“Por acaso”: Moro edita portaria sobre deportação

Por mero acaso, é claro, o Ministro Sérgio Moro baixou ontem portaria – publicada no Diário Oficial de hoje – regulamentando a deportação, a redução de prazo ou o cancelamento do visto de estrangeiro no Brasil nas hipóteses de “terrorismo”.

Ontem, também, “fontes do Planalto” informaram à Veja que a suposta invasão dos celulares presidenciais seria caso de aplicação da “Lei de Segurança Nacional como uma ação terrorista contra [Jair] Bolsonaro“.

A deportação poderá, segundo a portaria, ser iniciada apenas com base em “investigação criminal em curso”.

Como os cidadãos de Araraquara não são estrangeiros e Glenn Greenwald é, cada um pense o que quiser sobre o acaso.

O acaso, aliás, é um bom piadista. O número da portaria de Moro é 666, que aparece no Livro do Apocalipse (13,18) na Bíblia:

Aqui há sabedoria. Aquele que tem entendimento, calcule o número da besta; porque é o número de um homem, e o seu número é seiscentos e sessenta e seis.

Serão “bestas” de tentar?

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

39 respostas

  1. Um verdadeiro “psicopata”, quando se sente encurralado, toma qualquer atitude desesperadora para tentar escapar ao cerco. Marreco do Maringá não poderia fazer papel melhor. Perante o mundo jurídico nacional ele se desnuda completamente, mostrando o quanto é totalmente incapacitado para a função que ora exerce e que exercia até meses atras. Agora imaginem perante o mundo livre e civilizado (através dos seus correspondentes) o que estão a pensar de nós……

    1. Que decadência! O Moro que, até pouco tempo atrás, era considerado um LEÃO se transformou em um GATINHO. Que triste fim terá esse ex-juizeco.

    2. penas está seguindo as instruções do chefe lá de Langley, Virgínia. É o John Edgar Hoover contemporâneo. Até na masculinidade.

  2. A verdade, Brito e leitores deste Tijolaço, é que o teatro/ópera bufo(a) foi agora completamente revelado(a). Para o “interceptador’ ianque, empregado de do bilionário franco-estadunidense e sócio do Deep State, Pierre Omidyar, já foi preparado esse circo. Uma deportação ou prisão (fake) cinematográfica dele será a coroação extrema, garantia de um 2º premio Pulitzer e a condecoração dele como “herói” e “referência de jornalismo investigativo para a esquerda cirandeira e identitária. A canalhice canastrice desses golpistas não têm limites.

    1. Vamos praticar um pouco a imaginação.
      Em que ponto nós estaríamos caso não tivesse existido esta “farsa” do “Deep State” vía The intercept??
      Como o delinquente moro e sua quadrilha ainda seríam vistos?
      Que outro ator deste circo chamado Brasil tería provocado tamanho reboliço e mudança na visão de milhões de pessoas que enxergavam uma outra realidade???
      ??
      ??

    2. Realmente neste filme os mocinhos são o marreco de maringá, o DD, a trupe que os acompanha, o STF, etc. Os maus da fita o G. Greenwald, e os restantes jornalistas do The Intercept brasil! Você gosta de ser esmagado, humilhado pelo poder podre que nos governa, e ainda agradece. É por existirem pessoas como você que este mundo está como está, 1% da população vive como marajás, a parte restante anda aos caixotes do lixo. Se você pertencer a esse 1% tudo bem, mas como não pertence não passa de um trouxa.

  3. Está claro que o DELINQUENTE perdeu o rumo ,bateu o desespero.
    Sua falácia ,porque sem dúvidas ela é ,a respeito do hackeamento de telefones de outras “otoridades” e sua publicitada destruição,foi no sentido de angariar apoio,extorquindo seus parceiros de GOLPE !!!!
    O sujeito é primário ,mas,como um indivíduo assim chegou a ter essa importância???porque ele foi funcional aos estrategas do GOLPE,os que estavam atrás das cortinas,hoje expôstos mostrando suas verdes fardas.
    Brasil após 2014 virou uma sucessão de fatos que será difícil para os historiadores compilar.

  4. Curioso como essa portaria, publicada agora por mero acaso, também por mero acaso se adequa sob medida para deportar um certo jornalista estrangeiro que mora no Brasil e está na crista da onda.
    Mas qual o problema? Ele pode perfeitamente continuar desenvolvendo seu trabalho lá fora

    1. vc está brincando.
      Sería mais um passo dado pela ditadura que nos ameaça.
      E cada passo que eles avançam é um passo que nós recuamos.
      Isso devería lhe preocupar.

      1. Não estou brincando, estou funcionando no modo ironia.
        E estou bastante preocupada.
        Entendo que já vivemos sob uma ditadura desde o golpe contra Dilma.

