O general da “intervenção” vai para a geladeira?

semtropa

Os jornais trazem reportagens sobre as declarações do general Antonio Mourão de que “companheiros do Alto Comando do Exército” entendem que uma “intervenção militar” poderá ser adotada se o Judiciário “não solucionar o problema político”, em referência à corrupção de políticos.

Não é coisa a se atribuir maior importância, exceto dentro do próprio Exército, pela evidente quebra de hierarquia e disciplina mas, principalmente, por ter usurpado a palavra do mais alto órgão do Exército Brasileiro, onde ele é apenas um dos 14 integrantes.

Mourão, exonerado de um dos mais fortes comandos do Exército, o Sul, foi convertido ano passado em “general sem tropa” pelo comandante do Exército, general Eduardo Villas Boas, ao transferi-lo para a burocrática Secretaria de Economia e Finanças.

É por isso que resolveu falar com a “cobertura” de uma reunião da maçonaria.

Neste momento julga-se se ele deve ser ignorado ou receber nova punição, necessária do ponto-de-vista disciplinar, mas que tem o inconveniente de  torná-lo líder do “movimento dos sem juízo”.

O mais provável é que o coloquem “no freezer”.

Os oficiais generais do Exército, salvo uma meia-dúzia de “brucutus”, são homens inteligentes e que passaram anos  estudando, entre outras coisas, geopolítica. Sabem perfeitamente que uma intervenção militar não apenas “racharia” a Força como acarretaria o imediato  isolamento do Brasil no mundo., que vive um contexto completamente diferente do período da “Guerra Fria”.

Governos militares só são possíveis, hoje – e olhe lá – em pequenos países, sem importância no cenário mundial, jamais num gigante como o Brasil.

A ameaça de ditadura que o Brasil vive hoje não é a militar, é a judicial.

contrib1

 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

26 respostas

  1. Não li nem vi o discurso dele. Mas tô sempre me perguntando. O que é Soberania Nacional que as FÃs deveriam defender. Não estão vendo a entrega e doação do País e seus recursos naturais e Empresas ao Capital Financeiro Internacional e Capangas internos? Vão continuar assistindo de camarote o desmonte do Brasil e o assalto por está quadrilha?

  2. Também jamais fui favorável a intervenção militar: mas tão achando que esse judiciário, Mpf e outras otoridades vão tomar providências. Esperem deitados pois são traidores lesa-Pátria como vem ficando provado. Estão somente preocupados com Deus poupados salários, benefícios e comprar termos na 25 de março americana.

  3. Um pequeno detalhe: já estamos em uma ditadura judicial! E eles estão do lado dos fortes e opressores da direita! O problema é que esta ditadura disfarçada está entregando as jóias da corôa aos gringos, ou seja, inviabilizando o Brasil com que sonhamos. O que permite cogitar: será que o Moniz Bandeira não tem razão?

  4. Palestra na maconharia. O que um general vai fazer em uma associação totalmente obscura como a maconharia?

  5. Quando e Quem porá a JUSTIÇA para funcionar no atual ___ braZiUSA___ ??? “””” __ NÃO HÁ JUSTIÇA – OAB/RJ __ “” .

  6. O que este general fascista fez é uma grave quebra da hierarquia militar. Após cumprir com as sanções disciplinares previstas no RDE (Regimento Disciplinar do Exército) deveria ser imediatamente transferido à reserva.
    É notável observar que o foro que escolheu para manifestar-se é a maçonaria, sempre ao serviço dos interesses de minorias e de potências estrangeiras.

  7. De retrocesso em retrocesso, chegamos ao ponto de aparecer até um novo Mourão com discurso do tempo da cavalaria de lanceiros, só falta agora ressuscitarem Dom e Ravel, na falta, quem sabe, Lobão e Roger.
    Ninguém segura a mediocridade no Brasil.
    Só rindo.

