Pacto de sangue? Menos teatro, Palocci

pacto

Não creio que cometeria nenhum erro factual quem descrevesse assim o depoimento de Antonio Palocci a Sérgio Moro:

Depois de um ano preso por Sérgio Moro e de ter feito vários depoimentos em que negava as versões de que teria havido um acerto financeiro entre ele ou Lula e a Odebrecht, o ex-ministro Antonio Palocci mudou sua versão e disse que Emílio Odebrecht e Lula teriam feito um “pacto de sangue” para que a empreiteira disponibilizasse R$ 300 milhões ao ex-presidente. Emílio Odebrecht, tanto no acordo de delação premiada firmado pelos executivos da empresa com a PGR quanto no acordo de leniência da Odebrecht, havia negado que tivessem ocorrido acertos financeiros entre ele e Lula, contrariando a versão de seu filho, Marcelo, que ontem apresentou narrativa semelhante à de Palocci, sem os tais R$ 300 milhões. O ex-ministro da Fazenda nega ter negociado ajuda a Lula ou ao PT e disse que foi só  “mandado apanhar o dinheiro”.

É o resumo da ópera, porque, até agora, não apareceu – nem mesmo com Palocci – qualquer documento que sustente a história. O que há, de fato, é um acordo de delação de Palocci para conseguir a redução ou anulação de penas que Moro lhe aplicou por crimes que jamais foram admitidos por ele.

O nome correto do que está acontecendo não é delação, é capitulação. Algo que um lado, percebendo que não pode resistir às forças adversárias, desiste, deixa de se defender e se entrega.

Para que isso seja usado como instrumento de convencimento e marketing, porém não pode ser apresentado como uma derrota. Ele sabia que teria de ser convincente, porque seu acordo de delação depende dos promotores e de Moro, não está assinado.

Palocci está na posição de pedinte e é por isso que se viu o desempenho de um papel. Não havia emoção, não havia o constrangimento de quem confessa uma verdade envergonhante, havia expressões e “confissões” sobre fatos que nem sequer haviam sido mencionados e incursões, até, sobre a vida doméstica de Lula, como quando diz que o ex-presidente pediu sua ajuda para “convencer” a falecida Marisa Letícia a “desistir” do suposto prédio do Instituto Lula.

Fez o seu teatro, à procura de acertos nas coxias. Óbvios e, até certo ponto, compreensíveis e humanos. Embora nem tão perdoáveis para quem, com os que agora acusa, amealhou poder e oportunidades.

Nada, porém, foi mais ridículo do que o “pacto de sangue”, expressão que levou anotada para produzir as manchetes. Pacto de sangue? Quem ia suicidar-se em solidariedade ao  outro? Ele, vê-se, não era, muito menos é crível que Emílio Odebrecht o fosse.

O pacto de sangue mais provável nesta história toda é que o velho Emílio desdiga o que disse sob juramento e remende suas declarações, para que fiquem de acordo com as do filho e, agora, as de Palocci.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

53 respostas

  1. O lançamento é sempre grandioso. Os problemas começam quando buscamos as provas. Onde está o rastro do dinheiro? quem recebeu? como foi transferido? como foi gasto? Moro garante que na sua vara isso não é importante, pois não vem ao caso, mas a história contará que um juizeco de província um dia fez uma grande nação de palhaça. Fez o que quis e ninguém o desdisse. A vergonha e a injustiça pintam e bordam no Brasil de hoje.

  2. Um cara desses poderá um dia andar com a cabeça erguida pelas ruas ? Poderá colocar a cabeça no travesseiro e dormir ?

    1. Se, de um lado, é muito difícil julgar quem provavelmente tá sofrendo horrores nas masmorras do Torquemada de Curitiba, por outro, é certo que Palocci está se havendo de uma maneira totalmente indigna perante o Lula e a Dilma.

      Já não bastasse isso, ainda por cima procura agradar logo quem? Seus torturadores desde sempre, implacáveis, que o perseguiram por cada medida tomada, por cada centavo ganho pessoalmente (ainda que alguns realmente a explicar melhor).

