O juiz do TSE pode o que o juiz de futebol não pode?

No Painel de hoje, a Folha faz uma curiosa interpretação do que, claro, define como a “tática que foi adotada pelo ex-presidente desde que ele entrou na mira da Lava Jato”, como se houvesse algum tipo de tática para quem é acusado num processo de perseguição política senão a de proclamar sua inocência e espernear contra o arbítrio.

A opção pelo confronto foi consciente e pragmática. Numa tentativa de dar sobrevida política ao partido que criou e ao próprio legado, Lula decidiu esgarçar todos os fios de sua relação com a Justiça, sacrificando as remotas chances que teria de deixar a cadeia cedo ou de contar com alguma boa vontade no Tribunal Superior Eleitoral.
O petista sabe que, colocando o TSE contra a parede enquanto arquiteta a própria substituição na corrida pelo Planalto —dentro da carceragem da Polícia Federal—, irrita os ministros e abre espaço para respostas extremadas e céleres.

Opção pelo confronto? Será que a redatora deste texto, ao ser, em sua visão, condenada injustamente como corrupta e “lavadora” de dinheiro consideraria a hipótese de “miar” diante de seus algozes para que, pelo menos, aceitassem que ela ” deixasse a cadeia(mais) cedo”, ficasse quietinha em casa, de tornozeleira e impedida sua profissão de escrever?

É preciso ser muito ingênuo para acreditar que tribunais que fecham os olhos às barbaridades praticadas por Sérgio Moro e pelo TRF-4 fossem deixar Lula livre, mesmo sem ser candidato, funcionando como referencial para o processo eleitoral que é, justamente, toda a razão de terem-no perseguido e encarcerado.

O mais grave, porém, é que diz, como se fosse natural, que esta “tática” tira a “boa vontade do tribunal” . “irrita os ministros” e “abre espaços para respostas extremadas e céleres”.

Uau! Quer dizer que se aceita que juízes de um tribunal superior, com todas as obrigações de guardiões dos direitos da cidadania, mudam suas decisões e seu entendimento da lei porque “ficaram irritados” com o cidadão que foi buscar sua prestação jurisdicional?

É simples entender o quão absurdo isso é.

Então o “juiz” de futebol, se uma torcida, como tantas vezes acontece, pega no seu pé – para dizer o menos – e o deixa irritado está autorizado a marcar impedimentos que não existem? Pênaltis que não aconteceram? Inverter as faltas para prejudicar o time desafeto?

Curioso que considerem que um sujeito que está preso há mais de quatro meses tenha de ser “calmo e paciente” e à turma da toga, no bem-bom, não se estranhe sair às pressas, num domingo, disparando telefonemas para ordenar que não se cumprisse um relaxamento de pena que, pelas regras, poderia ser anulado já na segunda ou terça-feira? Ou que no caso de seu registro, já mesmo antes de pedi-lo, o então presidente do TSE dissesse que a negativa seria “chapada” e a procuradora-geral nem sequer esperou a formalização, com a publicação do pedido, para já apresentar pedido de impugnação.

É um absurdo e uma vergonha que a imprensa e a comunidade jurídica do país tenha naturalizado e aplaudido este comportamento. O fim – excluir Lula das eleições, não só como candidato, mas como uma simples voz – passou a justificar todos os meios.

É pueril e idiota acharmos que suas excelências possam estar decidindo como estão, invariavelmente conta Lula, por convicção jurídica – todos sabem que o processo de Moro é uma mixórdia – ou porque estão “magoados” com a insubmissão do ex-presidente a uma injustiça.

O propósito é claro e asqueroso: dirigir o resultado das eleições, nada menos que isso.

É, invocando a lei e usando a força do Judiciário, fraudar a vontade popular. E contra isso não se pode tergiversar.

 

 

 

 

 

 

 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

32 respostas

  1. Tadinhos dos desembagrinhos, tendo que lidar com esse menino levado.

    É mais ou menos como ficar com pena do marido que espanca a mulher, porque a mulher é danada, dá muito trabalho pro coitado.

  2. Uma eventual soltura de Lula e posterior volta à prisão custaria ao erário menos que o auxílio-moradia indevido de meia-dúzia de juízes.

    1. Correto, exceto que não são apenas meia-duzia de juízes…uma vez que isso é prática corriqueira entre os togados, tanto que eles querem incorporar essa excrescência aos seus pomposissímos salários de marajás, além de que se estende TAMBÉM aos procuradores…uma verdadeira VERGONHA que precisa ser corrigida URGENTEMENTE !

  3. Estão desesperados com Lula. Criaram os monstros do golpe, do apartamento que não é de Lula, do sítio que não é de Lula, tudo embasado em mentiras aceitas como provas e cuja fonte foi um ÚNICO delator que trocou uma pena alta pela redução caso citasse Lula, conforme foi divulgado. Lula age com dignidade que deve ser uma palavra desconhecida por quem escreveu a matéria. A nossa mídia escrita, televisada e falada fede por conta de jornalistas inescrupulosos tal qual esse do PAINEL. Enquanto isso milhares foram ontem sacramentar o registro da candidatura de Lula; eles representam os milhões que vão votar nele ou em suas ideias para o Brasil. A mídia não deu destaque para variar.

