Polícia de boca de urna

Ontem, diversos leitores, nos comentários, vieram “esclarecer” que o ex-governador e candidato ao Senado Beto Richa (PSDB) não havia sido preso pela Lava Jato, que teria prendido apenas um de  seus ex-secretários. Richa, formalmente, teve a prisão pedida pelo MP local, com seu grupo de combate ao crime organizado.

A todos, respondi o óbvio: alguém acredita na mera coincidência de data e hora nas duas operações “autônomas”?

Hoje, nova “coincidência”. Outro dos raros tucanos em boa situação eleitoral, Reinaldo Azambuja,  governador do Mato Grosso do Sul, e candidato à reeleição pelo PSDB, teve, agora cedo sua casa e seu gabinete de governo tomados por policiais, numa operação – ao que se sabe até aqui – de busca e apreensão.

É evidente que sua candidatura não resistirá ao impacto disso.

Será demais entender que todos estes fatos se dão baixo um comando ou, ao menos, uma coordenação?

Ou que, como numa partida de futebol, “Sua Senhoria, o juiz” não esteja, com cartões amarelos para todo lado, preparando a expulsão do “reserva” que,com o craque já suspenso e não podendo jogar, ameaça levar seu time à vitória?

Na Folha, anuncia-se que a corregedoria do Conselho do Ministério Público vai investigar  promotores que estariam  praticando “atos em atropelo apenas com o objetivo de ganhar os holofotes durante o período eleitoral”.

Ganhar os holofotes ou ganhar o poder?

Parece haver uma espécie de partido informal dos “homens da lei”, uma junção aqueles que o general Mourão chamou de “profissionais da violência” com os que,de mãos limpas, legitimam a imundície autoritária.

 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

56 respostas

  1. Alguém poderia avisar ao ansioso blogueiro (PHA) que está a beira da insanidade, nessa compulsão louca de apoiar o Ciro. Insanidade é: “Através das mesmas práticas querer obter resultados diferentes” Albert Einstein.?
    Se o Ciro tivesse aceitado ser vice do Lula, estaria eleito. A pretensão é um sentimento muito ruim.

    1. Como dizia o velho Brizola, o PHA já vem ‘…costeando o alambrado…” faz tempo. Já já cai do cavalo.

      1. Verdade. Ninguém é obrigado a apoiar Haddad ou lutar ateo fim por Lula. Mas usar argumentos típicos da direita é inaceitável.

    2. Talvez pontos de vista e esttategias mais inteligentes também façam parte do contexto. Se os “cabeças” do PT nao fossem tao vaidosos e burros teriam feito uma administraçao melhor e alianças tbém….deitar com o PMDB o partido mais esfacelado e corrupto! Quem dorme com cachorro vadio amanhece com pulgas!

      1. Vai com calma, fica frio, quem vem com Ciro ? Ciro não vem sozinho, vê me entende ! AGORA É “13” ! HADDAD/MANUELA É “13” ! LULA É “13” ! VIVA O POVO BRASILEIRO !

    1. Sem falar que os tucanos têm o “Gilmar’sApp”.

      É um aplicativo de celular em que você insere o número do processo ou inquérito, e após enviar esses dados, ele já retorna um arquivo PDF de um habeas-corpus com assinatura do Gilmar validada digitalmente.

      Depois é só fazer o download e imprimí-lo via Bluetooth.

    2. Ou outro nome do PT, como Wagner. Meu Deus. Dá uma preocupação isso, porque na Bahia o DEM sumiu do mapa, e como eles não tem votos, podem apelar. Apelaram junto com a Veja com a fugitiva Dalva Seles em 2014. Pra prejudicar Rui, mas se deram mal com a farsa.

  2. Talvez seja “viagem” da minha parte, mas poderia ser esse um ataque de encenação aos tucanos, visando matar o inviável Alckmin e transferir seus votos para Bolsonaro tentar ganhar no primeiro turno ?

    1. Eu não duvidaria tanto. Alguns setores adotaram o Inominável para valer, como o latifúndio. No Notícias Agrícolas, site da extrema direita, um cidadão chegou a afirmar que nenhum candidato tem um vice do nível do Mourão. Um outro, pelo jeito importante no setor, dizia que o Inominável tem o melhor programa para o Brasil e para o povo brasileiro. Um dos analistas do blog, logo após a facada – e tavlvez bêbado – chegou a dizer que Bolsonaro ganharia no primeiro turno

      1. Dizem que esse tal de Mourao e um “linha dura”, mas em que guerra ele mostrou tudo isso?? Ele e linha dura contra recrutas….e olhe la.