      A Gata Borralheira agora torna-se, e até que perca a utilidade, a Cinderela da delação sob o patrocínio e a favor do PIG e da direita golpistas.

      Triste destino para um médico sanitarista o de capitular e curvar-se à pior sujeira.

  3. E o que é pior: pacto de gangue pra acusar falsamente o Lula com esse teatro todo, power-ponteiro-janot-moro-dallagnolesco, às custas do dinheiro público!

  4. Dilma disse que nao queria acabar com a Globo, apenas equilibrar o espectro de radio e televisao. Eu discordo da Rainha Dilma. A Globo tem que ser fechada e os seus predio(de todas as repetidoras pelo pais tambem) demolidos(incendiados).

  5. Dilma e Lula travam uma luta de sangue com o Tio Sangue. O Brasil escancarou seu sórdido regime Casa Grande e Senzala para o mundo. Não está ficando pedra sobre pedra; os paneleiros quietinhos batendo as panelas na cabeça; os rituais da mídia-morinho-stf-mp-pf dando o tom monótono, embotando mentes para confundir, dividir e melhor controlar. A novela do Brasil bandido alimenta o sistema ultraneoliberal galopante e a Platinada e Cia seguem estabelecendo as pautas. Quem é o bandido mais bandido ? Uma coca-cola gelada para o vencedor !

      1. Ainda melhor que coca (êpa!) mas nosso guaraná, parece-me, naturalizou-se belga. Ambev, creio.

    1. D. Lenita O BR estava há 500 anos na escravidão quando apareceu o Lula, deu condição de vida aos menos amparados tentou NIVELAR as classes sociais só que NÃO SE GOVERNA só ( SERIA TIRANIA) e Lula dependia de pessoas para tal e as pessoas mudam quando estão no PODER ou mudam pela tortura ( a psicológica é o pior tipo). O BR estava incomodando e POTENCIA atropela quem ficar na sua frente, vide Hitler que era bajulado por seus tiranos. Quando houve a invasão USA/URSS eles só ficaram com os inteligentes ( físicos, professores, quimicos, etc) O comando foi a forca em Nuremberg o mesmo ocorreu na história antiga ( levaram cativos os sábios para Babilonia). Ninguem gosta de bajuladores do poder. Classe escrota.

  6. Pacto de sangue, Palocci? Que coisa mais medieval….. Ridícula essa encenação…. pior é que tem coxinhas zumbis que estão acreditando nessa história do Palocci.

  7. A LAVA JATO NAO SO DESTRUI A ECONOMIA DO PAIS MAS TAMBEM O CARATER DOS HOMENS.UM RECADO AOS QUE ESTAO ACHANDO OTIMO TUDO ISSO TALVEZ NAO SOBRE PAIS PRA VOCES CHAMAREM DE SEUS.

  8. Na verdade, o “Pacto de Sangue” é entre Palocci e Moro: “Ou você me ajuda a derramar o sangue de Lula ou eu derramo o seu!”
    Simples e convincente!
    Que o diga Palocci!

  9. PALOCCI E A ‘GUANTÁNAMO DA PROVÍNCIA AGRÍCOLA DO PARANÁ’ do juizeco de piso IMUNDO protofascista ‘mor(T)o’!

    Com relação ao que verdadeiramente sabe, ou seja, os crimes fiscais da Globo, o Palocci teve amnésia!
    “Amnésia” ou deu xabu?
    Ah esta fascistinhas imbecilóides e pré-medievais da PORCA-tarefa da ‘Farsa a Jato’ do ‘miniSTÉRIO’ PRIVADA nazigolpista &$ lesa-pátria!

  10. … Ou seja, para se livrar das torturas infligidas pelo bando do ‘mor(T)o’ o Palocci aceitaria até virar transgênico e assinar por Antônia!
    Ô!
    Cada torturado covardemente é que sabe onde o lombo dói mais!