  8. Alô General … O POVO de BEM (e sofrido) do BRASIL não te AMARROU.. Tu TÁ SOLTO com tudo ai na sua frente pra ver e agir e sua CARTILHA é a CF-1988 ! Veja só: as Forças Armadas em sua MISSÃO CONSTITUCIONAL só tem DUAS TAREFAS a CUMPRIR: 1)- A força-tarefa “VIGIAR FRONTEIRAS” para resguardar o BRASIL-NAÇÃO e 2)- A força-tarefa “CUIDAR” da ORDEM, da SEGURANÇA e da SOBERANIA NACIONAL com o objetivo de MANTER COESO os princípios de PÁTRIA. Pois bem, no BRASIL as FORÇAS ARMADAS “nunca” fizeram direito nenhuma das DUAS COISAS que lhe são ATRIBUIDAS pela história de nossas CONSTITUIÇÕES (a de 1988 e as anteriores). Então Sr. General pare de perder tempo com “PALESTRINHAS BESTAS” direcionadas a IDIOTAS que não representam a NAÇÃO-BRASIL nem o POVO do BRASIL e se LIGA no que são seus DEVERES CONSTITUCIONAIS que “não cumpre”.. volte pra casa e ESTUDE MAIS e se PREPARE MAIS pra CUMPRIR com suas OBRIGAÇÕES CONSTITUCIONAIS e CALE o BICO, porque ganha “D+” pra não fazerem nada pelo BRASIL ficando só ENCHENDO o SACO do POVO que é quem PAGA PESADOS IMPOSTOS para MANTER os seus POLPUDOS SALÁRIOS para “não” CUMPRIR com suas OBRIGAÇÕES e pior, ainda metendo o bedelho onde “NÃO LHE COMPETE”. CALADO..! Cumpra com suas obrigações e deveres agindo principalmente nas fronteiras pois que está TUDO com as PORTEIRAS ABERTAS (e tudo vulnerável porque ninguém vigia nada!!) que é por onde entra e sai tudo que é ILEGAL no PAÍS, sejam “CONTRABANDOS ou TRÁFICOS” de tudo que é ILICITO ! CUMPRA com suas ATRIBUIÇÕES e OBRIGAÇÕES e não encha o saco do POVO que lhe paga o seu ALTO SALÁRIO pra não fazer nada pela NAÇÃO BRASIL !

  9. Secretaria de Economia e Finanças…. imagine por onde essa turma sentiria os primeiros cheiros da laja jato no cangote?

  10. Não seja tão otimista Fernando. Nossa história nos condena neste quesito e gato escaldado tem medo de água fria. A situação é “extraordinária” como pronunciu abertamente uma das instituições mais ativas no Golpe. O golpe não está sendo capaz de gerar um regime político estável. A continuar essa situação não tenho certeza se as forças golpistas não apelariam para uma outra “solução”. Lembremos que os golpistas não tem escrúpulos de nenhuma ordem em fazer uso de qualquer instrumento para alcançar seus objetivos.

  11. a desgraça é que se justiça quiser mostrar que a coisa não se encontra em total descalabro deve decretar a prisão desse,

  12. Não acredito no judiciário que temos, acho que passou da hora de uma intervenção militar, além do mais o General foi bem claro, em não falou em ditadura, falou apenas em organizar essa bagunça que está o Brasil. Sabemos que a situação está assim é porque há muitas falhas do legislativo e da justiça. O legislativo legisla em causa própria juntos com interesses das bancadas, o judiciário é muito lento. Estamos a deriva. O Brasil precisa ser passado a limpo. Brasil, mostra sua cara! Intervenção JÁ!

  13. “A ameaça de ditadura que o Brasil vive hoje não é a militar, é a judicial.”

    Discordo… a ameaça é a ditadura evangélica!

  14. Muito simples, se realmente há um clamor popular pela volta do exercício ao poder, então tá fácil, que os militares se candidatem, apresentem as propostas e se elejam em eleições democráticas.
    Qualquer outro caminho é golpe.

  15. É muito sugestivo e preocupante que ele tenha feito este pronunciamento em uma reunião da maçonaria. Sabemos que a maçonaria domina o judiciário brasileiro porque, sociedade secreta que é, infiltra-se para ter poder no único poder da república que não tem votos, caso contrário teriam que se candidatar a um cargo eletivo e aí teriam que dizer o que interessa a eles. E não seriam eleitos. Sabendo disso, prestei muita atenção na pergunta feita ao general e posso pensar que a própria maçonaria não está contente com o desempenho de seus membros no judiciário. Seriam os maçons do judiciários incompetentes? O Leandro acima diz que a ameaça é a ditadura evangélica. Não é uma ameaça, é um fato. Assim como a maçonaria rastejando como vermes cheios de empáfia e certezas não testadas nos subterrâneos do poder. Pobre Brasil, nas mãos de quem estamos!

  16. A fala do militar não deveria ser repudiada e nem criticada negativamente. Coragem ele teve.Se a mídia procurou logo a considerar como ato isolado e pessoal, perdeu.Evidente que ele não é uma voz isolada, há outros que professam a mesma tese.O Brasil está caminhando na contra mão da historia.O governo atual é bandido e nefasto aos interesses da nação.Todos reclamamos diariamente. O país está rumando para o abismo.É preciso uma “basta”. Alguém tem de ter coragem de ousar. E tenho certeza de que há seguidores.Constitucionalmente não cabe às forças armadas a função de governar mas de defender à pátria, entenda aí, a defesa contra seus inimigos que podem ser internos ou externos.E os nossos estão aqui dentro (Temer,seus comparsas) a começar pelos responsaveis pela aplicação das leis(judiciário) que vem se apoiando no poder policial para submeter os demais.A mídia não conta, é uma verdadeira “puxa saco” de quem estiver de plantão no poder.Há denuncias contra ministros e ocupantes do Judiciário estão sendo abafadas.Na colocação do general, apenas, corrigiria, ao invés do judiciário, ele afirmasse que caberia ao povo determinar o curso que a nação deveria caminhar. E com isso, se juntar aos seus pares que comungam desse pensamento, e partir para luta.A direita não respeita regras democráticas e nem republicanas e sim, as suas regras.Não vamos condenar e nem crucificar o general sem saber dele como pensam os demais colegas militares…