    2. É uma hipótese, mas eu acho mais provável que estejam planejando alguma coisa contra Haddad.

  3. Miriam Leitão, a barata tonta do Ali Kamel, diz que Haddad será tutelado de uma cela de Curitiba (é o que nós, seus eleitores agora, queremos). E Miriam Leitão? Por qem ela é tutetalda? Aquele editorial goela adentro responde?

  4. Vocês me desculpem pelo pessimismo, mas eles não vão entregar o poder. Se preciso for veremos os tanques nas ruas. O gorila de verde oliva já cantou a bola.

    1. Não se preocupe, Lourenço. Se o Haddad for eleito, coisa que ainda é muito incerta, ele vai receber a faixa do presidente ladrão, aos beijos e afagos, prometendo, como já está fazendo agora espertamente, que não há nada a temer, que as forças de direita não vão perder nada, que nada será revisto e tudo ficará bem para as elites. Não é assim que o Lula governou?

      1. Já se o eletio vier a ser o Bolsonazi, o bastão do golpe passará do bandido de terno para os torturadores em verde-oliva, com a ala togada continuando na regência do golpe, não é?

      2. É José Ricardo! Lembremos que os líderes judeus indicavam gente do seu próprio povo aos campos de concentração. Meu grande receio é de que comecem os pogrons por aqui, substituindo o nome judeu por nordestinos, esquerdistas, pobres e outros.

      3. Você crê mesmo que o Themmeroso vai esperar para passar a faixa Presidencial? Ele deve dar um passeiozinho (cinco dias) antes e irá até o Líbano (onde tem cidadania e ficará por lá mesmo acometido de uma disenteria por comer kibe cru.
        Vamos apostar uma cx. de Ceva e dois quilos de Picanha.

        1. Paulino, você atirou na mosca. O danadinho vai usar uma viagem oficial e vai se mandar. A esta altura ele já conferiu se o Brasil tem acordo de extradição com o Líbano, me parece que não. O dinheiro que ele enviou aos paraísos fiscais, dá para ele viver por mil anos fora do país e passear pelos países que não tem este acordo.

    2. Só resta aos golpistas a fraude eleitoral ou o impedimento antes da posse. Senão Haddad já está eleito.

      #HaddadÉLula

      1. A fraude eleitoral eles já montaram ao prender e inabilitar o Lula. Agora vão fazer o diabo pra impedir o Haddad de chegar lá.

    3. Mas nem por isso vamos desistir de lutar!
      Vou votar 13, e resistir na luta por um BRASIL FELIZ de NOVO!

    4. Concordo plenamente com vc e todos me chamaram de pessimista.
      Está claro que depois que fizeram isso tudo, não vão entregar o poder a um governo popular.

  5. Concordo em partes com o que você pondera aqui, Brito. Há muita conveniência política para as ações do partido do justiciário, mas é gritante a falta de informações sobre as investigações específicas do GAECO. Ao menos a Polícia Civil paranaense não vaza como uma bexiga furada, como é o caso com tudo envolvendo a operação lava rato. Isso parece me sugerir que talvez não haja tanta sintonia assim entre a militância armada do partido do justiciário.

  6. Estranho, muito estranho…
    Vejo neste fatos uma boa explicação para que Jaques Wagner, que já teve seu apartamento invadido, não ter aceito discutir a possibilidade de ele ser o substituto do Lula. Será se o PJR – Partido da Justiça Rasa – vai entrar em campo?
    Estou no time dos que estão na rua por Haddad Lula Manuela da Silva 13, mas, também tenho a impressão que os grupos que compuseram o núcleo duro golpista não vão recuar e para compor melhor sua narrativa estão jogando ao mar parte dos seus para que possam renovar o verniz da ética!
    Serão dias intensos, de luta e apreensão daqui para frente!

  7. A capacidade de análise política do Fernando, prende-me e me fascina. Há tantos jornalistas e comentaristas da cena política nacional quanto há asneiras na imprensa sobre o tema. Se, como dizem, o Brasil não é para amadores, a política brasileira, seu entendimento e, principalmente, a compreensão das “forças ocultas” que nela interferem é tarefa para poucos.

  8. DE FARDADOS E TOGADOS
    A força armada não quer
    Lula ou Haddad; mas, e Ciro?
    Nessa vaga do “Vampiro”
    Quer um fascista qualquer.