    ***

    BOMBA!
    Por que ninguém quer a delação do Palocci contra a Globo
    https://www.youtube.com/watch?v=0Yr68C2adK4&t=35s

  11. Stédile chama Moro de “merdinha” e “bundão”

    Postado em 7 de setembro de 2017 às 6:41 am

    O líder do Movimento dos Trabalhadores Sem-Terra (MST), João Pedro Stédile, chamou juiz da 13ª vara de Curitiba, Sérgio Moro, de “merdinha” e “bundão”. A ofensa foi feita na noite desta terça-feira, 5, durante discurso em São Luís (MA), no ato de encerramento da caravana do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva pelo Nordeste.
    Stédile xingou o juiz quando falava do novo depoimento que Lula terá prestar a Moro na próxima quarta-feira, 13, no âmbito da ação penal que investiga se o petista recebeu propinas da construtora Odebrecht.
    “Agora, no dia 13 de setembro, quando aquele merdinha do juiz de Curitiba…”, disse Stédile, sendo aplaudido em seguida. “Não é merdinha, é bundão, do Moro, que não tem moral nenhuma para criminalizar o Lula. Nós dos movimentos populares estaremos em Curitiba para dizer não mexa com Lula que mexe nós.”
    Lula cumprimentava algumas pessoas no palanque quando Stédile deu a declaração. Além do ex-presidente, estavam presentes no palanque o governador do Maranhão, Flávio Dino (PC do B), o senador Humberto Costas (PT-PE) e o deputado Waldir Maranhão (PT do B-MA) e políticos locais.
    (…)

    FONTE [LÍMPIDA!]: http://www.diariodocentrodomundo.com.br/essencial/stedile-chama-moro-de-merdinha-e-bundao/

    1. E aí Bessias, você não vão invadir Curitiba de novo?
      Manda o valentão Stédile para lá, falar isso ao vivo para o Moro.

      1. Ernesto, gostaria de não lhe responder, porém a urbanidade força-me a isto. E se ele falar. Acontece o que? Não confiem muito nos soldados das forças armadas oriundos das classes pobres.Releia como se deu a reassunção de Napoleão perante seus exércitos. As narrativas históricas às vezes, surpreendem em muito, os atuais leitores.

  12. Esta é a honrada esquerda que enfrentou os porões da ditadura??? Se apertar entregam até onde está escondido o futebol do Miguel Borja, faça me um favor, bando de borra botas, se isto ai é a esquerda resistente…………………….foi mal, ela nunca existiu.
    Palocci será mais um dos ex ídolos, como tantos outros (Marina, Cristovam Buarque, Marta Suplicy, Chico Alencar e tantos outros). Tá ficando reduzido o grupo de “guerreiro, herói do povo brasileiro”.
    Mas……….é tudo mentira e Lula é a alma mais honesta do Brasil, é este o discurso ensaiado em Narnia e sempre será repetido por todos aqui, absolutamente independentemente do que venha a ocorrer.

    1. E não tendo mais como defender o indefensável,
      já se foge direto do conteúdo e do contexto para buscar uma falha na forma.
      E basta a opinião pessoal sobre uma única palavra.
      “Viram? ele falou ‘sangue’, vejam que teatral, é tudo um teatro, uma ficção”.
      Pronto, os robôs estão reprogramados: amigo vira inimigo, etc.

  13. … Ou seja, o Palocci é mais uma vítima do modus operandi criminoso e pré-medieval da ‘Guantánamo da Província Agrícola do Paraná” infestada de arrivistas fura-teto!
    Ademais, nem todo mundo nasceu José Dirceu… Ou José Genoino Neto… Ou João Vaccari Neto… Ou Brizola…

