencios cumplices que amordaçam tbm aqueles de pouca voz por ignorância ou preconceito. Fundo de poço.

  6. Mais uma vez tem cheiro de pizza no ar. É tudo o que podemos sentir porque o imbroglio é tão grande, tem tantas ramificações e implicações que paralisa qualquer raciocínio e desqualifica qualquer conclusão.

  7. Li um comentário que não tem provas com contra Moro…..sim é verdade contra ele não….mas com sua mulher e seu melhor amigos com base nos dados receita federal a 2 anos atrás tem meu caro amigo… Eles receberam dinheiro do escritório de Duran…Leia a matéria do RADAR VEJA JORNAL DA GLOBO…DERAM UM PROPRIO TIRO NO PÉ. .. UÉ O MORO DISSE QUE O DURAN NAO DEVERIA TER CRÉDITO, POIS É UM FORA DA LEI… SIM UM FORA DA LEI IGUAL O LÉO PINHIEIRO….JÁ PENSOU SE FOSSE O MELHOR AMIGO DE LULA E A MULHER DELE RECEBENDO DINHEIRO DO EX ADVOGADO DA ODERBRECHT…. O QUE ACONTECERIA NÉ….PIMENTA NOS OLHOS DOS OUTROS É REFRESCO AMIGO…DEIXA SER FANÁTICO E NAO LEIA E ASSISTA SÓ JORNAIS DA GLOBO…ISSO CONSTOU NO INFORMATIVO DA RECEITA FEDERAL… AGORA SÓ FALTA ME FALA QUE A RECEITA É DE ESQUERDA TB….AH E TEM MAIS…O MINISTERIO PUBLICO ESCONDEU ESSA INFORMACAO POR 2 anos.. pq será… AGORA A MULHER DE UM JUIZ JÁ COM OS DIAS CONTADOS RECEBENDO DINHEIRO DE UM DOLEIRO E FORA DA LEI…O DURAN pode não valer nada…e quem presta serviços pra um criminoso é o que?????não só ela como o sócio…Que prova vc quer??? Moro disse que nunca tiveram contado com o tal Duran, que não pode ir dar ouvido a um condenado….que o amigo dele nao conhecia…dizem que só conhecia a irmã e sócia do Duran no escritório…nao conhecia o Duran principal envolvido nas fraudes…Pra quem dúvida antes de falar alguma coisa procure a matéria na coluna Radar Veja OK

  8. O Arnesto e o Bostras parece que são combinados. Um abre e o outro mete, e vice-versa.
    Dois XIBUNGOS !

    1. militância paga, só que se acham superiores. pq recebem mais que um sanduiche de mortadela. de vez em quando rola até um carguinho comissionado.

  9. É por causa destas acusações que Moro está dizendo por aí que a lava-jato está no fim e que ele está cansado. Sei…

  10. Outro enfrentamento (Flávia Suassuna)
    Temer
    é um pormenor
    do tempo.

    Lutar
    é o imperativo
    da vida.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.