  4. Coitadinhos, por causa do LULA a dona carmen, presidente do stf, teve que escutar do Esquível que o país tem um preso político e não pode responder e baixou a cabeça. E fica em uma situação terrível de um juiz que ouve que está sendo cometido um crime, a prisão ilegal política, e diz que talvez, depois, vamos ver …
    Não tenho dó por que o que fizeram de ruim ao país…

  5. A folha faz um “jornalismo” (???) de merda! Jânio de Freitas está cercado de nulidades!

  6. Quer dizer então que, no Brasil, para alguém obter a correta e justa prestação jurisdicional, para ser julgado na legalidade, é preciso ser ”bonzinho” para contar com a boa vontade dos juízes? Muito bem, Folha, na tentiva de execrar o Lula novamente, você acaba por confirmar que a injustiça em relação a ele é real.

  7. Neste momento, estou em Bonfim, norte baiano. Agora há pouco, numa fila com aproximadamente 40 pessoas, todos gente do povo com alguns classe média, o apoio a Lula era unanimidade. Mas espantou-me a consciência que quase todos tinham da importância de votar no Lula ou no seu indicado

  8. No Brasil pós golpe, como farelo, “às Leis aos porcos”, o que vale é o humor do dia das Excelências. É um aviso ao Brasil: “Não mecham no nosso escandaloso Auxílio Moradia e nos nossos 16% de reajuste, senão mandaremos prender todos”. #ConstituiçãoNadaMandaQuemFalaMaisAlto

  9. Caro Fernando Brito; Pelo visto nós, os brasileiros decentes, teremos que instituir o VAR para impedir as ilegalidades do judiciário brasileiro.

  10. São cães a ladrar, por ordem de seus donos.

    Mas caravana que reconstruirá o Brasil, passará e completará seu trajeto e chegará ao seu destino.

  11. VIVA LULA ! Criamos um ESTADISTA, e por isso a elite nos odeia ! NÃO TEM ARREGO ! VIVA O POVO BRASILEIRO !

  12. Os sentidos deste tipo de jornalista, de alguns juízes e de todos os golpistas os enganam. A razão do povo não os enganam, e ponto. O encarceramento do portador difundiu a IDEIA.

  13. a midia trata os juiizes como deuses irados que ficam enfurecidos quando desafiados
    nada mais cristão que isso rsrsrsrs
    se apessoa não se arrepende e implora perdão não vai pro céu

  14. A Justiça já está privatizada, para que serve o STF, senão para receber salários, pagos pelo cidadão ? É chegada a hora de concluir que pagamos nossos carrascos ! BASTA ! SÉRGIO MORO NA CADEIA !

  15. O mais grave, a meu ver, é a descarada confissão do golpe:”sacrificando as remotas chances que teria de deixar a da cadeia cedo”Aqui se escancara o motivo torpe e político da prisão de LULA. Só lá está porque corria o risco de ser candidato; e, candidato, de ganhar novamente as eleições! O descaramento chapado, diria aquele ministreco topetudo.

  16. O raciocinio dela oscila entre o pueril e o maldoso… e se adotado pela vitima mudaria coisa alguma no processo infame. Nao se tratou nunca de corrupção mas de eleição.
    A capadócica escriba nao percebe tambem, ou não lhe passa pela cabeça desneuronizada que algum lider possa ter principios e sacrificar-se por algo muito maior. Mandela os tinha, Pepe mujica os tem e Lula os tem e vem em primeiro lugar.
    PS. Lembra de Ghoutta? É grave, muito grave mas tudo indica que o estado de Israel esta lançando produtos quimicos venenosos -provocam convulsões em algumas vitimas – nos palestinos que protestam na fronteira de Gaza. E bloqueiam a entrada de medicamentos na mesma gaza. Isso em bom portugues tem um nome e todos sabem qual seja.

  17. 1) Dia 1o de janeiro: Posse de Lula.Haddad.Manuela
    2) Dia 2 de Janeiro: decretada prisão de toda a cúpula do judiciário, pf e mpf.
    moro, dallagnol, dodge, carmen lucifer, barroso, fachin, fux e quadrilhas
    3) Dia 3 de janeiro: perda de concessão/fechamento/estatização sem direito à indenizações dos grupos globo, abril, jovem pan, bandeirantes, folha, estadão, sbt, redetv, record
    4) Dia 4 de janeiro: caçada à todos os golpistas (mdb, psdb e afins, empresários, banqueiros).
    5) Dia 5 de janeiro: caçada à todos os integrantes e simpatizantes de mbls, vempraruas da vida.
    Já dá para sentir como o ar do Brasil ficará muuuito mais leve, respirável!

  18. Pensamento de gente da Casa Grande! O escravo deve ser obediente e servil para deixar o seu Senhor feliz e “benevolente”.

