O “juiz-papai” decreta a inocência do “Filho 01”

O senador Flávio Bolsonaro acaba de ser absolvido de todas as suspeitas de movimentações financeiras fraudulentas.

O julgamento se deu no “STJ”, o Superior Tribunal do Jair, no qual se decidiu que como Fabrício Queiroz, por escrito e através de advogado, “eximiu meu filho de culpa” tudo, para o presidente “está resolvido“, embora não haja decisão definitiva do Supremo Tribunal Federal sobre investigações realizadas com base em relatórios do Coaf, até agora apenas suspensas.

—Eu não sei do Queiroz, cara. Eu não sei do Queiroz. Não existe telefonema para ele, nada. Não sei onde ele está. Parece que a Veja descobriu, como se estivesse foragido. E, pelo que eu sei, ele já prestou depoimento por escrito. E, pelo que eu fiquei sabendo também, exime o meu filho de culpa. Ele responde pelos atos dele.

Não obstante, Jair Bolsonaro dá um “testemunho de caráter” sobre Queiroz:

— Eu conheço o Queiroz desde 1984. Ele era um soldado da brigada de paraquedista. Entrou na Polícia Militar, veio trabalhar na minha família. É um cara sem problema, nota dez. Teve esse problema. Quem responde por ele é ele, não sou eu.

E quem é que vai discutir com Sua Excelência?

O Ministério Público “morreu”. A PF está “enquadrada”. E vem aí o “Indulto da Milícia” e quem sabe o Filho o1 possa contratar diretamente o major PM condenado por chefiar o “Escritório do Crime”, em lugar de maquiar isso contratando “apenas” sua família?

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

9 respostas

  1. É bem compreensível Jair assumir a responsabilidade , há época que entroduziu Queiroz na ” família ” , seu filho mais velho era adolescente . Toda a prática foi aprendida com o pai , além do que todos eram beneficiados , sabiam eles que se todos chegassem a postos legislativos ( vereador , deputado estadual , deputado federal e senador) poderiam utilizar os mesmos métodos . Jair Bolsonaro , neste caso em específico está sendo honesto em assumir a responsabilidade , só que agora a questão é com a justiça , que dificilmente será feita , por pura covardia e medo da própria justiça .

  2. Mesmo pq esse pessoal ai do stf gosta de viajar de aviao
    Nao vao se arriscar contrariando o chefe deles e o pessoal da milicia fardada

  3. Estamos em plena República Dominicana do ditador Trujillo de 1930 a 1961,quando roubou ,saqueou, matou, nomeou toda a sua família e fez do filho 01 Ramfis, um general aos 17 anos e depois seu sucessor, e um detalhe, detestava comunistas.
    Tudo igualzinho ao Cocô presidente do pobre brasil de hoje.

  4. Os crimes da família Bolsonaro têm um aliado neutralizador de seu efeito condenatório. O desgoverno do Bozo, apesar de rude e eivado de erros, tem servido aos interesses do Capital. Assim, os aportes financeiros à mídia e ao financiamento de mecanismos robóticos que invadem as redes sociais lotando-a de apoios falsos permanecem como estratégias e armas da guerra suja. Enquanto o Bozo servir a quem deseja destruir os direitos dos trabalhadores, sempre terá esse apoio imoral e antidemocrático.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *