Para Guedes, bancos estão imunizados contra vírus. E basta isso?

Reproduzo, aí em baixo. o trecho de uma fala de hoje do ministro Paulo Guedes.

Nela, trai a sua concepção do que significa segurança contra a pandemia do coronavírus.

Os bancos e o sistema financeiro passarem incólumes ou com poucos danos por ela.

Admita-se que, mesmo sendo um dever humanitário, o Ministro da Economia se omita em falar da seriedade da questão sanitária, dos doentes e mortos que teremos aos milhares, por “não ser a sua área”.

Mas o senhr Paulo Guedestem a ver, e muito, com a capacidade do país suprir ou tentar suprir as necessidades do país para enfrentar isso, inclusive e não só na área médica.

Nesta, não se poe esperer para tomar providências “à medida em que as coisas forem acontecendo”.

Não é só de máscaras que a medicina precisa. Nem menos destes trajes parecidos com os de astronautas para o atendimento. Tudo isso é necessário, mas os meios de suporte respiratório, essenciais para os que não apenas testarem positivo, mas apresentarem sintomas, são insuficientes, custam caro e levam tempo até serem obtidos.

Mas o que é que Paulo Guedes vai fazer com as empresas que, ao contrário dos bancos, não estão lotadas de dinheiro e já operavam com demanda baixa?E os trabalhadores das aéreas, dos hotéis, dos bares e restaurantes, do setor da cultura, os informais (40% dostrabalhaores!) que serão atingidos pela crise?

Agora imagine o que a retração da demanda fará com microempresas, prestadores de serviço, gente que não tem reservas, não tem investimentos e poupanças para lançar mão, que está, como se diz no norte, trabalhando a mão para a boca?

Vai contar a eles que o sistema financeiro vai bem ou dar-lhes, como seu chefe, uma banana?

 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

17 respostas

  1. Guedes parece aqueles moleques de facebook que se acham economistas, agem como se soubessem de tudo, xingam quem discorda e, quando dão de cara com a realidade, berram “FEIQUI NÍUS!”
    A receita neolibelê falhou (para os não ricos) no mundo inteiro. Ele tem ciência perfeita disso e é exatamente por isso que insiste nesse câncer. Veremos se o Brasil vai sobreviver à esse desgoverno infernal.

    1. Guedes está no mesmo nível dos outros ministros de Bolsonaro, como a Damares e o ministro da educação de nome estranho. Bobo foi quem acreditou nele.

  2. Esse cara é medíocre demais. Sua visão dos efeitos da economia em um país/sociedade é por demais limitada. Ele achava que bastaria seguir com rigor todas as regras do neoliberalismo que automaticamente toda a sociedade se ajustaria e o Brasil se tornaria uma potência mundial. E que só ele sabia dessa fórmula mágica. O tamanho de sua soberba só é comparável ao tamanho da sua limitação intelectual.

    1. Não concordo totalmente, só cola incapacidade intectual. Mas ele sabe que suas medidas favorecem poucos e está se lixando pra isso. Não tem essa do Brasil crescer, economia melhorar, nada disso ele quer enriquecer mais e mais a elite canalha que apoia suas medidas.

    2. Não acredito que seja incompetência. Para mim parece puro mau caratismo mesmo, tudo feito deliberadamente para beneficiar o 0,1% às custas do sangue dos 99,9%.

    3. Tudo que ele sabe fazer é recitar, por puro oportunismo, mantra ideológico neoliberal; “Se promovermos as reformas, abriremos espaço para um ataque direto ao coronavírus”. https://economia.uol.com.br/noticias/redacao/2020/03/13/com-r-5-bilhoes-a-gente-aniquila-o-coronavirus-diz-paulo-guedes.htm

      As “reformas”. Os doentes devem aguardar as “reformas” transitarem Câmara, serem aprovadas no Senado, aguardar os vetos do Executivo, verem os vetos ser derrubados ou acatados e, depois de tudo isto, esperarem pelos seus resultados de médio e longo prazos. Se toda essa embromação não atender os contagiados, e resultar numa imensa mortandade, principalmente de idosos, os neoliberais vão comemorar uma redução drástica das “despesas” nos gastos da previdência e redução significativa do número de desempregados. No fundo, são essas “reduções” que eles querem e apostam.

      1. O “Inhonho” que sempre batalhou por estas “reformas” está começando a sentir na pele (na pele não, pois a suas mordomias e salários são infindáveis), mas estão sentindo que não tem saída para o povo brasileiro.
        Estado mínimo, VTNC filho da puta.

  3. Esse ? o pior ministro desse minist?rio fraco (exceto pelo ministro da saude). Teleguiado do sistema financeiro é apenas um contador de lorotas e n?o um economista , que nesse governo n?o há. Inimigo numero 1 do povo trabalhador.

  4. Eu já vi esta história. Na época do FHC ele injetou bilhões nos bancos através do PROER (será que pagaram?) Agora o Trump injetou um trilhão e quinhentos bilhões de dólares no sistema financeiro para evitar a quebra do sistema financeiro dos EUA. Mas, lá é fácil, é rodar a maquininha fabricando dia e noite até sair fumaça. Pelo visto aqui, também a coisa não é diferente (os Bancos a companhias aérea) estão penduradas e os banco não recebem. Vamos ver quem vai botar o guizo na gato.

  5. O foco dele é o sistema econômico financeiro. Se as pessoas morrerem aos milhares, não é de sua competência. E o discurso dele vai continuar o mesmo: esse governo trabalha somente para o livre mercado. E revoguem-se as disposições contrárias a esse desregulado mercado livre!!!!

  6. O FHC fez o PROER e injetou bilhões nos Bancos para conter a crise e olhem que não era Coronavírus, mas sim uma quebradeira geral. Agora estamos numa situação pior, além do Corona. temos a quebradeira das Bolsas. O Guedes já fala em injetar 30 B nos bancos, pois ninguém paga ninguém. Trinta bi e não tem tem cinco bi para injetar na saúde.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.