    O “Bolsonazi” e o Mourão
    São os nomes dos fardados,
    Como também dos togados
    Na duvidosa eleição;

    Com nojenta hipocrisia
    Pregam a soberania,
    Mas traem nosso país;

    Se vencer o ex-milico
    Seremos um Porto Rico,
    Bem maior… muito infeliz!
    Tarcísio Arruda
    11/09/18

  9. Acho estranho este festival de prisões às vésperas da eleição. Não existe uma proibição de prisões de candidatos já registrados, exceto em flagrante delito e outras que configurem crime inafiançável, ou algo parecido? Alguém da área jurídica pode esclarecer isto? Sabendo que não estamos dentro de um Estado de Direito. Parece que é o art.236 do Código Eleitoral.

    #HaddadÉLula

      1. Este vídeo abaixo vem confirmar que o General Geisel era um adversário da linha militar que, ao tempo da ditadura, costumavam chamar de “linha dura”. Talvez por isso os da linha dura confundiam seu entranhado nacionalismo com “comunismo”. Geisel ainda hoje é chamado de comunista pela linha dura. Sabe-se que o Bolsonaro chamou o General Villas Boas de comunista. Outros oficiais também são assim chamados? O General Figueiredo, como ficou provado em recente publicidade de telegrama da embaixada americana na época, pertencia a essa linha dura. E é quase certo: O General Mourão e o capitão Bolsonaro também são desta linha dura, que persiste ainda hoje e agora encontrou um meio de se projetar politicamente. Vejam o vídeo: https://www.youtube.com/watch?v=r_mBs5iKP9o

    1. Os candidatos não podem ser detidos ou presos apenas nos 15 dias que antecedem a eleição, nos termos do art. 236, § 1º, da Lei nº 4.737/1965.
      “Art. 236. Nenhuma autoridade poderá, desde 5 (cinco) dias antes e até 48 (quarenta e oito) horas depois do encerramento da eleição, prender ou deter qualquer eleitor, salvo em flagrante delito ou em virtude de sentença criminal condenatória por crime inafiançável, ou, ainda, por desrespeito a salvo-conduto.
      § 1º Os membros das mesas receptoras e os fiscais de partido, durante o exercício de suas funções, não poderão ser detidos ou presos, salvo o caso de flagrante delito; da mesma garantia gozarão os candidatos desde 15 (quinze) dias antes da eleição.”

  10. Temo que esteja em gestação alguma armação desses setores contra Haddad e essas ações sirvam apenas como uma “vacina” junto à opinião pública para dissimular os objetivos político-eleitorais da armação contra o substituto de Lula.

  11. Os motivos podem ser vários, não único. Um deles pode ser “minar” o argumento petista de que há perseguição política, pois, ora, está se prendendo tucano, revistando gabinete e casa de tucano, abrindo inquérito contra Alckmin (tucano de chuchu). Pode ser tb para melhorar a imagem chamuscada da Lava-Jato e de Moro. São vários motivos beneficiadores da legitimação dessa “imundície autoritária”.

  12. Pode saber: se estão fazendo isso com o psdb é para justificar mais autoritarismo e mais arbitrariedade daqui para frente. O aparato repressivo está sob o guarda-chuva ideológico do cartel da grande imprensa e do sistema financeiro. O bem estar social que se dane, o que eles querem é o reino da law war fare…

    1. Transparente como água cristalina, pois dos 28 anos na política, 19 anos de amores com Maluf (PP-PPR-PPB-PP=Registros falsos da ARENA), e o corrupto quer dar uma de honesto. BOLSONARO TEM O DNA DE GOLPISTA CORRUPTO.

  13. No caso do Paraná é escandalosa a participação do senador Flávio Arns, patrão da senhora Moro e que encontrava-se atrás de Beto Richa para o senado. Acredito até que Flávio Arns foi quem organizou a lava jato. DCM e GGN já deram as pistas.

  14. Assim como no Paraná a prisão do Richa beneficia Flávia Arns, que dizem ser ligado a Rosângela Moro, no MS, a operação contra Azambuja beneficia a candidatura de outro representante da Justiça, o candidato e juiz Odilon de Oliveira. Lembrando que outro candidato com chances ao governo do MS já havia sido preso há pouco tempo, André Puccinelli.

  15. Haddad/Manuela 2018 neles/nelas ! ! ! ! ! Tem que ser 13 de ponta a ponta, de deputado estadual a presidente da República, com Lula/Haddad/Manuela, o trio parada dura bom de luta rumo ao penta 2018 ! ! ! ! !

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.