  14. É difícil ter memória e não se deixar trair por ela. As declarações de Palocci são vergonhosas, deve-se tirar as crianças da sala porque é uma apologia da desonra e da iniquidade. No entanto, lembro-me dos primeiros anos do primeiro mandato do Lula por ocasião daquela coisa que ganhou o nome de mensalão. Lula defenestrou sem dó nem piedade Palocci, Zé Dirceu (em quem votei e foi o deputado mais bem votado), João Paulo Cunha e o Genuíno, só para ficar nos principais. Bastaram denúncias da imprensa. Sim, da globo e os outros jornalecos a ponto de toda semana se ler e ouvir comentários sobre quem perderia o mandato de acordo com os humores da imprensa. Ele desonrou a base de seu governo, políticos a quem ele devia tudo, a quem ele devia a presidência da república. Lula traiu vergonhosamente os seus companheiros sobre quem, até hoje, não há provas de desmandos ou corrupção que justifique dispensar assim, tão na corridinha, a sua melhor equipe. Começou aí, da forma mais explícita e transparente, a descida da ladeira da transigência interesseira e da cumplicidade do lulopetismo com o que há de pior na política brasileira. Dirceu tem tido uma atitude honrada e fiel e nem pensou em delação premiada ou outro revide e foi justamente ele, muito maior do que Lula, o mais abandonado e ignorado por Lula e o pt. Lembro-me também que Palocci e Dirceu, na época, eram os cotados para substituir Lula! Sabem como é, não? Por mais exagerada e oportunista que sejam as denúncias do Palocci, aqui se faz aqui se paga.

    1. Verdade ? Tem uma entrevista do Dirceu de 2013 na qual ele defende Lula e o PT. Por que então ele nunca acusou Lula de nada se foi traído e abandonado como vc diz ? Se for verdade vc tem razão que o Lula errou mas será que não foi a platinada que inventou as palavras do Lula assim como sempre fez sobre à relação entre Dilma/Lula ? Sempre inventaram mentiras e futricas. Homero, só estou perguntando porque é sério o que vc diz.

  15. As capas de jornais e revistas, em letras garrafais, que farão menção ao tal “pacto de sangue” dos 300 milhões, logo logo se transformarão em notas de rodapé, em letras de bula de medicamentos, dizendo que “não foram encontradas provas ee a denúncia foi arquivada”. Essa é a sina da imprensa golpista.

  16. De Palocci para o DEMoTucano protofascista ‘mor(T)o’:
    “Lula e Marcelinho iriam criar a OdebrecPT!”

  17. “Coisa vai ser” quando o advogado (e doleiro) “Rodrigo Tac(l)a Dura(n) no CUnha do ‘mor(T)o'” ejacular (sic) o verbo da delação surubal!

  18. Pacto de sangue era coisa que se via nos filmes de faroeste americano quando os índios faziam acordos entre sí para lutarem contra a cavalaria dos Estados Unidos.Talvez os canibais de curitiba estejam ressuscitando essa prática forense para inserir no código penal da Suprema Vara de Exceção Guantánamo.

  19. Daqui a 15 ou 20
    anos quando as potencias euro asiaticas dominarem 3/4 ou 4/5 do PIB do planeta, e tiverem mudado as regras do jogo, a elite golpista brasileira -pisoteando 60% de pobres e miseráveis – descobrirá que tomou o trem errado na Historia. A classe media notará que seu ‘mercado’ de atuação ou serviços desmilinguiu na poeira e quando viajar ao exterior será tratada como uma curiosidade exótico-antropológica.

    1. Já dominam, compraram o Empire State Buiding. O SAARA no RJ e O BRÁS em SP já é dominado ( fui ver pessoalmente mês passado). É o livre comercio da OFERTA e PROCURA que não é proibido.

  20. Esse tal instituto da delação premiada é surreal, aboliram as oitivas ou seja: o depoimento de testemunhas, sem prejuízo, conforme as oitivas usava- se um remédio bem próprio que é a expropriação. Enquanto isso o criminosos se beneficiam duplamente, porque por um lado reduz a pena e ainda de quebra ficam com parte do roubo ou até a sua totalidade .

  21. O Palochio continua o mesmo! O mesmo velhaco de sempre! Por elementos corruptos desse tipo é que o PT se desgastou junto a suas bases..