    1. Meu caro,antes de apoiar este tipo de CRIME,informe-se.Se vc acredita em papai noel,lá vc com suas fantasias.Não são e nunca foram as FFAA brasileiras parceiras do POVO.Sempre foram um exército de ocupação subordinado aos interesses do tio sam.
      Este bandidão,o tal de mourão falava mal da Dilma ajudando a criar o clima do pré-golpe.Se este bandidão e seus comparsas forem adiante NÃO SERÁ PARA AJUDAR O POVO,MAS PARA SOMETE-LO AINDA MAIS.
      Militar não pode sair do quartel,quando sai é pra fazer caga–da.

  17. Não tenho esse otimismo todo. Por que uma ditadura militar aqui não seria tolerada? Quem está comandando o golpe são os Estados Unidos…

  18. Sei, não…. Esse general pode ser tudo, menos botocudo, idiota. Claro que não fala sozinho, mesmo sem tropa, fala para as tropas. Se está correta a análise de que um golpe de estado com uso das Forças Armadas, não mais se aplica a um grande país, complexo como o Brasil, é possível que um golpe de estado parlamentar, jurídico midiático, já aplicado em países menores, na atual década, talvez tenha grandes dificuldades de ser vitorioso num pais grande e complexo. Devemos observar que até aqui, passados mais de um ano, ao mesmo tempo, tendo os golpistas aplicado, em todos os sentidos, um verdadeiro cavalo de pau na economia do país, que o golpe de estado através do Congresso, da Justiça e órgãos correlatos (Procuradorias, Polícia Federal e Tribunais de Conta) tem grandes chances de não vingar como desejavam os golpistas. Como sabemos, esse tipo de golpe de estado foi aplicado com relativo sucesso em pequenas economias, como era o Brasil em 1964, apesar de seu gigantismo em outras dimensões. O golpe de estado de 2016, trasvestido de impeachment, está tendo de enfrentar além dos problemas criados na economia de difícil solução, que vem paralisando o crescimento do país, aumentando o desemprego, contrário da propaganda dos defensores do golpe,, sem perspectivas de reversão a curto prazo, que muito breve experimentará a pressão de grandes massas a procura de solução dos problemas criados pelas ações golpistas (desemprego, perda de direitos, aumento da pobreza etc.), refletidas nas eleições que se avizinham. As palavras desse general (estava até pouco tempo à frente de tropas) somente reforçam a convicção de que os militares apoiam e dão sustentáculo, são parte do golpe. Como fizeram em 1964, todos os golpistas (Parlamento, Justiça e conexos, Forças Armadas e mídia) querem afastar quaisquer possibilidades eleitorais dos que foram jogados na oposição. Até aqui estão de armas nas mãos, desarmados: sem leis e meios adequadas (falta um AI-5) para afastar todos opositores . No jogo democrático, que em muitos sentidos ainda perdura, é do novo modelo de golpe, já perceberam que não basta somente afastar Lula. Lula é uma pequenina ponta de um gigantesco iceberg.

  19. Que pais é esse,aonde desenvolveu-se a cultura do golpe:Golpe midiático,golpe parlamentar,golpe judicial e por ultimo esse pateta estimulando o golpe militar.Até agora não consegui entender qual é a sua verdadeira intenção,mesmo porque as forças armadas não tem nenhuma intenção de contrariar os corruptos,sempre viveu de mãos dadas com eles,diga-se de passagem com senhores: Paulo Maluf ,Mario Andreza,Aureliano chaves e inúmeros outros canalhas,também não o vejo muito preocupada com a proteção do Estado brasileiro,porque as nossas fronteiras, estão desde o Império, entregues a proteção divina,sempre saiu por elas Ouro,diamantes e pedra preciosas e entra Cocaína, contrabando de todo tipo,só para dar um pequeno exemplo o Uruguai não possui uma mina de Ouro,e esse pais consegue ser o segundo exportador de ouro da América do sul.Vejo que essa quadrilha que se instalou na praça dos três poderes pode delapidar a vontade os cofres públicos e entregar toda as riquezas do povo brasileiro ao EUA, que as forças armadas não estão nenhum pouco ligando,porque a única coisa que eles perseguem até hoje são os comunistas.

  20. Deve ser influência do sobrenome. Será que esse Mourão é parente do General Olímpio Mourão, de péssima memória?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.