Por Doria, Planalto ataca Maia pela “Istoé”

joaodoriatemer

João Doria Junior é o candidato de Michel Temer às eleições de 2018.

Quem “pesca” no ar a política sabe que não foi “de graça a entrevista do “meu paipai” Cesar Maia dizendo que preferia Luciano Huck como candidato presidencial.

Hoje, o boletim oficioso do Palácio do Planalto, digo, a revista Istoé, deu a versão que este blog tinha antecipado aqui, no domingo passado: que a liberação dos vídeos da delação de Lício Funaro tinha o dedo de Maia, o filho, Rodrigo:

“conforme apurou ISTOÉ foi o próprio Maia, na noite de sexta-feira 29 de setembro, quem pediu a um servidor da Comissão de Constituição e Justiça da Câmara que disponibilizasse os depoimentos de Funaro. Coube ao funcionário entrar em contato com os responsáveis pelo site da Câmara. Eram 19h30 quando Maia emitiu a ordem. Uma hora depois estava tudo pronto para o conteúdo bombástico entrar no ar. Maia acompanhou tudo de perto. Só descansou depois que o “enter” foi pressionado.’

A revelação é tão de encomenda que as datas estão grosseiramente erradas. O vídeo foi divulgado no site da Câmara no dia 14 deste mês.

Mas a intenção é clara:

Em sua busca incessante de razões para se afastar de Temer, Maia criou um novo atrito na noite da quarta-feira 18. Após o encontro de uma hora que manteve com o presidente no Palácio do Planalto, de 4h30 às 5h30 da tarde, foi divulgada a informação de que se discutiu na reunião o rito de votação da denúncia contra o presidente. Foi o bastante para Rodrigo Maia virar uma arara. Emitiu uma nota oficial esclarecendo que a versão era falsa. E acusou o Palácio de disseminar “intrigas”. Ainda na nota, disse que “não havia sentido algum tratar de rito processual de votação de um Poder da República com o presidente de outro Poder, muito menos quando é um deles que está sendo processado e julgado com seus ministros”. Quer dizer, apesar das promessas de bandeira branca, tudo permaneceu como estava.

Mas, no texto, a Temeré cofessa e o “meu paipai” produziu um factóide com Huck e que é Dória o preferido do DEM e adverte:

No DEM, hoje, Rodrigo Maia é o plano B caso as negociações destinadas a abrigar na legenda o prefeito de São Paulo, João Doria (PSDB), fracassem. “Se o cavalo passar encilhado, Maia quer estar pronto para subir”, disse um aliado do parlamentar. Até porque, como diz o provérbio gaúcho, cavalo encilhado não passa duas vezes. Com tantos movimentos ousados, porém, o risco é ele cair do cavalo antes.

Ninguém se surpreenda com a entrada de Dória no PMDB.

A política brasileira é um jogo de pseudoespertezas. Uma pantomima para enganar otários.

 

contrib1

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

13 respostas

  1. APÓS LIBERAR ESCRAVIDÃO, TEMER PERDOA CRIMES AMBIENTAIS DE RURALISTAS

    Na reta final da compra de votos para se salvar da denúncia em que é acusado de obstrução judicial e comando de organização criminosa, Michel Temer fez mais um favor aos ruralistas, poucos dias depois de liberar o trabalho análogo à escravidão nas fazendas; neste sábado, Temer perdoou em 60% multas ambientais que somam R$ 4,6 bilhões; além disso, as punições serão substituídas por prestações de serviços; volta da escravidão no Brasil foi condenada até pelas Nações Unidas, mas Temer governa apenas para os parlamentares que podem salvá-lo da cassação; degradação moral e institucional brasileira avança a cada dia e choca o mundo civilizado

    21/10/2017

    (…)

    FONTE [LÍMPIDA!]: https://www.brasil247.com/pt/247/poder/323580/Ap%C3%B3s-liberar-escravid%C3%A3o-Temer-perdoa-crimes-ambientais-de-ruralistas.htm

  2. “Uma pantomima para enganar otários” !!!!

    Coisa abundante no Brasil desde tempos imemoriais, sobretudo agora, quando os “imbecilizadores profissionais” ( definição magistral de Márcia Tiburi ) nadam de braçada, tanto nas redes anti-sociais como na imprensa oficial , istoé, veja, fsp, estadão, Bobo e congêneres.

    1. Hilárias as manifestações dos bolsominions no Youtube.

      O produtor do desenho animado original precisa vir ao Brasil para ganhar novas inspirações, não sabe o que está perdendo.

  3. O prefake Dória vai ter que comer muita ração para provar que pode ser candidato forte a presidente. Come da sua ração prefake, come!

  4. Presidente não é para usar brilhantina ter sorriso kollynos e ser austero com os necessitados. A pessoa tem de conhecer o âmago da NAÇÃO e saber que ele tem DE SERVIR E NÃO SER SERVIDO.

  5. O Dória seria a lavagem da lavagem ou seja: entrou para lavar o dinheiro da propina do PSDB de Aécio, Serra, Alckmin, entre tantas hienas que existem nessa rede que envolve outras siglas comparadas por Aécio e seu bando de jagunços.

  6. Trocar um pelo outro destes quatro,maia Dória,hulk e bolsonaro,é trocar merda por bosta.o último consegue ser pior só na consistência pq é uma verdadeira diarreia

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.