  22. Confissões de um frouxo.Jamais seria um líder,por mais conhecimento que acumulou,não tem coragem, demonstra fraqueza no primeiro aperto,homem com H minusculo não no sentido de macho,mas de caráter, é desprovido desse adjetivo, é bem capaz de acusar o próprio filho, para se safar de qualquer situação de aperto,é um desertou,soldado fraco,demonstra ter sido educado pela a avo,não percebo a figura paterna nas suas confissões delirantes,então por isso deve ser execrado por que serve como referencia para ninguém,porque choraste por medo e demonstra ser um fraco

  23. As provas, as contas, o rastro do dinheiro cadê?
    Falar qualquer um fala, e muda versões para ganhar a liberdade, ainda mais preso indefinidamente, e não há como negar que ficar preso é um tipo de tortura psicologica muito forte, só sai se falar o que querem para os criminosos juiz Moro, aquele que condena sem provas e documentos, e os procuradores. Procuradores não, torturadores.

  24. O golpe de 1964 muito se valeu do chamado “pau-de-arara”, no qual o desafeto do “glorioso” regime de chumbo, mãos amarradas à altura dos pés, era torturado até cantar as melodias que os torturadores queriam ouvir.
    Os golpistas de 2016, sempre e inapelavelmente de terno e gravada, haveriam mesmo de ser mais sofisticados.
    Criaram o “pau-de-arara” psicológico. Não há violência física, mas o acusado é mantido como pássaro na gaiola pelo tempo necessário e independemente de discussão quanto à duração ou legalidade do aprisionamento até que cante a música certa, no tom certo e com a harmonia que bem agrade aos “sensíveis” ouvidos dos neotorturadores!
    E, assim, cedo ou tarde têm conseguido que todos façam parte do mesmo coral, ou da mesma orquestra, sadicamente regida pelo Torturador-Mor de Curitiba.
    E que ninguém se surpeenda se começarem a surgir “franquias”!

  25. Um vergonha para a justiça brasileira; mais uma. O sujeito passa mais de 1 ano negando tudo o que queriam que ele dissesse e, de repente, muda de opinião e diz o que lhe mandaram ou sugeriram que dissesse. Assistam o Nome da Rosa novamente: o abade ante a fogueira começa a confessar tudo que lhe vem à mente para tentar se safar; mesmo assim morre queimado pelo inquisidor. O que acontecerá com Palloci (e os demais delatores que mudaram de opinião e deram a versão que queriam para tentar, mais uma vez, incriminar Lula) não se sabe mas é certo que no lixo da história ele já está e será queimado moralmente pelo desprezo de quem algum dia lhe teve respeito. A peça montada não se sustenta conforme disse um procurador, no entanto faz muito carnaval na mídia. Talvez tenham feito assim para complementar a outra pérola do mau direito que foi a denúncia do PGR requentada sobre temas que estão na pauta há, pelo menos, uns 3 anos e culminou no power point. Tudo isso com o único objetivo de tirar Lula da disputa e tentar alavancar a obra prima do cinema nacional: a lei é para todos – menos para os tucanos e golpistas. Pelo trailer já se viu que foi um dinheiro muito mal gasto. Quem financiou? Globo? Veja?

  26. Não vi em nenhum lugar, blog ou jornal, falarem da barrigada do jornalismo da globo que deu literalmente um furo no caso JBS. Erraram feio, e coincidentemente na semana que o, PGR, Paspalho Geral da República, admitiu um erro da lava jato e que houve denúncias contra a esposa do superjuiz, aparece a delação do palocci ao juiz Sergio Moro, não é muito estranho isso ?
    Se já erraram uma vez porque não podem errar 2 vezes.
    Acho muito precipitado se aceitar palavras, delacoes, de criminosos sem provas materiais. Não estou dizendo que o Lula não é ou é bandido, só acho que as provas da culpabilidade de alguém são imprescindíveis. Sine qua non.
    Se julgam esses figurões assim, baseado em palavra, como não julgaram o zé das couves que tiver cara a cara com o MP e o juiz e sem bons advogados pra se defender.
    Outra coisa que não entendo é pq delatores e indiciados precisam ler laudas sobre a mesa se estão falando a verdade. O cara não se lembra da verdade ?
    E se um juiz condenar um de nós sem provas apenas baseado na palavra de alguém que está louco para sair da cadeia.
    Já vi homem preso pq disseram que o carro dele era igual o carro do estuprador.
    E outra coisa: o Palocci não ia delatar os bancos tb, por que recuou ?
    Delação só deveria ser aceita com provas.
    Se o juiz não apresenta as provas como vou ter certeza absoluta que são verdadeiras as palavras do delator.