  19. Ora,senhor FERNANDO,Tergiversar?Ora ! Trata-se,simplesmente,não terem os CANDIDATOS DO JUDICIÁRIO E CERCANIAS,inclua-se o que chamam de imprensa,nenhuma chance de vitória,para simplesmente,liberte-se o sr.Luis Inácio ou não,fazendo seu indicado vencer,para simplesmente,CANCELAREM AS ELEIÇÕES. Quanto aos PUDORES,essa gente não sabe nem o que isso significa.Chega-se a conclusão,inda que remota,de outros métodos menos pacíficos,para resolver tais problemas.Em suma,eles não precisam TERGIVERSAR.Basta que queiram e mandem.

  20. É guerra! As lideranças precisam sair dos gabinetes e mostrarem suas caras com garra! É golpe ou não é? Então temos que agir como golpe e lutar sem treguas contra o arbítrio de uma condenação sem provas, contra a farsa da eleição sem Lula! O povo quer ir as ruas e os manifestos expontâneos pelo Brasil têm mostrado isso! Tencionar esses golpistas é o mínimo que se espera! Lula ganha no primeiro turno! Liderança que finge, não merece estar no PT! É hora de todos os governadores, deputados e senadores agirem. Novamente, é golpe ou não é? Lutem contra o golpe, contra a farsa, a FRAUDE de uma elição sem Lula, liderando o povo que está puto com toda essa palhaçada! Tem gente lutando mas a maioria está fazendo corpo mole! Estamos de olho! Temos que agir contra esse golpe e cobrar atitude e firmeza de TODOS!

  21. PARTIDO NAZI-JUSTICIALISTA MAÇÔNICO DO BRAZIL…
    UM CÂNCER MALIGNO A SER EXTIRPADO QUANDO A DEMOCRACIA VOLTAR…

  22. Brito, admiro tua capacidade de ainda argumentar. Importante fazê-lo. Mas, confesso, já não aguento mais o fato de que seja necessário argumentar contra estes energumenos vendidos. Não pensei viver de novo um golpe. É duro aguentar.

  23. Os argumentos de “jornalistas” da velha imprensa são, em parte, responsáveis pelo crescimento e fortalecimento da imbecilidade pátria. Como alguém pode receber para escrever tanta bobagem.

  24. “Sacrificando as remotas chances que teria de deixar a cadeia cedo ou
    de contar com alguma boa vontade no Tribunal Superior Eleitoral.”…. Ou seja, se ele cedesse não se candidatando, seria solto. É muito Fascismo!!!!!

  25. Felizmente é LULA já leito PRESIDENTE com o meu VOT eu não erro nunca. LULA 13 para a alegria de todos.

  26. .:. :: * * * * 04:13 * * * * .:. Ouvindo As Vozes do Bra??S??il e postando: Poesia contra a distopia (Distopia = Ideia ou descrição de um país ou de uma sociedade imaginários (!??!!!????) em que tudo está organizado de uma forma opressiva, assustadora ou totalitária, por oposição à utopia.)…

    A cantoria para o candidato de Lula

    Por Edson Nunes Oliveira,
    Em um comentário no Youtube da TV GGN

    Eu voto num cambito
    Num jegue, num passarinho
    Num burro, num porco espinho
    Numa cabra ou num cabrito
    Em alguém “fei” ou bonito
    Num rato, peba, ou preá
    Voto num lobo guará
    Quer Moro goste ou não goste
    Eu voto até num poste
    Se Luiz Inácio mandar

    Eu juro aqui de pé junto
    Que voto num caçuá
    Num balaio, num landuá
    Votaria num defunto
    Pra não sair do assunto
    Votaria num gambá
    Tubarão, tamanduá
    Num hiato ou num ditongo
    Eu voto num pernilongo
    Se Luiz Inácio mandar

    Não adianta revista
    Nem manchete de jornal
    Mercado, nem capital
    Nem banqueiro nem rentista,
    Que saiba antagonista
    Não adianta algemar
    Nem prender, nem difamar
    Nem colocá-lo em berlinda
    Voto boneco de Olinda
    Se Luiz Inácio mandar.?

    .:.
    ? ? ? ? ? ? ? ? ? ? ? ? ?
    * * * * * * * * * * * * *
    ? ? ? ? * * * *
    Por uma verdadeira e justa Ley de Medios Já pra antonti (anteontem. Eu muito avisei…) ! ! ! ! Lul(inh)a Paz e Amor (mas sem contemporizações indevidas, ou seja : SEM VASELINA) 2018 neles/as (que já PERDERAM,
    tomaram DE QUATRO nas 4 mais recentes eleições presidenciais no BraSil) ! ! ! ! !
    * * * * ? ? ? ?
    * * * * * * * * * * * * *
    ? ? ? ? ? ? ? ? ? ? ? ? ?
    ????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????
    :: ????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????
    ::

  27. É obvio que a “visão” expressa pela jornalista (??) decorre dos antolhos que lhe foram colocados ou pelos patrões ou pelos preconceitos e má-fé que dominam grande parte da imprensa brasileira.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.