PF pressiona Moro. É a cobra que se criou

Manchete da Folha, hoje: Indefinição leva a risco de paralisia na PF, que cobra Moro.

Dado o estado das instituições públicas brasileiras, não causa espanto algo que deveria ser escandaloso do ponto de vista institucional.

Polícia não é partido político, nem delegado é deputado que age assim ou assado nas suas funções para cobrar governos.

Como não deveriam ser juízes, procuradores, fiscais da Receita, porque seu poder de repressão, dado pelo Estado, exige total afastamento de interesses pessoais ou corporativos.

A direita brasileira, porém, passou a utilizar o aparato repressivo estatal para servir às suas necessidades de retomada do poder e, assim, fez com que se tornassem partidos políticos.

Agora, cobram o seu quinhão, como “base” do Governo: seu autocontrole, o “direito” de uma autonomia que, de forma alguma, quer dizer isenção.

É isso que Moro não pode lhes entregar, porque Jair Bolsonaro sabe que irá voltar-se contra ele.

Está, portanto, entre duas cobras, encolhido como um rato.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

24 respostas

  1. Eu acho que a estratégia de Moro é sair do governo como: “aquele que tentou mudar o Brasil e não deixaram”. E daí partir para 2022.
    Como o povo brasileiro é esse monte de trouxas que conhecemos, creio que seja uma estratégia razoável.

    1. mais um na conta dos ‘enganados’.
      mas o governo derrete a olhos vistos. já começou a disputa pela sucessão, e ainda faltam mais de 3 anos.

    2. Eu já acho que a estrategia era controlar o COAF, indicar o PGR e o diretor da PF, daí conspirar contra o Bozo para derruba-lo, e concorrer a presidência contra o Boulos, Haddad, Luciana Genro, Marina.
      Mas o Bolsonaro não é tão burro, trouxe o Moro para o governo, e agora o Conge ficou com a broxa na mão, não manda nada, não pode deixar de ser Ministro, só a voz que vai ficar cada vez mais fina.

    3. Estratégia pra 2022?? Pelo que fala ai a “boca pequena” é que ele eo Dalanhol vão passar uma temporada na Papuda saboreando a Quentinha sem sal que eles oferecem lá.

  2. Existe duas PF : Uma do Moro e outra do Bolsonaro . Quem ganhará esta queda de braço , com certeza não será a instituição e o republicanismo que devia ser seguido . É uma polícia sem controle que segue os ditadores de plantão . Qualquer força realmente democrática que no futuro assuma o poder vai ter sérias dificuldades em controlar a PF . Se tornou diversos partidos políticos . Contaminou se .

    1. Não é tão dificil……..basta não equipar e relegar a segundo plano, como sempre foi…..Lula foi aquele que deu destaque, deu arcabouço legal, comprou predio novos……e deu no que deu….antes de Lula, era um grupo que talvez se passasse a vida inteira sem ver uma viatura na frente…..

    2. E fodam-se todos eles vendidos…Cambada de VGBsssssssssss…A INSTITUIÇÃO POLÍCIA FEDERAL, não tem que ser política porra…se não, vai ficar vulgar igual a JUSTIÇA…

  3. Eu soube que o Dr. Antônio Macedo que operou o capitão e que, por acaso, operou também Hebe Camargo que tinha câncer de intestino, além de Presidente do Conselho de Oncologia do Albert Einstein, é Membro da Sociedade Brasileira do Câncer Gástrico e Membro Associado da Sociedade Brasileira de Cirurgia Oncológica, dentre outras qualificações.
    Precisa desenhar?

    1. Será ótimo se sua suspeita for correta. Só posso desejar para o Bozo o mesmo que ele quis para Dilma quando ela teve câncer.
      E tomara que sofra bastante, para expiar um pouco da maldade que ele deseja pra todo mundo.

    2. Sofrendo ou não, eu prefiro que ele leve os filhos com ele. E a mulher, a sogra, aquele negrão que está sempre bafejando no seu cangote, ministros.. a Damares ! Sim, a Damares…

  4. Falemos sobre escândalos e as instituições. Escândalo, do grego skandalon e do latim scandalum, está na Bíblia hebraica como ‘por uma pedra no caminho de um cego’. Refere-se a um ato, que proposital ou não, pelo mal intrínseco é mau e, cujo efeito, choca e traz condenação geral. As instituições públicas e privadas, governamentais, representativas de classe ou corporativas, quais sejam, respondem pelo regramento do funcionamento da sociedade e de sua coesão.
    Ao funcionamento das instituições, quando para significar solidez, é dito institucional. Vai além, portanto, da seu funcionamento orgânico, quando suas portas estão abertas, têm pessoas trabalhando e há um framework legal, jurídico e burocrático que define e regula esse funcionamento elementar.
    Agora, o funcionamento institucional significa que está funcionando dentro do seu papel precípuo e cumprindo com fidelidade e adequação ética, moral e legal sua missão, seu fim maior. A maior medida dessa fidelidade e dessa adequação é dada pela forma em que as instituições reagem aos escândalos que as afetam ou atingem diretamente.
    Quanto melhor a reação, de praxe, melhor é o funcionamento institucional.
    Creio que isso resume nossa situação presente, da sociedade e do País. A patente incapacidade das instituições de reagirem aos mais absurdos e graves ataques contra suas bases mostra o tamanho da pequenez e fragilidade em que se encontram.

  5. Nem o exercito tem autonomia, deve obedecer a constituição e o poder civil………imagine policia…..imaginem se a policia civil e a policia militar desejarem ser autonomas dos governos estaduais?

  6. Moro vendeu sua alma ao capeta em troca de cargo como ministro. Só que o capeta é dono do inferno e não aceita dividir o mando com ninguém. Vai ser demitido porque não tem função alguma, pois quem manda é o capeta. Neste caso, sairá como um covarde. E, se pedir demissão também, pois ele não sabe que o capeta não aguenta um minuto de pressão. Midando de assunto: era o PT que aparelhava o Eatado? Esse incompetente ainda vai insistir nesse discurso para agradar bolsominions imbecis? Opa, chamar bolsominion de imbecil é pleonasmo.

  7. Será porque este Blog Tijolaço está deletando meus comentários: Por ofensa a alguém não é!! Os comentários políticos que faço aqui nenhum desrespeita ninguém e nem é ofensivo a quem que seja. Seja, porque este Blog escolhe aqueles que mais lhes agrada,

    1. Ah, é? Por que será que estou lendo seu “comentário deletado”? Comente sobre o conteúdo do artigo, e não tente se promover

    2. A explicação é simples: os comentários dependem de aprovação (para evitar robôs) e o Brito, como trabalha sozinho, nem sempre consegue liberar de imediato.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *