O mal, em nome de Deus ou do marketing?

“Deus, acima de tudo!”, grita o primitivo capitão que nos mandará – dizer nos governará já é uma temeridade.

Não sou teólogo, mas gostaria de saber que noção de Deus podem ter pessoas que, como ele, querem abolir o indulto, o ato de graça e piedade que, na lei brasileira, existe desde que somos um país, porque a Constituição brasileira já o previa, por iniciativa do Imperador, desde 1824.

Nunca deixou de existir, nem nos tempos mais ferozes da ditadura militar. Ernesto Geisel, em 1975, assinou o decreto nº 76.550, ‘considerando o apelo feito por Sua Santidade [o Papa Paulo VI] a todos os governantes no sentido de que as celebrações do ano Santo sejam marcadas por atos de clemência; e (…) que é a tradição brasileira a concessão de indulto, por Ocasião de Natal, aos condenados que tenham revelado disposição e condições para reintegrar-se no convívio social”.

Brasileira e mundial, que vem desde que Pilatos soltou Barrabás.

Pois Jair Bolsonaro, com seu “Deus acima da tudo” anuncia que, se o STF confirmar o indulto hoje, este será “o último”.

Temos 716 mil encarcerados no Brasil e outros milhares de procurados ou condenados que não tem mais onde entrar em cadeias megahiperlotadas.

Não é possível que não tenhamos 10 ou 20 mil que perigo algum ofereçam à sociedade. Quantos resistiram a dificuldades e provocações à espera de que o bom comportamento lhes desse a chance nos indultos natalinos.

Mas Bolsonaro, o “homem de Deus”, apressa-se em fazer o marketing do xerife impiedoso dizendo que ninguém merece o perdão.

Marketing, porque os decretos de indulto anteriores permanecem vigindo e nada impede que quem lhe alcance as condições o requeira à Justiça.

No julgamento de hoje, o STF tem a chance de decidir se será sócio desta crueldade.

 

 

 

 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

16 respostas

  1. esse traste tbm não merece perdão
    nem ele, nem seus filhos, nem seus apoiadores e eleitores

    1. E os “garotos” nem começaram ainda a fazer as coisas que esses filhotes do mal costumam fazer, quando protegidos por papai e a turma agarrada aos genitais de papai. Logo, o pessoal que elegeu esses alucinados, votando ou se omitindo, e, infelizmente, o resto do povo brasileiro vai se lembrar de outros “garotos”, os de Saddam Hussein.

    2. É a nova família Cozzolino, só que em nível federal. Para quem não conhece, os Cozzolinos mandam e desmandam no município carioca de Magé há tempos, sendo que muitos membros dessa família estão na política (e nas mutretas também). É só dar uma pesquisada no Google, chega a sair cheiro de bosta pelo monitor.

  2. Somos a terceira maior população carcerária, sendo que mais de 40% estão em prisão provisória, esperando julgamento da justicinha (que liberou o Pulhoci para prisão domiciliar). Será que nenhum miserável destes merece um indulto?
    Um futuro presidente que se diz cristão, mas que não permite um indulto no dia do nascimento Daquele que diz que segue? Na linguagem e cultura cristã, este Bolsonaro é um anjo caído, um ungido pelo Demônio. Prefiro a tal da “cultura marxista”, pois me sinto mais justa e feliz.

  3. A mim, esse presidente jamais governará.
    Tampouco, mandará.
    Prefiro morrer sob tortura…

    1. E o STF, infelizmente, já se decidiu.
      Ainda que se dispusesse a mudar de ideia agora, é tarde demais. Inês é morta.

  4. Sem uma constituinte para corrigir os estupros à lei protagonizados pelo STF, o Brasil jamais voltará a ser uma democracia. Infelizmente Dilma amarelou e Haddad fez IGUAL durante a campanha: enfiou o galho dentro.

  5. Tenho certeza que não é o Deus de Jesus Cristo. O deus que ele acredita eu também gostaria de conhece-lo.

  6. Anistia, Graça e indulto estão previstos na constituição de 1988. Na minha opinião são cláusulas pétreas. O Bozo vai rasgar a constituição com apoio dos militares e Dr. Moro.

    1. Esses canalhas já rasgaram a Constituição faz tempo.
      Rasgaram, pisotearam, escarraram e, agora, seguem sapateando sobre oa farrapos.
      De covardes a traidores, essas são as pessoas que “comandarão” o País peloa próximos quatro anos!

  7. Vejo as coisas pelo lado bom.

    Se der m…vou dizer que “é castigo de Deus” porque Boçal Nato prevaricou, e vou sugerir que os eleitores dele façam uma indulgência, através de auto-flagelo usando artigos comprados em sex shops no tamanho “full size”. É capaz deles acreditarem e fazerem mesmo isso.

    1. Eu já penso o contrário. Falar em Deus num Estado laico é coisa de ignorantes. Vai ter Jihad aqui também?

  8. As aberrações vomitadas por este IMBECIL,só mostram o nível de alienação de seus eleitores.
    Em sua grande maioria são praticantes de alguma religião ,basicamente a cristã ,alguns radicais como os evangélicos outros menos como os católicos.Curiosamente TODOS idolatram alguém que foi TORTURADO E MORTO por pensar diferente ao regime de turno.
    Não há dúvida ,se ele voltasse hoje,como eles acreditam piamente que voltará,O TORTURARIAM E MATARIAM POR “COMUNISTA”.
    DEMENTES.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.