Os mascates do Brasil

refdiesel

Nicola Pamplona, na Folha, mostra o que a Associação do Engenheiros da Petrobras e os sindicados dos petroleiros já vinham denunciando: a Petrobras, sob a gestão de Pedro Parente, ampliou as exportações de petróleo bruto e aumentou as importações de diesel (e de gasolina) já refinados.

A produção nacional de óleo diesel atingiu no primeiro trimestre de 2018 o pior nível para o mesmo período desde 2003.(…)

Com a política de preço de reajustes diários atreladas à variação do câmbio e do preço do petróleo, adotada pelo ex-presidente da Petrobras, Pedro Parente, era mais vantajoso para a estatal importar o produto, daí a redução da produção nacional e o aumento da importação.

Tão “vantajoso” que quase um terço da capacidade das refinarias da empresa está sendo mantido ocioso, sem produzir.

Não é preciso ser nenhum gênio financeiro que essa “vantagem” cai espetacularmente com a alta do dólar, porque boa parte dos custos de refino, aqui, são em reais.

Pamplona relata que “o país produziu 9 bilhões de litros de diesel no primeiro trimestre, volume 9,2% inferior ao verificado no mesmo período de 2017 e 25% menor do que o recorde atingido em 2013”. Com isso, as importações são as maiores do século e custaram ao Brasil US$ 1,8 bilhão nos primeiros três meses do ano.

Os números retratam a míope ideologia do dinheiro contábil, que foca nos centavos que se pode ganhar na “oportunidade” de taxas de câmbio e eventual ociosidade de parques fabris externos, em lugar de cuidar da aformação dos nossos recursos próprios.

É a mesma – lembram-se?- que dizia ser uma “burrice” fazer aqui plataformas e navios, já que se os podia encomendar por algumas dezenas de milhões a menos na Coreia ou na China.

A mesma que fez toda a pressão que pôde contra a Refinaria Abreu e Lima, planejada justamente para ter o diesel como um dos seus mais fortes produtos.

Por mais que os “moderninhos” do capitalismo financeiro queira que a qualidade da economia de um país seja medida como num livro-caixa, é obvio que país – exceto os microscópicos, que podem viver da intermediação financeira como paraísos ou “semiparaísos” fiscais não se desenvolvem sem industrialização.

Era assim há um século e – olhem a própria China ou Coreia- é assim ainda hoje.

Eles não “saneiam” empresas, eles jogam o país no esgoto.

São os mascates do Brasil.

 

 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

20 respostas

  1. E você paga os altos dividendos dos grandes acionistas estrangeiros, notadamente americanos do norte, na bomba de combustíveis. #GolpistasLesasPatria

  2. Os trouxinhas se pautam por memes de Whatsapp e Facebook. Às vezes cansa tentar explicar qualquer coisa pra esses ignorantes.

      1. Os caras não se dão ao trabalho de ler nem o articulista da direita, pra ter no mínimo uma opinião reaça que seja. Aí fica dando pitaco baseado em fake news. É de lascar.

        1. kkkkk
          é por que eles tem dificuldade pra ler
          por isso o meme ajuda que é uma beleza – tá desenhado

        2. Sou paulista da classe média, mas não sou cego, o que tem de vagabundo, que mamou e ainda mamam das benesses da Ditadura, mesmo em nossas “famílias”, encontramos vagabundos(as) que vivem de auxílio milico, as herdeiras mamam para o resto de suas vidas, é só não se casarem de papel passado, e querem é mais,…VAGABUNDOS !

          1. Pois é. Tava reparando na quantidade de caminhoneiros de SC e RS, com patrocínio pra ir à Brasília protestar. Já os do Nordeste estão bem menos presentes. Mais uma vez, uma questão demográfica ligada ao fascismo. “Farinha pouca, meu pirão primeiro” é a filosofia desses empresários do sul do País. A eles, pouco importa se o desconto será apenas no diesel e se sairá da saúde e da educação.

    1. E pior, é que esses paneleiros ignorantes, são arrogantes, pois a arrogância é uma qualidade nata da ignorância. LULA NELES !

  3. Pois é, nosso “capitalismo” voltou ao século passado: exportamos petróleo bruto a preços baixos e, depois, importamos derivados PRODUZIDOS COM NOSSO PRÓPRIO PETRÓLEO a preços bem altos. E isso tendo a capacidade de produzir aqui mesmo.
    Parabéns à rede bobo, conseguiu fazer do brasileiro o povo mais otário do mundo.

  4. Acho que não tem nada a ver com os 20 centavos de economia no livro caixa. Acho que tem a ver com o cerco a Venezuela, devido as medidas de bloqueio econômico a Caracas, a produção que ia para a Venezuela agora vem para o Brasil. Acho que os americanos estão tendo um retorno bem grande pelo investimento no golpe.

  5. Enquanto os tais “investidores” forem ouvidos na tomada de decisão sobre o patrimônio nacional, a nação está lascada.

  6. Historicamente, muito importamos dos Estados Unidos: automóveis, computadores, filmes, série de TV e uma infinidade de outros itens.
    Mas, desta vez, inovamos. Estamos importando dos Estados Unidos o petróleo que produzimos AQUI!

  7. Este nosso país tão grande e amado precisa urgentemente expurgar essa corja de políticos desonestos chefiados pelo abominável FHC e pelo Temeroso cacique do PMDB; assim também como os corruptos ministros, juízes e demais danosos agentes de nosso impatriótico judiciário.
    O atraso que essa gentalha tem nos proporcionado é autêntico “CRIME DE LESA PÁTRIA” e como tal deve ser tratado!
    Cadeia neles; sem dó nem piedade! Cadeia, pois está mais que provado: são eles os maiores inimigos do nosso querido Brasil e do pobre povo que paga seus milionários salários e está sujeito às consequências de seus iníquos, maléficos e insuportáveis malfeitos!

  8. Mascate não, os tucanos são estelionatários pois entregam a preço de banana um patrimônio que não lhes pertence e que custou muito a nossa população.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.