          1. Não.
            É a triste realidade brasileira.
            A partir de 2019 a ditadura judicial sob a qual vivíamos “evoluiu” para uma ditadura jurídico-fascista.
            E, sinceramente, duvido que bolsonaro entregue espontaneamente o poder, caso não seja reeleito em 2022 ou caso antes disso declarem seu impeachment, Vai fazer o que prometeu: fechar o Congresso, fechar o STF, colocar nas ruas a parte podre do exército, as milícias, os bolsominions, todos armados e com munição à vontade, graças aos seus decretos de posse e porte de armas. Vai matar pelo menos uns 30 mil, talvez uns 30 milhões. E tentar impor no Brasil o regime absolutista hereditário do clã bolsonaro. Ai, talvez, o povo brasileiro acorde e lute.

    2. John Edgar Hoover de hoje em dia. Gravou diversas autoridades e agora as ameaça veladamente: “não me deixem só!” Os pé de chienlo de Araraquara são apenas instrumentos.

  5. Ahhhh, eu sempre disse que ele era o anticristo de Curitiba. Rssss
    O que não impede de ser também o Marreco de Maringá.

  6. “Serão “bestas” de tentar?” São de fazer. Sabem que haverá gritos dos sites de esquerda e, talvez, do El País e de um ou outro jornaleco de segunda. E nós vamos, mais uma vez, ficar achando que fizeram o máximo, para na próxima semana fazerem pior. E aí nós vamos gritar mais, até que eles resolvam que nós somos mais bonitos e nos entreguem o país. Esperemos sentados e nos indignando sem sair às ruas.

    1. “Até que um dia,
      o mais frágil deles
      entra sozinho em nossa casa,
      rouba-nos a luz, e,
      conhecendo nosso medo,
      arranca-nos a voz da garganta.
      E já não podemos dizer nada.”
      (Eduardo Alves da Costa)

  7. Prezado Fernado Broto, …ôpa, Fernando Brito, … perdoe-me a chatice, mas corrija o nome do jornalista: não é Gleen (com dois “e” e um “n”), mas Glenn (com um “e” e dois “n”); não é Grenwald (com só um “e”), mas Greenwald (com dois “e”). Glenn Greenwald.

  8. 666 seria um ótimoo número para Sérgio Moro ou, melhor ainda, para Jair Bolsonaro!…

  9. Serão. Baixa a Lei de Segurança Nacional, declara os “ráquers” de Araraquara e o Gleen como “terroristas”, deporta o prêmio Pulitzer e oficializa o Estado de Exceção de uma vez. Depois revoga a Independência e reduz o BraZil a um protetorado dos EUA, tal qual Porto Rico.

  10. Ou o cara pirou de vez, ou está muito seguro de que não será incomodado.
    Me passou pela cabeça, se os hackers forem verdadeiros, podem não ter passado todo o conteúdo para o Intercept, nesse caso o Moro teria mais bala na agulha para ameaçar os três poderes. Ou então todo mundo hackeou a vaza a jato.

  11. O desespero do Sr. Moro é muito grande, quanto mais fala, ou toma atitudes, mais se complica.

  12. Gostaria de fazer uma citação do Padre Antônio Viera:

    “Se queres ser onipotente,
    podei somente o justo lícito,
    e não queirais poder o ilícito e o injusto.”

    Sermão da Terceira Dominga Post Epiphaniam

    Acho que vem bem a calhar ao ministro.

    1. Isso é mal interpretado. 666 é o kamea (quadrado mágico) de Tiphareth na Kabballah. Simboliza o máximo grau de evolução da Besta (ou seja, do próprio Homem, enquanto animal) em uma encarnação. Só muito depois foi ligado ao “anticristo”… É como o caso das swastikas e os nazistas…
      Mas é curiosa a sincronicidade com a associação mais recente do número, sem dúvida…

  13. Bom teria sido aplicar essa tal lei de segurança nacional na situação em que um certo juiz grampeou a presidente da República sem ter jurisdição para fazê-lo

  14. O Moro está se expondo como uma fera acuada. Nesse momento ele se tornou terrivelmente perigoso, capaz de qualquer sandice. Todo cuidado é pouco. Ele está sentindo que perdeu o controle da situação.

  15. Seria por acaso que esta portaria teria o número 666, o número da besta, por acaso? Sei, não….

  16. Apocalipse 13:17
    “Para que ninguém pudesse comprar nem vender, a não ser quem tivesse a marca, que é o nome da besta ou o número do seu nome.”

  17. ele veio dizer q é para uns paraguaios etc mas no desespero eles poderão tentar embora eu ache difícil pela reação internacional q seria criada q se somaria fácil à devastação do meio ambiente legalizada e a liberação a rodo de agrotóxicos. Com direito a boicote dos nosso produtos etc O Brasil viraria um Irã, um pária internacional e seria o fim precoce do mito e por tabela tb do Sége Conge

  18. Moro é apenas um merda vendido, depois de tudo isso, temos que ir pra cima dos bancos, Globo e dos EUA, retomando tudo que foi roubado.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.