O “Pitfilho” e a carga de cavalaria

Precioso o levantamento de O Globo sobre a natureza dos 500 “tuítes” disparados – o termo é perfeito – por Carlos Bolsonaro nos últimos dois meses.

O resultado é o indiscutível retrato da máquina de agressões que é o clã Bolsonaro: 73% deles são de ataques a pessoas e instituições.

Dão razão aparente ao fato de o  “pitbull’ estar sendo apontado como personagem principal de uma confusão na qual é mero coajuvante: o conflito entre Jair Bolsonaro e Gustavo Bebianno.

Aparente, apenas, porém.

Por mais que seja conveniente à preservação da imagem do presidente, os fatos concretos mostram que Bebianno tem toda a razão ao dizer que “o problema não é o Carlos, é o Jair’.

Carlos é, portanto, “culpado” de ser o filho mais próximo do ex-capitão, como o demonstram a pemanência diuturna no hospital e já denotava a “garupa” no Rolls-Royce da posse. Sintomaticamente, com uma pistola Glock à cinta.

Sua agressividade é apenas reflexa à beligerância paterna e, neste momento, com mais liberdade para se manifestar.

 

 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

19 respostas

  1. cambada de gente mais cretina

    um índio foi assaltado, torturado e quase morreu
    seus agressores disseram a ele que agora o presidentO deu permissão para matar índio
    é isso que esses dementes são – matadores perversos

    1. Não sei se vc frequente ambientes ruins tipo Terra, UOL, etc. Numa matéria sobre o rapaz morto pelo vigia do SM no Terra, um cidadão comentava: “Acabou essa história de direitos humanos, petistas”

      1. não frequento esses sites
        mas leo comentparios desses trastes no Twitter
        é de lascar
        outro dia um desses dementes defendendo tortura em postagem minha no Twitter
        outro argumentando que era melhor matar o rapaz (do Extra) do que ver pai de familia sendo morto por ele

        enfim – a fauna é vasta e com esse ar tacanho medieval

      2. é por aí. agora esse povo racista se acha no direito de falar essas barbaridades, como se fosse correto e natural. quem não pensar feito um demente deve morrer. como o caso do motorista de taxi assassinado ontem, pq o cara não deu espaço para ele manobrar e o assassino achou ruim e foi reclamar. falou o que quis e ouviu o que não queria, pegou a arma e executou

    2. Steve Bannon é agora o maior guru do desgoverno brasileiro. E ele diz que “o populismo é o futuro da política”. Da política dele, claro. A elite capitalista é pródiga em tentar mudar de cara para inventar moda e assim não perecer, sempre apresentando o velho como sendo o novíssimo. De fato, não há como eles lutarem contra o racionalismo socialista, que ameaça ganhar em muito breve todas as eleições do mundo inteiro. Um populismo descarado e animalesco, um populismo gigante e sem limites, será a última arma apresentada pela nata do capitalismo para tentar impedir que o café com leite seja misturado. .

      1. que assim seja

        um dia ainda vou conseguir entender trabalhador elegendo esses trastes

    3. O Estadista de Davos é o que muitos já sabiam, um psicopata. Como bom psicopata criou filhos moralmente deformados e, pelo menos dois, de uma fidelidade canina que me faz imaginar o que passaram para se tornarem o que são hoje. O psicopata, muitas vezes, se utiliza da devoção de alguém ou de um grupo, a fim de que façam por ele aquilo que ele deseja, mas, não quer se expor.

  2. Para os fãs do pai, o fato de que o filho é um reflexo só aumenta a admiração. Estão “mitando” juntos. Cavalgando valentemente contra tudo que está aí. Nenhum argumento será suficiente. Antes o jornal falava a verdade, agora só mente. Todos comunistas! Todos inimigos!

    A sobrevivência do time no poder virou sua principal causa, já não é necessário fazer nada de bom pelo pais.

    1. Só é fã de Bolsonaro e filhos os que são da mesma laia que eles.
      Não são muitos. Eles foram eleitos por conta da lavagem cerebral feita contra o PT e contra a esquerda, que faz muita gente ignorante e/ou preconceituosa pensar que o PT e seus políticos é que são como esse governo e essa gente.

      1. Se não são muitos os fãs, pelo menos fazem o barulho que os analfabetos políticos de cérebro lavado não fazem. Há um consenso do que está errado se fazer na política, que é basicamente sobre “roubar”. Enquanto massa eleitora, não sairemos dessa discussão tão cedo.

  3. Se um é reflexo do outro ou se os filhos são usados como instrumentos, nada disso faz muita diferença para o Brasil. O fato é que a fraude eleitoral perpetrada em 2018, com o aval da Justiça e a parceria barulhenta da mídia, levou ao poder uma turba assustadora. São todos iguais, pai, filhos e milicianos mais próximos. Indistinguíveis uns dos outros na estupidez, brutalidade, ignorância, ganância e soberba.

  4. O povo escolheu errado.
    Era muito melhor o purgatório com o PT, do que o inferno com a extrema direita fascista.
    Esse governo, além de mais corrupto, é incompetente, aliado do crime organizado, estimulador da violência social, antinacionalista e defensor das elites mundiais.

    1. Além disso, como em toda quadrilha, na hora de perpetrar o crime se unem, se entendem e são leais uns aos outros. Já na hora de dividir o butim, cada um quer levar mais vantagem que o outro, se agridem, um passa por cima do outro e salve-se quem puder.
      Se todas as falcatruas vierem à tona, vamos ver também pai contra filhos e irmãos contra irmãos, cada um defendendo a si próprio.

  5. “Nunca vi o Brasil descer tão baixo” (Miguel Sousa Tavares – jornalista português, em 19/04/2016)
    Gostaria de saber o que este português está pensando agora.

  6. Kkkk Carlos Bolsonaro conhece essa corja muito bem, foi eleito vereador quando tinha apenas 17 anos…. Ele sabe bem como funciona essa esquerda nojenta. Chora que é só o que lhes resta.

  7. É muito blá-blá-blá; mas ações verdadeiramente eficientes para conter essa putaria desenfreada de que estamos sendo vítimas eu não vejo nenhuma.
    Eles, meia dúzia de políticos corruptos e ordinários, juntos a outra meia dúzia e de funcionários públicos de nosso judiciário, todos regiamente remunerados às nossas custa, com o Supremo e tudo, estão nos martirizando e gozando com as nossas caras!
    Isto aqui é mesmo uma republiqueta de bananas!
    Mas, como a sabedoria popular diz que “não há mal que sempre dure”, aguardemos o desenrolar dos acontecimentos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.