  27. Sabe o que eu acho que a delação do Palocci é inconstitucional visto que ele anunciou que pretendia trocar de advogados para fazer delação, segundo Rui Barbosa não se pode combater um exagero com um absurdo

  28. Coxinhas escrotos, que acreditam nessa armação toda: revejam os depoimentos do Mercelo e do Emilio Odebrecht. Tá lá, gravado, dito por eles: NUNCA CONVERSARAM COM O LULA. Aí vem o Pallocci dizer que intermediou um encontro com eles, mas não participou de nada. Que idiota, além de coxinhas, acredita nessa armação? Se vocês não tem memória, eu tenho.

  29. Ah como eu queria ser uma mosquinha pra saber quem preparou esta encenação palociana, ou melhor palhaciana, para incriminar o Gran Lula e livrar sua cara das masmorras de Curitiba. O cara vai lá duzentas vezes depor e nega em todas elas a participação do Gran Lula na falcatrua. Registre-se que a prisão do Palocci foi pre anunciada por aquele ministro careca que hoje ocupa cadeira do STF por gosto e vontade do Temer. Um belo dia pegá-se uma coletânea dos depoimentos do Emílio e do Marcelo Debrecha apresentam ao Palhocio e praticamente implorando: Vais dizer isso aí se quiseres liberdade. E o Palhocio aceita e tudo fica em paz na michordia de Ritiba. Daqui há pouco o meliante estará nas ruas e o Lula sabe se lá o que vai acontecer. Lamentável, deverasmente lamentável esta palhoçada toda.

  30. Essa palhaçada do mau burguês Palocci já tinha sido anunciada. Num primeiro depoimento, antes, ele declarou em juízo a vontade de, “em futuro”oportuno, falar dos bancos e dos meios de comunicação. Era a senha para que os citados se manifestassem, e o procurassem, como fizeram. Em pouco tempo mudou de advogado, para a tratativa da “delação”, sem provas, afiançada pelo fio de barba branca, ou vermelha de vergonha do tal “pacto”. Um fio da p.! Assim, o depoimento de Palocci, na antevéspera de feriado nacional e do lançamento de filmeco pornô Speed fuck-tucangem explícita- e às vésperas do depoimento de Lula em Curitiba (última atuação no processo do marido de Rosangela Apae Banestado Zucolato Moro), foi, como o de Janot, instigado pelo medo de perder a confiança dos homens de bens, e veio suplementar o roteiro da ação da Banca no Golpe. Eles, neoliberais, esquecem as lei de Newton. A inércia aparente não nega a força latente, indissipável. As forças populares reagem na mesma intensidade e sentido oposto, no momento em que se organizam. Abaixo o Golpe!

  31. Comentar o quê? Comentar o que Palocci disse: eu lí o texto da lei que me dá os benefícios se eu falar ; comentar que em outros depoimentos ele negou qualquer situação irregular mas aquele depoimento foi desconsiderado, mas agora que ele entrega LULA então vale; comentar que ele está preso a mais de um ano e não teve nenhum benefício mas depois desse depoimento vai receber tais benefício, comentar … ah, comentar pra quê? comentar o quê? Comentar que Carlos Arthur Nuzman ganhou muito dinheiro com as Olimpíadas no Rio 2016; comentar que o “homem gasta milh?es com viagens ao espaço enquanto milh?es de pessoa morrem de fome aqui na Terra; comentar que “agora” as crianças nascem num sexo mas depois de adultas é que vão decidir se serão “homem ou mulher”; comentar que tem tantos irmãos brigando entre se, e eu aqui sempre quis ter um irmão (Já não quero mais); Comentar, comentar…

  32. Antonio Palocci, bandido intelectual de colarinho branco e letrado, tenta se safar da prisão de Moro, entregando um companheiro sem provas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *